Imagem de fundo do header
Nokia Lumia 800: elegância e eficiência que não vão muito longe
Home  >  Review
REVIEW

Nokia Lumia 800: elegância e eficiência que não vão muito longe

Aparelho tem belíssimo design e um sistema eficiente, mas baixa autonomia de bateria e pequeno catálogo de aplicativos incomodam.

Rafael Rigues, PCWorld Brasil

Foto:

Review atualizado em 25/04/2012. Corrigida a informação sobre o suporte a câmera frontal pelo sistema operacional

Pouco mais de um ano atrás a Nokia anunciou uma parceria com a Microsoft e a adoção do sistema operacional Windows Phone 7 em seus futuros smartphones, em substituição ao veterano Symbian e ao novato Meego. O primeiro fruto desta parceria, o Lumia 800, foi lançado no exterior em novembro passado, e chegou há pouco tempo às lojas no Brasil.

O aparelho carrega um fardo pesado: é nele que a Nokia deposita a esperança de recuperar um pouco da fatia do mercado de smartphones que perdeu para a Apple e concorrentes com aparelhos Android ao longo dos últimos anos. E a Microsoft espera que o nome Nokia ajude a despertar o interesse do consumidor por seu sistema operacional móvel. Será que ele consegue atender às expectativas?

lumia800-360px.jpg
Nokia Lumia 800

Design e hardware

O design do Lumia 800 é quase o mesmo do Nokia N9, um “tijolinho” de policarbonato colorido (preto, ciano ou magenta) com laterais arredondadas. Uma das poucas diferenças é uma tela AMOLED menor, de 3.7 polegadas e resolução de 480 x 800 pixels. Ela encolheu para dar espaço para os três botões para acesso a funções do Windows Phone (back, home, search) logo abaixo dela.

A porta USB e a bandeja para o SIM Card (no formato micro SIM) ficam escondidos atrás de tampinhas no topo do aparelho. Também fica ali o conector para fones de ouvido. Na lateral direita, além dos botões de volume e liga/desliga, há um botão para a câmera. O alto-falante fica na parte de baixo, atrás de uma “grade” perfurada no plástico.

lumia800_n9-360px.jpg
À esquerda o Lumia 800. À direita o Nokia N9. Parentesco inegável

Na traseira do aparelho ficam a lente da câmera e o flash que a acompanha. O sensor de 8 MP e a lente Carl-Zeiss são os mesmos já usados no Nokia N9. É um design minimalista e bastante elegante, que se diferencia da multidão de “cópias do iPhone” que assolam o mercado. 

Por dentro o Lumia 800 tem um processador single-core Qualcomm Snapdragon de 1.4 GHz, acompanhado por 512 MB de RAM. Também há 16 GB de espaço interno para seus documentos, fotos e vídeos.

Quem está acostumado a acompanhar os smartphones Android pode estranhar algumas coisas que o Lumia 800 não tem, como a câmera frontal para videochamadas. Também estão ausentes alguns recursos comuns no concorrente, como um slot para cartões microSD, câmera frontal para videochamadas ou conector HDMI para ligar o aparelho a uma TV de alta-definição, que não são suportados pelo sistema operacional da Microsoft.

Software

O sistema operacional Windows Phone 7.5 tem uma interface elegante e fácil de usar, baseada no conceito de “blocos inteligentes” (Live Tiles) que podem conter informações como data e hora, previsão do tempo, as mensagens mais recentes em uma rede social ou servir como atalho para um aplicativo. É o mesmo conceito que será utilizado no Windows 8.

Na tela inicial o usuário pode adicionar, remover, personalizar e posicionar os blocos como quiser, criando um “painel” que coloca uma quantidade enorme de informações imediatamente à mostra. Com isso ele perde menos tempo procurando pelas informações: você não precisa abrir um aplicativo para ler a mensagem SMS mais recente, basta passar os olhos sobre o bloco correspondente na tela inicial.

O sistema também tem ótima integração com serviços da Microsoft como o Exchange, SkyDrive e Windows Live e um punhado de recursos interessantes, como a capacidade de usar a câmera mesmo com a tela “travada” (basta segurar o botão da câmera por alguns segundos) e controles de música integrados à lockscreen. E há versões “de bolso” do Microsoft Office (Word, Excel e PowerPoint) pré-instaladas.

lumia800_nokiadirigir-360px.jpg
Nokia Dirigir: GPS com instruções curva-a-curva, sem precisar de conexão à internet

Mas o que ajuda a diferenciar o Lumia 800 dos outros Windows Phone no mercado (como o HTC Ultimate ou o Samsung Focus W) é o software extra que a Nokia adiciona aos aparelhos, como o Nokia Dirigir: é um GPS automotivo com instruções curva-a-curva em voz alta, e que usa mapas armazenados na memória do aparelho: ou seja, você não precisa de uma conexão à internet para usá-lo, uma vantagem em relação ao Google Maps Navigation. Também há o Nokia Música, uma loja com faixas em MP3 de vários artistas nacionais e internacionais a R$ 2,50 cada, e álbuns completos por R$ 25,00.

Infelizmente, o Windows Phone 7.5 sofre com um número menor de apps em relação a concorrentes como o iOS e Android. Há clientes para redes sociais, apps de bancos, bichinhos falantes e até o Netflix, mas a variedade é menor, especialmente na categoria jogos. O que é estranho pois a integração com o serviço Xbox Live é um dos pontos fortes da plataforma.

Multimídia

A câmera de 8 MP usa o mesmo sensor e a mesma lente do N9, mas notamos um comportamento estranho, que você pode ver no comparativo abaixo: ela não consegue focar objetos a menos de 20 cm da lente, coisa que o N9 faz sem problemas. Ou seja, esqueça fotos em macro.

comparativo_n9_lumia800-360px.jpg
Comparativo: à esquerda um objeto fotografado com o N9. À direita o mesmo objeto com o Lumia 800
(clique para ampliar)

Fora isso as fotos são muito boas, como é de se esperar da câmera em um Nokia. O equilíbrio entre as áreas escuras e claras da imagem é ótimo, e há pouco ruído. O aplicativo da câmera permite o ajuste manual de saturação, contraste, ISO, exposição e balanço de branco, mas não há recursos como foto panorâmica ou temporizador, por exemplo.

O Lumia 800 também grava vídeo em HD, e ajusta rápida e automaticamente o foco e a exposição durante a gravação. Em cenas com muito movimento é possível notar a câmera buscando o foco constantemente (há pequenos "saltos" na imagem, veja exemplos em nosso review em vídeo), mas isso não é nada grave.

lumia800_sample-360px.jpg
Amostra de imagem feita com o Lumia 800. Clique para ampliar

Benchmarks e autonomia de bateria

Nosso teste padrão de desempenho não roda no Windows Phone, então fica difícil julgar o Lumia 800 em comparação a um concorrente Android ou ao iPhone 4S. Mas apesar do processador single-core ele não desapontou no dia-a-dia: a interface é fluida, a navegação web é rápida e ele roda jogos e vídeos sem reclamar ou engasgar. E mais do que múltiplos cores ou muitos GHz, isso é o que importa na prática.

Em nosso teste de bateria colocamos o brilho da tela no automático e usamos o aparelho para navegar na web via 3G por cerca de 2 horas, fizemos 5 minutos de vídeo, batemos meia dúzia de fotos, fizemos uma ligação de 1 minuto e deixamos o aparelho em espera no restante do tempo. Dessa forma conseguimos uma autonomia de cerca de 8 horas, o que é muito pouco. Notem que o aparelho já tinha sido atualizado com a versão mais recente do sistema, que corrige um bug que causa um consumo ainda maior de bateria.

No final das contas o Nokia Lumia 800 (R$ 1.699 desbloqueado, nas cores magenta, ciano ou preto) tem um belíssimo design, uma câmera digna do nome Nokia, um sistema operacional eficiente com ótima integração com os serviços da Microsoft e aplicativos extras (como o Nokia Dirigir) que realmente agregam valor ao produto e ajudam a diferenciá-lo da concorrência.

Mas o menor número de aplicativos no Windows Phone Marketplace e, especialmente, a baixa autonomia de bateria o fazem perder brilho diante de concorrentes mais versáteis, melhor equipados e até mais baratos, como o Samsung Galaxy S II ou o Motorola RAZR.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site