Imagem de fundo do header
Netbook N315, da Samsung, equilibra potência e duração de bateria
Home  >  Review
REVIEW

Netbook N315, da Samsung, equilibra potência e duração de bateria

Novo portátil da empresa tem desempenho dentro do esperado para um netbook, mas se sai bem na duração da bateria em uso mais intenso

René Ribeiro, da PC WORLD

samsung_N315_150.jpg
Foto:

A Samsung atualiza sua linha de netbooks no Brasil com o N315, que irá substituir o modelo N310, apresentado em novembro de 2009.

Em características físicas não há diferença entre os modelos. O N315 também vem com tela de 10,1 polegadas (1024 x 600 pontos), webcam de 1,3 megapixel e dimensões de 26,1 centímetros de largura por 18,5 cm de profundidade e 3 cm de altura, com peso de 1,2 quilo.

O trackpad possui função multitoque, e permite dar zoom em imagens com o já tradicional gesto de "pinça" e também para arrastar janelas usando dois dedos em conjunto.

Ele vem com o processador Intel Atom Pinetrail , que possui uma arquitetura em que o controlador de vídeo e o de memória estão encapsulados em conjunto com o processador.

O modelo do Atom Pinetrail presente nesse netbook da Samsung é o Intel Atom N450. Ele possui um núcleo físico, mas pode executar duas instruções por ciclo de trabalho. Funciona a 1,66 GHz e tem 512 KB de cache L2. O chip gráfico é o Intel Graphics Media Accelerator 3150.

samsung_n315_frente-350.jpg

A memória do Samsung N315 é de 2 GB, padrão DDR2 667 e o disco rígido tem capacidade de 250 GB. Já o sistema operacional que vem instalado é o Windows 7 Starter.

A conectividade é composta por circuito de rede padrão Fast-Ethernet (por cabo) e rede Wi-Fi padrão 802.11 b/g/n, com circuito da Realtek, modelo RTL8192E. Também possui Bluetooth 2.1.

Quanto as interfaces externas, o N315 conta com três USBs 2.0, uma saída VGA, slot para cartão de memória flash, tipos SD, SDHC, MMC e conectores para fone de ouvido e microfone.

Testes
O Samsung N315 não possui desempenho muito diferente de outros netbooks do mercado, apesar do modelo atual do processador Atom.

Para verificar na prática o desempenho, fizemos a conversão de um arquivo de vídeo. Essa tarefa exige bastante do processador. Utilizamos o software Handbrake e um vídeo em formato AVI de alta definição (720 linhas), com dez minutos de duração. Convertemos esse vídeo para o formato de iPhone (MP4).

O processo levou 17 minutos e 36 segundos para ser completado. Apenas para ter referência, um netbook com processador Atom 330 levou nove minutos e 43 segundos para realizar a mesma tarefa.

É bom dizer que o processador Atom 330 processa quatro instruções por vez, enquanto o processador do netbook da Samsung (Atom N450) processa duas instruções por vez.

samsung_n315_350.jpg

O Samsung N315 roda aplicações básicas em multitarefa, acessando a internet via wireless sem problemas de desempenho, ou seja, ele tem o desempenho que um netbook promete.

Mas o processador com menos núcleo e com o chip gráfico embutido traz uma vantagem: o tempo de bateria mais prolongado.

Testamos o N315 com o software Battery Eater e ele levou três horas e 23 minutos para descarregar no modo texto. No modo gráfico, a autonomia foi de duas horas e 54 minutos.

Tudo bem, esses tempos não são nada espantosos. Mas há duas coisas que devemos considerar. A primeira é que a bateria tem apenas quatro células (29 watts). Uma fonte de energia dessa dimensão não consegue fornecer duas horas de energia para um netbook com processador de geração anterior.

samsung_n315_conectores.jpg

Conectores do Samsung N315

Mas porque o N315 não vem com uma bateria com mais células? Bom, nossa avaliação é que isso iria prejudicar o design e peso do N315, que, diga-se de passagem, possui dimensões atraentes para carregar sem problemas dentro da mochila.

O segundo ponto a considerar é que tarefas mais pesadas, como processamento de gráficos, não consumiram muito mais energia do que o teste feito com textos. Isso é bem interessante para um netbook.

Conclusão
Os resultados dos testes mostram que o N315 apresenta desempenho dentro do esperado para um netbook e que é possível rodar vídeos em alta definição (com 720 linhas). O tempo de bateria também foi bom, considerando que ela tem apenas quatro células.

A vantagem disso é que a construção do gabinete fica uniforme, sem saliências por causa de uma bateria com mais células. Assim o gabinete pode ser construído em monobloco, o que deixou o N315 com design muito clean e com peso que não incomoda para carregar na bolsa ou mochila.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site