Imagem de fundo do header
Novo “Ghost” facilita restauração de dados de servidores
Home  >  Review
REVIEW

Novo “Ghost” facilita restauração de dados de servidores

Indicado tyambém para pequenas e médias empresas, algumas funcionalidades exigem hardware com ao menos 1 GB de memória RAM.

Jon L. Jacobi, da PC World/EUA

Backup_ilustra150.jpg
Foto:

Backup_ilustra150.jpgO novo produto de backup e restauração de imagem para servidores da Symantec é baseado no já conhecido Norton Ghost. O Backup Exec System Restore 2010 (BESR) está disponível no Brasil com preços sob consulta.

A diferença entre os programas é que o BESR oferece mais ferramentas, além de eliminar uma antiga reclamação contra os produtos de imagem da Symantec: a impossibilidade de fazer backup a partir de um disco de boot.

Dentre as inovações está a habilidade de converter as imagens de backup para os formatos VMWare (.vmdk), Microsoft (.vhd) e VMWare ESX server. Se o hardware do sistema estiver cheio, o administrador da rede pode montar esta estrutura em uma máquina virtual ou em outro PC.

Leia também:
> Como melhorar o desempenho de um PC com Windows, qualquer Windows
> Backup para Windows a la Time Machine
> O que o Windows faz quando cria um ponto de restauração?
> Backup: cinco passos para cuidar dos seus dados adequadamente
> Que backup é melhor: imagem ISO do disco rígido ou clonar o HD?

Disco de boot
Digamos que você possua um PC com hardware em bom estado, mas que, por um motivo qualquer não é capaz de dar boot para Windows. Por prudência, o ideal seria criar uma imagem do backup do HD desta máquina antes de tentar arrumar ou reinstalar o sistema operacional.

Anteriormente os discos de boot dos programas Ghost e Save & Restore não tinham essa opção, permitindo apenas restaurar uma imagem, ou copiar arquivos individualmente usando um arquivo no browser - as chances de algo ser deixado de fora eram enormes.

O BESR agora permite que use uma imagem do disco de boot, embora solicite que digite o número serial toda vez. O disco de boot do BESR é baseado no Windows PE 2 (Pre Install – o que você vê quando executa um disco de instalação do Vista). Portanto, ele irá rodar virtualmente em qualquer PC. Além disso, o disco traz diversos drivers e o usuário pode escolher quais deseja carregar.

O novo software permite que se restaure imagens feitas em um PC em outro hardware. O Windows está muito mais tolerante com mudanças de hardware, mas não deixa de ser uma função importante. O lado ruim é que esta ação exige ao menos 1GB de memória para realizar operações de restauração.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site