Imagem de fundo do header
Notebook XPS 1340, da Dell, esbanja poder de fogo e configuração
Home  >  Review
REVIEW

Notebook XPS 1340, da Dell, esbanja poder de fogo e configuração

Memória e HDs rápidos, duas placas gráficas e um precessador de ponta fazem deste portátil uma escolha interessante.

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

StudioXPS-1340_ilustra150.jpg
Foto:

A Dell apresenta a linha XPS de seus computadores como equipamentos, sejam desktop ou notebooks, repletos de recursos e com potência de sobre. Testamos o novo Studio XPS 1340 (5.342 reais) para conferir tais características.

Ele é compacto, pesa 2,2 quilos e mede 31,9 centímetros de largura por 23,6cm de profundidade e 3,4cm de altura em sua parte mais alta.

Seu display LCD wide de 13,3 polegadas é iluminado por leds, tecnologia que ajuda a economizar bateria e oferece mais brilho. O notebook tem acabamento em black piano (embora isso só ocorra em metade da tampa externa) e o encaixe da tela na base é feito em alumínio, oferecendo mais resistência física ao equipamento.

Suas teclas são largas, não têm chanfros e estão bem espaçadas, o que ajudam a manter um padrão reto, muito parecido com os notebooks da série Vaio (Sony). Na parte superior do teclado, há teclas iluminadas, sensíveis ao toque, e que controlam funções multimídia (para reprodução de DVD ou CD) e ejetar discos ópticos – o portátil não possui gaveta e sim um slot onde a mídia é inserida.

Por dentro do XPS 1340
A Dell dotou esse notebook para suportar aplicativos pesados. Ele traz processador Intel Core 2 Duo P8600 de 2,4GHz, 4 gigabytes (GB) de memória RAM padrão DDR3 1067, disco rígido Seagate de 320 GB DE 7200 rpm (rotações por minuto) entrega o portátil com Windows Vista Home Premium de 64 bits.

studioxps13_1_350.jpg

Na área gráfica, o notebook da Dell oferece duas GPUs (Graphic Processing Unit): uma GeForce 9400M e outra 9200M. Elas estão conectadas pelo modo Hybrid SLI que combina seu poder de fogo quando o sistema necessita de potência para rodar editores multimídia. O modo híbrido permite desligar a placa mais potente para economia de energia quando o equipamento está é usado para aplicações básicas.

Conectividade
Na lateral direita do portátil estão uma entrada USB; uma saída VGA e outra HDMI; um display port e o conector para rede Ethernet padrão Gigabit. No lado oposto estão posicionados uma porta firewire, o slot para o drive óptico, o conector e-Sata para HDs externos e o slot Express Card 54 para expansões. Curiosamente, o conector e-Sata também serve como USB.

Na frente do XPS 1340 estão os conectores para dois fones de ouvido, entrada para microfone e leitor de cartões de memória (SD/SDHC/xD/xD H/MS/MS-Pro/MMC). Para completar, uma discreta webcam de 1,3 megapixel está integrada na parte central da borda superior da tela. Para acesso wireless, o novo portátil da Dell é compatível com Wi-Fi (padrão 802.11n) e Bluetooth 2.0.

Desempenho
O XPS 1340 surpreendeu em aplicações pesadas como Photoshop e Adobe Premiere, para edição de vídeos. Foi muito bom ver um programa sendo instalado de um DVD em velocidade alta, sem paradas para leitura do disco ou esperar minutos vendo a barra de progresso de instalação sem se mover.

Além do bom processador, contribuem para isso o HD que opera a 7200 rpm (na maior parte dos notebooks utiliza discos de 5400 rpm) e memória DDR3, que tem alta taxa de transferência e é menos devoradora de energia.

studioxps13_2_580.jpg

Vídeos com duração de 30 minutos que levam uma hora para serem convertidos em outros formatos, não passam de 20 minutos quando o processo é feito utilizando a combinação gráfica do XPS 1340.

Para referência, rodamos o software de benchmarking 3DMark06 com as duas placas ativadas e a pontuação chegou a 3.524. No modo econômico, com apenas um chip gráfico ligado, a pontuação cai para 2.177, ou seja, as placas em conjunto oferecem um ganho de 61% no desempenho.

Com o XPS 1340 a todo vapor no modo multitarefa – com as duas GPUs ligadas –, usando rede Wi-Fi, reprodução de DVDs, acesso ao HD e edição de textos, a bateria levou duas horas e três minutos para descarregar. Ao desligar o modo híbrido, a bateria durou três horas e 36 minutos. Nada mal para um notebook potente.

Se levarmos em conta que o portátil da Dell não foi desenhado especificamente para jogos, o XPS 1340 se deu bem tanto no Bioshock como no Call of Duty 4. Na resolução média, as cenas fluíam bem, sem travar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site