Imagem de fundo do header
Projetor dispensa o computador para funcionar
Home  >  Review
REVIEW

Projetor dispensa o computador para funcionar

CPX1, da Hitachi, é capaz de carregar os arquivos diretamente do memory key, tornando a vida do usuário menos complicada

Por Mario Nagano

Foto:

CPX1, da Hitachi, é capaz de carregar os arquivos diretamente do memory key, tornando a vida do usuário menos complicada

apreslivre100x120Com o novo projetor CPX1, da Hitachi, não é necessário ter um computador conectado para exibir suas apresentações: basta espetar o memory key na porta USB.

O recurso baseia-se na idéia de decompor o arquivo em imagens no formato JPEG de, no máximo, 8.176 por 8.176 pixels e gravá-las no pen drive.

Ao conectá-lo ao CPX1, o equipamento se encarrega de localizar as imagens e reproduzi-las por meio de um menu na tela, que pode ser operado diretamente no painel do projetor ou pelo controle remoto.

O CPX1 também aceita arquivos de vídeo no formato MPEG, de até 640 por 480 pixels, e MPEG4, de 352 por 288 pixels. Porém, na conversão do arquivo de apresentação para telas em JPEG, perdem-se todos os efeitos especiais que ajudam a “animar” a apresentação. E a conversão deve ser feita pelo usuário, já que não ele não vem com um utilitário que faça essa tarefa.

Recursos para mobilidade
Trata-se de um equipamento com um bom número de recursos, se comparado com outros modelos compactos mais voltados para mobilidade. Para começar, mede 27,4 centímetros de largura por 5,9 de altura e 20,5 cm de profundidade, e pesa e 1,7 quilo. Acompanha uma bolsa de transporte para o equipamento e seus acessórios básicos, como o controle remoto e cabos. O acesso ao CPX1 pode bloqueado por meio de senha.

Seu direcionamento para mobilidade e negócios pode ser notado no desenho simples, na objetiva com zoom e foco manual capaz de projetar grandes telas numa distância relativamente curta (60 polegadas a 1,5 metro de distância), duas portas SVGA (algo raro nessa categoria), entrada de Vídeo composto, S-Video, duas USB, além de entrada e saída de áudio.

O painel de controle se limita a três botões (direcional, Input/Enter e liga-desliga), o que não o coloca na categoria dos aparelhos mais simples de serem operados, principalmente no escuro, já que os botões nem são iluminados.

O sistema de som se resume a um pequeno alto-falante de 1 Watt na lateral. Outra limitação é um único sensor de infravermelho, localizado na frente do projetor, o que limita um pouco o posicionamento do apresentador.

Sua tecnologia de projeção é a LCD de polissilício (3 painéis) na resolução nativa de 1.024 por 768 pixels, mas com capacidade de reproduzir imagens de até 1.600 por 1.200 pixels, além dos tradicionais formatos de HDTV, como 720p e 1080i. Ele pode trabalhar nos sistemas NTSC, SECAN, PAL Europeu e PAL-M/N.

A potência está estimada em 2.000 ANSI Lumens, com relação de contraste de 500:1 e nível de ruído de 35 dB. Este valor  pode ser reduzido para 29 dB no chamado Eco-Mode. Isto também estende a vida da lâmpada de 160W UHB, de 2 mil para 3 mil horas.

Para um projetor de negócios, o CPX1 possui um menu de opções bastante variado, dividido em dois modos, com opção de apresentar as mensagens em português.

Nos testes realizados pelo PC WORLD Test Center, o equipamento obteve um índice de luminosidade (médio) de 1.218 Lumens, valor de uniformidade de 1,51 (quanto mais perto de 1,0 melhor) e relação de contraste de 1:49 (quanto maior, melhor).

Os números mostram que o forte do CPX1 é sua potência de saída, capaz de projetar imagens vivas mesmo em ambientes bem iluminados, ao contrário dos modelo de home-theater onde contraste é algo mais valioso do que luminosidade propriamente dita.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site