Imagem de fundo do header
Notebook Lenovo G460 apresenta ótimo desempenho
Home  >  Review
REVIEW

Notebook Lenovo G460 apresenta ótimo desempenho

Modelo faz parte de nova família de portáteis da empresa e traz processador Core i5 com chip gráfico dedicado da nVidia.

René Ribeiro, da PC WORLD

Lenovo-G460_ilustra_150.jpg
Foto:

Testamos o notebook G460, da Lenovo, um dos últimos lançamentos da empresa. A Lenovo divide sua linha de portáteis em três famílias: a ThinkPad é voltada para o mercado corporativo; a linha IdeaPad é voltada para o usuário final, privilegiando portabilidade e duração de bateria. A série G também é voltada para o usuário final, porém com processadores e chips gráficos (GPUs) mais velozes.

O Lenovo G460 tem tela LCD com iluminação LED de 14,1 polegadas (1366 por 768). Suas dimensões são de 34 centímetros de largura, por 23,2 cm de profundidade e 3,4 cm de espessura, quando fechado. o peso é de 2,3 quilos. O processador é um Core i5-430M, de 2,26 GHz, acompanhado por uma GPU NVIDIA GeForce 310M. O disco rígido SATA 2 de 5400 rpm (comum no mercado) tem capacidade de 500 GB. O sistema operacional é o Windows 7 Home Premium de 64 bits.

O portátil tem interface de rede Fast-Ethernet, interface Wi-Fi 802.11 b/g/n e Bluetooth 2.1. Também há duas portas USB 2.0, um conector combo USB 2.0 e e-Sata (um novo padrão para conexão de discos externos), uma saída de vídeo VGA e outra HDMI, leitor de cartões de memória nos formatos SD/MMC/MS/MS pro e xD, além dos conectores para fone de ouvido e microfone. Na parte frontal ainda há um botão para desligar e ligar a rede Wi-Fi.

lenovo-g460_350.jpg

O G460 possui um botão localizado acima do teclado, à esquerda, chamado de OneKey Rescue System que permite criar backups e partições para restaurar o sistema e também restaurar o sistema como veio de fábrica em caso de pane. Ao pressionar esse botão, o software é acionado e o usuário escolhe a opção de restauração desejada.

Os botões de controle de volume são sensíveis ao toque e estão localizados acima do teclado, no lado direito.

Desempenho
O processador Core i5, mais a memória de 4 GB DDR3 são os responsáveis pela agilidade ao executar os programas no G460. Multitarefa também não é problema para ele. Para verificar o desempenho, rodamos nosso teste padrão, que exige muito do processador: a conversão de vídeo. Usamos um vídeo de dez minutos de duração, com 720 linhas de definição no formato AVI e o convertemos para o formato do iPhone.

lenovo-g460_tampa_350.jpg

Utilizamos para isso o programa de código livre Handbrake. O processo levou dois minutos e 24 segundos. Como referência, considere que o mesmo processo em um notebook com processador Core 2 Duo de 2 GHz  e 2 GB de RAM levou quatro minutos e dois segundos para ser completado.

Como o G460 possui placa de vídeo dedicada, testamos também alguns jogos. O Tom Clancy’s Hawx rodou leve, com taxa de quadros (framerate) de até 72 fps (frames por segundo). O mínimo para que o jogo seja considerado "jogável" são 30 quadros por segundo e o ideal são 60, marca que o G460 ultrapassou sem problemas.

lenovo-g460_teclado_350.jpg

Outro jogo que se saiu bem foi o Dead Space. Com configurações dos gráficos no máximo o jogo atingiu 61 fps. Mas no GTA IV, um jogo mais pesado, as configurações tiveram que ficar todas no nível mínimo para jogarmos a 32 fps. FarCry 2 também teve que manter a configuração gráfica no nível médio para cravar 31 fps. Por fim, rodamos o hit do momento, StarCraft 2. O jogo chegou a 38 fps com a configuração gráfica no nível médio.

lenovo-g460_laterais_350.jpg

A bateria do G460 tem seis células e capacidade de 48 Wh (watts/hora). Executamos o software Battery Eater para medir sua autonomia: sob uso leve a bateria suportou três horas e 31 minutos. Já sob uso mais intenso a bateria levou uma hora e 14 minutos para descarregar.

Em testes de uso comum, com brilho do LCD pela metade, acessando internet via rede wireless e utilizando softwares de escritório, a carga da bateria foi consumida em duas horas e 39 minutos.

Conclusão
O G460 apresenta ótimo desempenho, e quem precisa utilizar softwares exigentes, como editores de imagens e vídeo, por exemplo, vai gostar dele. Ainda é possível aproveitá-lo para jogos, pois nossos testes mostraram que é possível rodar jogos atuais com gráficos que, embora não atinjam o máximo em qualidade, satisfazem perfeitamente o jogador casual.

cpuz-lenovo-g460.jpg

Características do chip gráfico do Lenovo G460

Na parte de multimídia, o som é muito nítido, mas não oferece nada especial, como surround, por exemplo. O HD de 500 GB é muito bem vindo, mas é bom deixar claro que há uma partição de 30 GB reservada para a recuperação do sistema e que mantém os drivers do hardware em segurança. Devemos contar também que o sistema operacional ocupa 8 GB. Portanto, sobram cerca de 460 GB livres, o que não é nada mal também.

O botão OneKey rescue system também é uma ferramenta interessante para agilizar processos de backup, além da opção de restaurar o sistema original de fábrica em caso de pane no Windows. O único ponto negativo foi a duração da bateria, que deixou a desejar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site