Imagem de fundo do header
Infinity Web Browser: um navegador alternativo para smartphones Android
Home  >  Review
REVIEW

Infinity Web Browser: um navegador alternativo para smartphones Android

Este navegador diz ter mais recursos que o browser padrão do Android, mas mesmo assim deixa muito a desejar

Brent W. Hopkins, PC World

Foto:

O sistema operacional Android já inclui um navegador padrão bastante decente, mas que não tem recursos como abas, síntese de voz, assinatura de feeds RSS e tradução de texto, que são comuns em navegadores no desktop. O Infinity Web Browser promete fazer tudo isso, mas infelizmente deixa muito a desejar.

Testei o Infinity em dois aparelhos: um HTC EVO 4G e um Motorola Droid, ambos rodando o Android 2.2. O EVO é um dos mais poderosos smartphones Android no mercado, e o Droid (conhecido no Brasil como Milestone) é um clássico e ainda bastante respeitável. E a experiência foi ruim em ambos os casos, com “crashes” frequentes em ambos os aparelhos.

O Infinity permite ter múltiplas páginas abertas ao mesmo tempo em uma interface com abas. Infelizmente as abas são tão pequenas que é impossível ler seus títulos ou ícones, e elas são difíceis de selecionar ou mover se você tem dedos grandes. Outro incômodo é que, embora seja possível definir uma página inicial nas preferências, o Infinity insiste em carregar sua própria página sempre que é aberto. E ele não se “lembra” das abas que estavam abertas na última vez em que foi usado.

Alguns sites que redirecionam o visitante para outros servidores não carregaram corretamente ou simplesmente não carregaram. O suporte a vídeo na web é fraco: YouTube não funciona, nem os vídeos do Vimeo ou da PCWorld.com. Pelo menos Blip.TV e The Onion funcionam, mas 2 de 5 não é uma pontuação para se orgulhar.

A função de síntese de voz funciona. Quer dizer, funciona mais ou menos. Ela lê a URL da página onde você está, mas não o texto da página. O leitor de feeds RSS, que poderia ser um recurso de destaque, também desaponta. Ele não detecta automaticamente os feeds nas páginas visitadas: em vez disso, o usuário é forçado a copiar e colar manualmente a URL do feed. Não há integração com o Google Reader nem importação de arquivos OPML. A leitura dos feeds também é ruim, já que o software se arrasta e às vezes simplesmente fecha sozinho.

Até mesmo o gerenciador de downloads desaponta. Quando tentei baixar uma cópia do “The Unofficial Ubuntu Guide”, distribuído dentro de um arquivo .ZIP, o Infinity salvou um arquivo .PHP vazio. O navegador padrão do Android conseguiu baixar o mesmo arquivo sem nenhum problema.

Por fim, o Infinity não tem um recurso importante encontrado no navegador do Android: a capacidade de compartilhar uma página via e-mail ou mensagem de texto.

Apesar das promessas, o Infinity Browser não consegue ser melhor que o navegador padrão do Android, e em alguns casos é pior. Se você precisa de um navegador mais sofisticado, recomendamos o Dolphin Browser ou o Skyfire.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site