Imagem de fundo do header
Iris simplifica edição de fotos para iniciantes
Home  >  Review
REVIEW

Iris simplifica edição de fotos para iniciantes

Software australiano usa interface simplificada e oferece bons recursos para melhorar suas fotografias digitais.

Macworld/Austrália

iris-72-dest.jpg
Foto:

Existem alternativas ao Photoshop no Mac, ao menos se você é um usuário iniciante em busca de melhorar suas fotos. O Iris, criado pela australiana Nolobe, é um aplicativo completo que funciona em Macs com chips Intel ou PowerPC rodando Mac OS X 10.5 (e nada abaixo do Leopard, já que usa os recursos de Core Image do sistema operacional).

O Iris é um aplicativo leve – ocupa apenas 8,4 MB após a instalação – e tem uma interface muito familiar. Lembra o Photoshop? Com certeza, já que tem uma barra de ferramentas muito parecida.

Infelizmente, o software não oferece ajuda online, mas os desenvolvedores dizem que o recurso volta na versão 1.01.

Ao abrir uma imagem, o que costumamos fazer sempre é ajustar o tamanho da imagem e ajustar os níveis (Levels) da imagem. Com o Iris, você inicia esse processo ao selecionar o ponto de branco (White Point) para definir se a cor da fotografia está em uma zona neutra ou em algum lugar do arco-íris RGB/CMYK – é um bom meio para usuários sem experiência técnica em ajuste de cor se habituarem com o método.

O programa tem interface de uma janela única, sem paletas bagunçadas para confundir o usuário. O software ajusta os níveis e contraste automaticamente, altera a gama de cores, altera a saturação, exposição, inverte cores, posteriza e muito mais. Tudo é tão simples que para ajustar o tamanho da imagem basta ajustar o tamanho da tela. Quase tudo que o Photoshop faz, mas de um modo muito mais básico.

iris-interna-500

Iris: interface e simples, sem bagunça nas barras de ferramentas

O Iris ainda conta com recurso de camadas (Layers), que ajudam a lidar melhor com a manipulação de imagens. Clonar, apagar e selecionar partes, usar o conta-gotas para selecionar uma cor e adicionar texto  - está tudo lá.

A parte de filtros também é básica, mas suficiente. Todos os filtros Blur que você pode precisar estão presentes, algumas opções de meios-tons e duas opções de nitidez.

Ao usar o produto e ver o que o Iris oferece, dá para perceber que o programa tem como alvo os usuários sem muitos conhecimentos técnicos, e isso é bom. Se você precisa de um editor de imagens, mas não tem dinheiro para pagar a licença de um Adobe Photoshop, pode se surpreender com esse editor simples e básico. O Iris custa 79 dólares, mas a desenvolvedora oferece o download de uma versão demo do software.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site