Imagem de fundo do header
Armazenamento a perder de vista
Home  >  Review
REVIEW

Armazenamento a perder de vista

HD Deskstar 7K1000 de 1 terabyte da Hitachi tem espaço de sobra para salvar dados; mas toda esta versatilidade está longe de custar pouco

Por Melissa J. Perenson, PC World EUA

Foto:

HD Deskstar 7K1000 de 1 terabyte da Hitachi tem espaço de sobra para salvar dados; mas toda esta versatilidade está longe de custar pouco

hdtera200Armazenamento de dados é um item que raramente inspira reações marcadas pela empolgação, mas isso está prestes a mudar.

Recentemente, a Hitachi lançou o Deskstar 7K1000, seu primeiro disco rígido a atingir a capacidade de 1 terabyte (TB) de armazenamento. Ou seja, 1.024 GB de espaço disponível.

O que isso quer dizer? Com 1 TB, o Deskstar 7K1000 pode guardar
300 mil fotos em alta definição (3 megapixels) ou mais de 150 filmes
também em alta definição (codificados a 9MBps em formato MPEG-4).

Para
atingir toda essa capacidade, o drive conjuga 200 GB em cada uma de
suas cinco bandejas. O modelo é também o primeiro drive de 3,5
polegadas a usar gravação magnética perpendicular para manter dados.

O consumidor que se interessar por ele deve estar preparado para gastar uma boa cifra. Nos Estados Unidos ele é vendido por 399 dólares; no Brasil, segundo a fabricante, será comercializado a partir de setembro, sem preço estimado.

O produto teve performance veloz nos testes executados no PC WORLD Test Center. O drive foi muito bem nos testes de procura de arquivos, levando apenas 151 segundos para completar a procura por uma frase de texto nos 11,7 GB de conteúdo depositados no disco rígido.

Também agradou no teste ACD-See, executando tarefas de renomear e converter arquivos de um formato (por exemplo, .jpg) para outro (no caso, .gif) em 513 segundos.

No teste de WinZip, ele bateu o recorde previamente atingido no laboratório, melhorando em dois segundos a marca obtida pelo Samsung SpinPoint T Series HD501LJ.

Já em outros dois testes, o Deskstar não foi tão excepcional. Ele levou 144 segundos para escrever 3,06 GB de arquivos e pastas (25 segundos a mais que o SpinPoint, o top neste teste), e outros 117 segundos para escrever os mesmos 3,06 GB em um arquivo zipado (27 segundos a mais que o SpinPoint).

A capacidade massiva do Deskstar e sua performance quase impecável - isso para não mencionar a liberdade de trabalho que ele provê ao usuário - mais do que justificam o preço cobrado por ele.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site