Imagem de fundo do header
LG Prada é sofisticado apenas à primeira vista
Home  >  Review
REVIEW

LG Prada é sofisticado apenas à primeira vista

Celular tem visual arrojado e aparência hi-tech, mas decepciona no que realmente conta: as funcionalidades

Por Caio Terreran, especial para PC World

Foto:

Celular tem visual arrojado e aparência hi-tech, mas decepciona no que realmente conta: as funcionalidades

pradafrente100Discrição, luxo, inovação e uma seqüência quase ininterrupta de zeros na etiqueta de preço. Quem acompanha e consome o mercado de luxo sabe que todos estes adjetivos cabem como uma luva - feita sob medida, claro - à marca italiana Prada.

Consolidada como um estandarte do “mundo fashion” na década de 1990, a grife recentemente se aliou à fabricante coreana de eletrônicos LG para lançar um celular que, como era de se esperar, foge um tanto do lugar-comum e traz uma tela totalmente sensível ao toque como seu grande atrativo.

Quem o comparou ao onipresente e massivamente divulgado iPhone, da Apple, não fez um raciocínio dispensável. O Prada KE850 e o celular da corporação da maçã têm mesmo algo em comum – em especial, nos quesitos visual caprichado e economia de botões físicos, e em especificações como a câmera de resolução de 2.0 megapixels. Mas, as semelhanças param por aí.

pradavarios_400No modelo da LG a bateria não é integrada internamente e há um slot para expansão de sua memória. Em contrapartida, o iPhone é um smartphone com “s” maiúsculo, que possui aplicativos para ler documentos em diversos formatos e facilidades de acesso à web, como a versão “de bolso” do browser Safari. No KE850, nada disso está presente.

Nele, tudo foi pensado para parecer sofisticado e teve o aval da equipe de criação da marca. A lista de itens aprovados pela Prada vai desde os ringtones ao visual dos perfis selecionáveis.

Essa colaboração resulta em um telefone de aparência realmente elegante e que impressiona – itens certamente importantes para o perfil de consumidor que se dispõe a gastar a cifra cobrada pelo aparelho (cerca de 2 mil reais no preço sugerido pela LG).

O toque da grife italiana é perceptível logo na interface do celular, limpa e austera, toda em preto. Ao ser ligado, o aparelho, que pesa 85 gramas e tem 5,4 centímetros de largura, por 9,8 cm de altura e 1,1 cm de espessura, exibe um menu de acesso rápido às funções de mensagens, ligações, entretenimento e configurações.

E nesse menu encontramos o primeiro deslize: não é possível customizar a tela inicial do aparelho com outras funções, mais necessárias ao cotidiano do usuário, como, por exemplo, a função de alarme ou calendário. ++++

Funcionalidades
pradafrente100Quem compra um telefone, espera que ele funcione bem como tal. Ao discar um número no celular da LG percebemos que a resposta da tela aos toques é precisa, mas o usuário necessita de um pouco de paciência para realizar a digitação. Se feita com pressa, torna-se passível de erros.

Um dos grandes atratativos do dispositivo - a tela - pode se tornar uma fonte de irritação. Marcas de dedos, resíduos de gordura do rosto do usuário e até vestígios de maquiagem serão uma constante para o proprietário do KE850.

Como o aparelho não possui teclado real, a LG poderia ter trabalhado melhor no software para entregar uma interface para a entrada de conteúdo de texto mais fácil. Não seria nada ruim encontrar teclas virtuais dedicadas para facilitar a digitação e tornar a entrada de textos mais ágil.

Em vez de um teclado virtual no padrão QWERTY (como os encontrados nos computadores e em alguns modelos de smartphones), o usuário se depara com um teclado alfanumérico típico dos celulares comuns que qualquer mortal possui.

Imagem
pradaperfil100Para quem gosta de fotografar com o celular, uma boa notícia. A câmera do equipamento produziu fotos e filmes com boa qualidade e nitidez.

Os menus para ajustes da função ficam facilmente acessíveis na tela sensível ao toque, que é apresentada na posição paisagem (horizontal). A tela de 3 polegadas, grande para um celular, também ajuda a tornar a tarefa mais agradável.

A edição das imagens e vídeos, entretanto, volta a sofrer com a limitação que marca todo o funcionamento do aparelho. O máximo que se pode fazer com uma foto é girá-la. Nada de alterar cores, inserir molduras, reforçar contraste, etc.

Na hora de transferir os cliques para o PC, melhor esquecer de retirar o cartão de memória do tipo microSD de 256 megabytes e usar mesmo o tradicional cabo USB ou a conexão por Bluetooth (para computadores compatíveis com a tecnologia).

Isso porque a memória flash fica alojada atrás da bateria do aparelho, oculta sob a entrada do cartão SIM da operadora.

A função de reprodução de arquivos em MP3 do Prada KE850 pode ser ativada por um botão localizado na lateral do celular. Um toque curto nele e o player é ativado; um toque mais longo, e a câmera é acionada. Outro botão também presente em sua lateral trava o teclado.

No saldo geral, consideramos que o aparelho promete muito à primeira vista e chega até a parecer inovador devido à capacidade touchscreen, mas acaba por decepcionar na mesma intensidade no decorrer do uso.

Apesar do visual bem acabado, do ar de equipamento hi-tech e do preço pouco “simpático”, não difere muito dos celulares já disponíveis no mercado.

Contudo, como hoje a tecnologia de tela sensível ao toque é uma das vedetes no segmento de telefonia pessoal, é provável que o LG Prada tenha bom apelo entre o consumidor ávido por novidades - e inaugure um novo filão de produtos gerados em parceria entre marcas consolidadas e gigantes da tecnologia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site