Imagem de fundo do header
Lenovo W701ds tem ótimo desempenho com processador Core i7 e duas telas LCD.
Home  >  Review
REVIEW

Lenovo W701ds tem ótimo desempenho com processador Core i7 e duas telas LCD.

Computador, já disponível no Brasil, rodou de maneira fácil programas profissionais e jogos; alto-falantes são ponto fraco.

PC World / EUA

418937_150.jpg
Foto:

Se Paul Bunyan, o lendário lenhador gigante, fosse um engenheiro geotécnico, o Lenovo ThinkPad W701ds seria seu Babe – seu companheiro inseparável. É duramente conveniente chamar esse sólido laptop de um substituto para desktop (computador de mesa); é uma estação de trabalho alternativa, sempre pronta para os usos mais exigentes, em qualquer lugar. Além do desempenho ridiculamente alto, esse laptop oferece um tablet Wacom embutido (bom para ilsutradores e artistas), um sensor para calibração de cores e até uma segunda tela LCD. Se você tritura informação em tempo real em perfuratrizes de petróleo ou desenha motores de jatos enquanto sobrevoa o Atlântico, esse poderia ser o seu novo computador. Qualquer um que deseje o computador portátil mais rápido, com mais recuros e de maior custo do mercado irá encontrar um excelente companheiro aqui.

Esse laptop certificado com pelos ISVs (Fornecedores de Software Independentes) esmagou todos os aplicativos que encontrou. Em testes com ferramentas de nível profissional de criação de conteúdo, incluindo 3D Studio Max 2011, Painter 11 e Avid Media Composer, todos os programas rodaram tranquilamente. Jogos exigentes também podem derrubar laptops inferiores – mas apesar de gamers não serem o público alvo desse computador, jogos como Battlefield: Bad Company 2, Crysis Warhead, e Supreme Commander 2 ficaram todos ótimos nessa máquina, em altas resoluções e com suas configurações máximas.

O ThinkPad W701ds se saiu muito bem nos testes quantitativos da PC World, alcançando uma pontuação de 123 no WorldBench 6 e uma marca total de 96 (de 100) em nosso teste completo de desempenho, uma das maiores pontuações até então. Um processador Intel Core i7 X920 rodando a 2GHz dá poder a este laptop, apoiado por 8 GB de RAM. Ele possui, inclusive, uma placa gráfica nVidia Quadro FX 3800M com 1 GB de memória de vídeo. Dizer que esse sistema está carregado é muito pouco – ele é um arsenal completo.

418937_300.jpg

Lenovo W701ds é uma estação de trabalho móvel.

Mas nem tudo é perfeito, certo? Os preços do ThinkPad W701ds são altos, e a configuração mais sofisticada possível custa cerca de R$ 19.900 (sim, dezenove mil e novecentos reais) no Brasil. A boa notícia é que ele "vale o quanto pesa" – Especialmente se você exige o máximo em desempenho e muitos extras para criação de conteúdo.

Profissionais gráficos irão se embebedar com a maravilhosa tela principal de 17 polegadas, com resolução de 1920x1200 pixels. Ela se destaca com um alcance nítido de cores, contraste e brilho. As cores sempre arrebentam, quer você esteja trabalhando em um editor de imagem ou relaxando e assistindo um filme. Artistas visuais vão gostar do calibrador de cores Pantone HueyPRO embutido. Inicie o processo e feche a tampa, e o sensor reconhece visualmente as cores da tela, ajustando seu equilíbrio.   

A segunda tela de LCD rouba um pouco de atenção da tela principal. Com 10.6 polegadas e 768x1280 pixels, essa extra se esconde dentro da cobertura da tela principal; você simplesmente empurra a borda lateral direita do monitor para ejetar e retrair a tela secundária. Quando estendida, você pode curvá-la adiante, dobrando-a num ângulo em direção ao seu rosto. A tela funcionaria melhor no lado esquerdo, já que a posição de suas mãos – e do touchpad – favorecem o lado esquerdo. Quando a tela extra está inclinada você pode vê-la claramente, mas muitas vezes ela parece um pouco lavada, especialmente se comparada à tela principal. A tela adicional funciona bem se você usá-la para textos e paleta de cores, e manter o trabalho que exige precisão na tela principal.

Quem trabalha com imagens também vai gostar dos extras como o tablet embutido, com 12cmX8cm, encaixado no descanso de punho. Ele tem tamanho suficiente para desenhar esboços e ainda editar fotos. O padrão de qualidade da Wacom brilha aqui, uma vez que o tablete inclui 1024 níveis de sensibilidade de pressão e vem com uma caneta com "borracha" integrada. Quando você termina de trabalhar, a stylus se encaixa habilmente na base do laptop.

O ThinkPad W701ds tem duas alternativas ao mouse: o clásico TrackPoint, que parece uma "borracha" vermelha no teclado, e um touchpad de dois botões. Os dois são ótimos, e os botões parecem precisos e com ótima resposta. Você pode alternar entre os dois quando quiser, ou customizar um deles para ativar apenas certas funções – como rolagem de tela – enquanto deixa o outro para funções gerais de mouse.

O teclado complementa o restante do design do laptop. Os mecanismos firmes e as teclas "quadradonas" clássicas respondem bem à digitação, e o teclado numérico em tamanho grande pode agilizar a entrada de informações. Alguns botões extras controlam o volume e iniciam o sonífero software ThinkVantage. A falta de botões dedicados à mídia não foi sentida; eu prefiro sua ausência a uma tentativa de colocá-los à força sem necessidade.

Entre os pontos fracos do laptop, relativamente falando, estão os alto-falantes, que ficam atrás de uma grade acima do teclado. Músicas e filmes têm um som legal, e o computador consegue soar alto sem distorções. No entanto, os alto-falantes favorecem tons agudos, se dizimando nos picos de tons grave – o som típico originado de um laptop. Infelizmente, isso significa que os produtores de som e áudio que gostam de mobilidade terão que plugar seus próprios alto-falantes ou fones de ouvidos para a maior parte do trabalho.

O ThinkPad W701ds tem uma porção de portas e extras que podem ser úteis em várias situações. O leitor de impressão digital destrava o sistema sem precisar de senha. Dois LEDs colocados no topo da tela conseguem lançar um pouco de luz sobre e em volta do teclado, permitindo que você enxergue papéis em um quarto escuro. Os slots de expansão incluem um Express Card, leitor de cartões CompactFlash e um leitor de cinco formatos de cartão SD. O laptop também está carregado com outras portas e conectores, oferecendo entrada e saida de áudio, uma porta USB 3.0, quatro portas USB 2.0, eSATA, FireWire, Gigabit Ethernet, Wi-Fi 802.11b/g/n, Bluetooth, e um modem. Um conector Display Port, e as portas DVI e VGA permitem conectá-lo a monitores extras.

As opções de disco atenderam minhas expectativas na maior parte. Duas baias de disco rígido conseguem acomodar configurações em RAID; nossa unidade de teste incluía dois discos de 320GB. Lamentavelmente, esse sistema tinha apenas um gravador de CD e DVD, sem um leitor ou gravador de Blu-ray. Com um computador deste nível, os criadores de conteúdo podem vir a querer rodar – e criar – discos Blu-ray.

O ThinkPad W701ds nos pareceu desenvolvido de maneira muito sólida. Você vai ter de arrastar o pesado sistema de cerca de 4kg por entre grandes mesas, mas é como carregar uma poderosa estação de trabalho para quase todo lugar. A bateria dura cerca de 2 horas e 10 minutos, uma duração razoável para um aparelho portátil com tanto poder e velocidade. Levando em conta que esta máquina possui uma lista de portas e extras feita sob medida para criadores de conteúdo – incluindo o calibrador de cores, o tablet da Wacom, e a tela LCD extra – podemos dizer que ela está equipada para ajudá-lo a completar qualquer tarefa, por mais desafiadora que seja.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site