Imagem de fundo do header
Internet pela rede elétrica ainda é uma solução cara
Home  >  Review
REVIEW

Internet pela rede elétrica ainda é uma solução cara

Equipamentos powerline vencem a barreira da velocidade, mas precisam superar a questão do preço. Conheça o TPL-202E, da TRENDnet

Por Nando Rodrigues, da PC WORLD

Foto:

Equipamentos powerline vencem a barreira da velocidade, mas precisam superar a questão do preço. Conheça o TPL-202E, da TRENDnet

A questão da velocidade, principal barreira para o tráfego de dados pela rede elétrica, já está superada.

A geração mais recente destes dispositivos permite a transmissão com taxas até 85 Mbps (megabits por segundo), abaixo do obtido pelas redes Fast Ethernet (100 Mbps) e Giga Ethernet (1.000 Mbps). Mas é superior ao que se obtém com as redes Wi-Fi, com seus 54 Mbps.

Essas características fazem do modelo Powerline Fast Ethernet Bridge TPL-202E uma boa solução técnica.

powerline_200Recém-lançado pela TRENDnet, ele trabalha no padrão HomePlug 1.0 Turbo (802.3 e 802.3u) e permite conectar até 16 PCs em uma rede ponto-a-ponto pela rede elétrica, distantes até 300 metros um do outro. Ou usar a rede elétrica para compartilhar a internet banda larga com mais de um PC em casa.

O problema desse tipo de solução é o custo. Cada TPL-202E tem preço sugerido de 350 reais. Assim, para ligar dois computadores, por exemplo, você terá que desembolsar 700 reais.

Uma solução sem fio sai mais em conta. Para ligar esses mesmos dois computadores, você vai precisar de um roteador wireless, com preços a partir de 163 reais, e mais duas placas de rede sem fio (a partir de 63 reais cada).

Essa configuração sai por cerca de 500 reais e ainda oferece a vantagem da mobilidade.

Boa segurança
O TPL-202E é extremamente fácil de instalar. Na avaliação realizada pelo PC World Test Center, usamos a solução da TRENDnet para compartilhar uma conexão de banda larga.

Basta rodar o CD que acompanha o equipamento e seguir as instruções apresentadas. Para uma instalação padrão, sem configuração adicional de segurança, são necessários apenas seis passos.

Feito isso, basta ligar o equipamento à rede elétrica e conectá-lo ao computador utilizando o cabo de rede, também fornecido.

O fabricante recomenda que não se ligue o TPL-202E a estabilizadores, réguas de energia protegidas ou extensões compartilhadas, para evitar interferências.

Nos testes, plugamos o dispositivo a uma extensão na qual já estava ligado um aparelho de TV e conectamos o equipamento com o cabo de rede ao modem ADSL.

Ligamos um outro TPL-202E a uma tomada em outra sala, localizada a 30 metros de distância, e o conectamos à porta de rede RJ45 do computador.

Para detectar a conexão, é necessário um duplo clique no ícone TRENDnet Powerline Utility, localizado na pasta Iniciar, Programas, TRENDnet TPE-202E.

Mesmo sem versão em português, o programa é fácil de usar. Basta clicar em Connect e aguardar.

A janela de diálogo exige detalhes da conexão, inclusive a velocidade obtida. Mesmo na situação descrita acima, não registramos perdas, com a taxa mantida a 85 Mbps.

O equipamento tem criptografia DES 56-bit com gerenciamento de chave. Suficiente para evitar que qualquer um possa espetar outro TLP-202E na rede elétrica e pegar uma carona em sua conexão ou bisbilhotar seu tráfego de rede.

Basta saber quem vai pagar 350 reais para fazer isso.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site