Imagem de fundo do header
GA-P35-DQ6 é uma placa-mãe boa de briga
Home  >  Review
REVIEW

GA-P35-DQ6 é uma placa-mãe boa de briga

Modelo da Gygabyte apresenta bom desempenho, muitas conexões e sistema que permite overclock

Por René Ribeiro, da PC WORLD

Foto:

Modelo da Gygabyte apresenta bom desempenho, muitas conexões e sistema que permite overclock

placa_gigabyte200Para quem procura uma placa consistente em sua construção, que agüenta o tranco para aplicações velozes, a GA-P35-DQ6 é ótima pedida.

Fabricada pela Gygabyte, essa mother board apresenta capacitores all-solid, o que significa maior durabilidade além da segurança, e seu sistema de cooling, instalado em cima dos chipsets, resulta em um resfriamento muito eficaz.

O sistema dual-Bios é outro item de segurança. Caso o BIOS principal queime, uma segunda instância entra em ação. Para atualização do BIOS não é necessário um sistema operacional.

Leia também:

E ainda há duas opções para atualização. Uma pelo boot em pen drive e outra por meio de utilitário onde você faz tudo pela internet. Isso é possível também graças ao sistema dual-Bios.

O chipset é o Intel P35 (com ICH9R southbridge) e atua com Front side bus em 1.333 MHz, o mais rápido para esse padrão. A placa é compatível com processadores Pentium-D, Core 2 Duo, Core 2 Duo extreme e Core 2 Quad com a plataforma de 45 nanômetros (nm). O soquete é o T LGA 775. A memória é padrão DDR2 e suporta barramento de 667 e 800 MHz. É possível instalar até 8 GB de memória RAM nos quatro slots disponíveis.

A placa traz ainda 2 slots PCI-E x16, tornando possível instalar duas placas de vídeo  para aumentar desempenho de jogos e aplicações gráficas. Também há três PCI-E x1 e dois slots PCI.

Ela traz 12 portas USB 2.0 e outras três firewire 1394a. As interfaces para armazenamento são seis SATA II e mais duas com suporte do chipset da Gygabyte para atuar com RAID (sistema de espelhamento de discos), que aceita os níveis de RAID 0, 1, 5 e 10. E para dar mais opção ainda há a velha interface IDE.

O chipset de som é o Realtek ALC889A codec e suporta até o sistema 7.1. Também há uma saída óptica e outra coaxial.

Desempenho – Executamos o teste com processador Core 2 Quad Q6700 e 1 GB de RAM a 667 MHz. Aproveitando o sistema de cooling da placa, resolvemos abusar da possibilidade de overclock que o BIOS e o próprio software oferece.

Rodamos o PC Wizard 2007 e obtivemos um índice geral de 4.930 pontos. Com overclock esse número alcançou 5.880 pontos. Já no PC Mark05 o índice geral foi de 5.737 pontos e 6.367 pontos, sem e com overcloak, respectivamente. Durante os testes com overclock não aconteceram travamentos nem em aplicativos, nem em jogos.

A placa se mostrou estável e com ótimas possibilidades de conexão, tanto externas, quanto internas. Com certeza, uma placa para durar muito tempo. Um único detalhe: é cara - 900 reais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site