Imagem de fundo do header
Leve a TV digital no bolso com o Pocket TV, da Telesystem
Home  >  Review
REVIEW

Leve a TV digital no bolso com o Pocket TV, da Telesystem

Receptor portátil pesa apenas 130g e funcioma bem mesmo em ambientes onde a TV convencional tem sinal ruim.

René Ribeiro, analista de testes da PC World

pocket_tv_150.jpg
Foto:

A televisão digital no Brasil (que começou com transmissões em São Paulo e depois no Rio de Janeiro) ainda não decolou. A imagem pode ser muito boa, mas poucos brasileiros parecem dispostos a pagar mais de 400 reais por um conversor para assistir a nove canais – vale lembrar que as maiores emissoras de canal aberto já transmitem sinal digital: Globo, Record, SBT, Bandeirantes, Rede TV, TV Cultura, Gazeta, MTV e Mix TV.

Mas, e se você puder levar essa programação para qualquer lugar, com direito a gravador de vídeo e MP3 player? É o que oferece o receptor portátil Pocket TV, da Tele System.

telesystem.jpg

O equipamento, que mede 10 centímetros de largura por 8,2 cm de altura e 1 cm de profundidade, contando com o pequeno suporte que se abre para apoiar a pequena TV, cabe facilmente no bolso da camisa, funciona com um simples botão de liga e desliga e pesa 130 gramas. A antena, escamoteável, é discreta; apesar de fixa, ela fica guardada inteiramente dentro do aparelho. Não é preciso ajustá-la para sintonizar os canais, mas ela é necessária para locais mais fechados, onde a recepção fica mais difícil.

Além de assistir a programação em qualquer lugar, inclusive no ônibus em movimento, sem perder o sinal, o software do equipamento permite gravar qualquer programação, mesmo se o aparelho estiver desligado. Basta programar o horário de começo e fim de gravação.

O arquivo é salvo no cartão SD (Secure Digital) de 1GB, que já acompanha a TV. Um filme de duas horas pode ser gravado sem problemas, sobrando ainda cerca de 256 MB.

pocket_tv_150O formato de arquivo gravado é proprietário, de modo a não ferir a lei de direitos autorais. Uma vez gravado um programa, ele só é exibido no próprio aparelho (não adianta tentar exibir o conteúdo no computador, por exemplo). De qualquer forma, é muito legal gravar um programa que passa de madrugada e assistir depois.

O Pocket TV também tem reprodutor de MP3 (com saída para fone de ouvido) e MP4, nos formatos AVI e WMF. Caso queira transferir algum filme em MPEG, DivX, ASF, VCD ou VOB, o produto acompanha um CD com software que converte para o formato AVI. Então basta transferir o arquivo pela USB, com o cabo, que também vem com o equipamento. Para finalizar, ainda é possível transferir fotos para ele. A bateria durou seis horas sem desligar a Pocket TV.

O aparelho se mostrou muito versátil, funcionando bem mesmo em um ambiente onde o sinal de TV era ruim. Mesmo na tela de 3,5 polegadas era possível ler até legendas pequenas, tamanha nitidez apresentava a imagem.

A transmissão é simplesmente perfeita, livre de fantasmas e chuviscos. E livre significa inexistente – mesmo. Funciona como se a TV estivesse conectada à rede a cabo.

Vale lembrar que não se trata de HDTV (que é a transmissão de imagem em alta definição). O padrão 1-seg transmite apenas no formato digital, onde as imagens e som ficam livres de distorção. De qualquer forma, é bem interessante levar sua TV para qualquer lugar com imagem e som nítidos. Mas é preciso estar preparado para pagar mais por isso: 899 reais.

> Clique aqui para conhecer outros reviews de PC World

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site