Imagem de fundo do header
Messenger para iPhone tem boa interface, mas precisa de melhorias
Home  >  Review
REVIEW

Messenger para iPhone tem boa interface, mas precisa de melhorias

Com um estilo gráfico similar à versão desktop, o aplicativo oferece integração social, mas ainda faltam recursos básicos, como alteração de status

William Marchiori, para a Macworld Brasil

revmessenger150.jpg
Foto:

A Microsoft lançou nesta segunda-feira (21/6) o aplicativo oficial do Windows Live Messenger para o iPhone ou iPod Touch - disponível gratuitamente apenas na App Store americana - mas será que ele é páreo para aqueles que já dominam a App Store, como o eBuddy, IM+ e o BeejiveIM?

Testamos a novidade no iOS 3.1.3 e no recém-chegado iOS 4.0. Ele requer o iOS 3.0 ou superior, mas ainda não é compatível com a multitarefa: ao trocar de aplicativo, ele simplesmente reinicia ao invés de continuar de onde parou.

Interface
A interface é, definitivamente, um ponto positivo do programa. Com um projeto gráfico semelhante à versão desktop do aplicativo, há quatro seções: Social, Friends, Chats e Photos.

A aba Social mostra, em formato de feeds, as atualizações mais recentes da rede do usuário. O recurso é um diferencial em relação aos outros aplicativos de mensagem instantânea da App Store e é bem útil, já que é possível atrelar contas de redes ou serviços como Facebook e MySpace na rede Live e receber atualizações correspondentes ou comentar por meio do aplicativo.

A lista pode ser organizada por destaques, recentes, sobre o usuário e
visualizar apenas fotos ou mensagens de status. Ao publicar uma
mensagem, o aplicativo oferece a opção de anexar uma foto do iPhone ou
tirar uma na hora.
Já a aba Friends leva à tradicional lista de amigos, que é, de longe,
muito superior aos outros apps em termos gráficos.

O problema é a falta
de opções: o aplicativo mostra os amigos separados por categorias,
exibindo contatos offline, e não é possível alterar essa configuração. O
que faz muita falta é a opção para esconder contatos offline, que está
presente em outros aplicativos, como o eBuddy e o IM+.

Ao tocar em algum contato, uma conversa é iniciada. Ao tocar na imagem
de exibição de qualquer contato, um menu acrescenta opções para
visualizar o perfil daquele contato e enviar e-mail.

wlm1.jpg
Interface lembra o design da versão desktop

A aba Chats lista as conversas, que são exibidas em formato de balões, idênticas ao eBuddy, mas com a imagem dos participantes e sem opção de plano de fundo. Na esquerda, um ícone possibilita enviar fotos tiradas do iPhone ou de álbuns online enquanto na direita há um menu para enviar emoticons ou pedir atenção.

wlm_ebuddy.jpg
Aplicativo poderia ter mais opções, como o eBuddy Pro (a direita)

Por fim, a aba Photos lista os álbuns do usuário e permite criar novos álbuns online. Qualquer imagem desta seção pode ser escolhida como avatar para o Messenger e também é possível renomear ou deixar comentários nas fotos.

Desajustado
A única grande novidade é que, se um usuário estiver logado no Live Messenger em seu PC e entrar também no iPhone, ele não será desconectado; ao invés disso, as conversas poderão ser visualizadas em ambos os aplicativos. Esse recurso de disponibilidade em múltiplas estações já funciona no Live Messenger para diferentes computadores, mas é a primeira vez que ele chega ao mundo móvel.

A falta de ajustes pode ser desagradável para os usuários avançados. A única tela de configurações fica no menu geral de ajustes do iPhone e oferece apenas alertas de som ou vibração para novas mensagens, enquanto o aplicativo estiver aberto.

A execução dele é um tanto quanto misteriosa, já que a conta do usuário continua online mesmo depois de fechar o aplicativo, conforme constatamos em testes, e informa sobre mensagens recebidas por meio de push. O problema é que não é possível desligar essa opção.

Conclusão
Considerando que é o aplicativo oficial, desenvolvido pela Microsoft, o Windows Live Messenger para iPhone deixa a desejar, já que ele oferece apenas um recurso a mais do que os outros aplicativos para o Messenger que estão na App Store e não integra recursos básicos do serviço de mensagem instantânea.

A vantagem é que ele é gratuito e oferece uma interface agradável, fiel ao cliente para PCs, apesar das limitações. Agora só faltam algumas atualizações e um cliente decente para o Mac OS X...

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site