Imagem de fundo do header
Navegador GPS Traffic C520 dá uma ajudazinha extra na hora do rush
Home  >  Review
REVIEW

Navegador GPS Traffic C520 dá uma ajudazinha extra na hora do rush

Nos testes com o equipamento constata-se que ele nem sempre acerta os pontos congestionados, mas é uma mão na roda.

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

Traffic_C520_150.jpg
Foto:

Circulando pelo mercado nacional há mais de dois anos, os GPS estão se sofisticando e alguns passam a trazer informações complementares, como dados de trânsito e a capacidade de traçar rotas alternativas a partir destas informações.

É o caso do Traffic C520 (1.899 reais), da Mio, testado por PC WORLD. O modelo conta com um sistema de comunicação denominado TMC (Traffic Message Channel) que permite receber mensagens via FM (sem custo extras para o usuário) sobre eventos ativos exclusivamente ao longo do percurso determinado pelo motorista.

O TMC já está disponível nos Estados Unidos e Europa desde a década passada e começou a funcionar no Brasil no final de 2008 (http://pcworld.com.br/noticias/2008/12/10/tecnologia-promete-informacao-do-transito-em-tempo-real-no-gps/). Para que um GPS possa se beneficiar dele, além do software padrão de navegação, ele deve ter capacidade de receber sinal FM e contar ainda com um software específico, denominado Indica (desenvolvido pela Movix), como o C520.

Na prática
Para traçar rotas, este GPS funciona como qualquer outro: basta ligá-lo (pode ser carregado no acendedor de cigarros do carro), aguardar os sinais dos satélites e inserir o destino.

Mas para receber informações sobre trânsito, há uma antena de FM, igual às que acompanham aparelhos de som. Ela deve ser fixada no vidro do carro por meio de pequenas ventosas, que já acompanham o produto. Foi um pouco estranho ter esse fio da antena pendurado no vidro, mas ele é necessário para captar os boletins de trânsito.

O funcionamento é simples. Ao receber um aviso de congestionamento, o software recalcula a rota automaticamente, levando o motorista por outro caminho.

Fizemos um trajeto de 20 quilômetros, da zona leste até a Vila Olímpia, às 8 horas da manhã. A primeira instrução mandou seguir pela Radial Leste, via famosa por congestionamentos. Só depois de seis minutos o GPS recebeu aviso que a via sugerida com trânsito e traçou um caminho por vias secundárias, pelos bairros, que apresentavam boas condições de tráfego.

Só no último trecho, já perto do destino, encontramos trânsito parado que não reconhecido pelo equipamento. O jeito foi amargar uma espera para seguir viagem.

Traffic_C520_350.jpg
Traffic C520: informações de trânsito via FM

Em outra rota, da Vila Olímpia até a Praça da Sé (centro da cidade) em pleno horário de rush (6 da tarde), o equipamento indicou trânsito na rua Augusta.  Resolvemos encarar para verificar. Para felicidade nossa não havia trânsito. Isso nos levou a crer que alguns boletins podem chegar atrasados. Ou seja, o sistema funciona, mas pode falhar. O próprio manual informa, na página 27, que o produto “possui limitações e é passível de erros”. De fato foi o que ocorreu nos testes.

O Traffic C520, possui tela de 4,3 polegadas, 1 GB de memória, Bluetooth para atender o celular em viva-voz, slot para cartão SD, player de música, fotos e vídeos. Os mapas são fornecidos pela Maplink, com abrangência em todo o País e pode ser atualizado pela web (79 reais com cartão SD).

Os pontos de interesse como hotéis, bares, restaurantes, aeroportos etc., utilizam base de dados da revista Quatro Rodas e ultrapassam 39 mil estabelecimentos. É recomendado verificar o site a cada três meses para verificar se há atualizações.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site