Imagem de fundo do header
Novo iPod classic continua quase igual
Home  >  Review
REVIEW

Novo iPod classic continua quase igual

O iPod classic é o modelo de maior armazenamento, mas sua nova versão traz poucas novidades em comparação aos outros modelos da Apple.

Cristopher Breen/Macworld EUA

ipods_72-classic.jpg
Foto:

Lembre do seu primeiro carro, de como você gostou do cheiro dele, da
tinta brilhante, todo seu jeito de novo. Aí se recorde, quatro anos
depois – com todas as manchas, arranhões e problemas mecânicos – de
como o seu querido carro virou mais um meio confiável de transporte.
Esse é o tipo de utilidade que encontramos hoje no iPod classic.

Sem a incrível tela widescreen e a conectividade do iPod touch e do
acelerômetro embutido e do recurso de agitar do iPod nano, o iPod
classic não parece novo ou inovador. Entretanto, é um modo testado – e
confiável – para levar sua mídia digital para qualquer lugar.

Isso não significa que o iPod classic é um iPod ruim. De fato, é o
aparelho perfeito se você quer levar sua grande coleção de mídia com
você. Só que, comparado aos novos iPod touch e iPod nano, não é um
aparelho muito sexy.

Mas é útil de diversas formas. O iPod classic tem a melhor taxa de
gigabyte por dólar em qualquer iPod com tela (2 dólares por GB, contra
28,62 dólares/GB no iPod touch). Ele tem a maior capacidade de
armazenamento na linha com 120 GB (cerca de 30 mil músicas de 4 minutos
codificadas a 128Kbps em AAC). E tem um impressionante tempo de
reprodução com 42 horas e 17 minutos, e cerca de seis horas de vídeo –
na verdade, vai um pouco além disso. Como fiz com o novo iPod touch,
reproduzi repetidamente Piratas do Caribe até a bateria morrer, 7 horas
e 28 minutos depois. Respeitável, não?

E, diferente do novo iPod nano, não dá para agitar o aparelho para
tocar músicas ao acaso (e é bom que esse recurso não exista, já que a
música está armazenada em um disco rígido ali dentro). E sem
acelerômetro também não dá para virar de lado o iPod esperando que ele
irá modificar sua orientação. E diferente do iPod nano, o iPod classic
não tem menus falados ou um recurso de economia de energia. Com todo o
respeito, é o mesmo iPod classic lançado no ano passado.

Entretanto, não é o mesmo. Alguns novos recursos em comum com o iPod
nano estão aqui. Primeiro, o iPod classic agora tem capacidade de
reproduzir e criar listas Genius. Selecione uma música para criar a
lista relacionada, pressione e segure o botão central e uma tela
aparece com as opções: Iniciar Genius, criar listas on-the-go, navegar
por álbum, artista e cancelar. Escolha a opção Iniciar Genius,
pressione o botão central de novo e o iPod cria uma lista de reprodução
com 25 músicas relacionadas. Você pode salvar essa lista, que irá
aparecer com o nome da faixa inicial. Para atualizar a playlist com
outras músicas relacionadas à canção original, selecione o comando
Refresh na tela do Genius e pressione o botão central.

Listas de reprodução modificadas

Outra mudança ocorreu na criação das listas On-The-Go. O comando
Adicionar a On-The-Go indica isso. Selecione o item que você quer na
lista automática e pressione e segure o botão central. Na tela
seguinte, selecione o comando Adicionar On-The-Go e pressione a tecla
central de novo. Admito que sinto falta do comportamento anterior, que
era apenas selecionar uma música e pressionar/segurar o botão central
até o item piscar, me indicando que foi adicionado à lista On-The-Go.
Era uma tela a menos e um comando a menos para ter de lidar com.

É bom ver que os comandos Browse Album e Browse Artist estão nessa
tela. Do mesmo modo que acontece no iPod nano novo, eles tornam mais
fácil encontrar coisas na sua coleção de músicas para ir direto ao
álbum ou artista.

A Apple também fez outras pequenas modificações no iPod classic. A
clickwheel tem uma superfície um pouco mais áspera que a do modelo
anterior. E sua tela é um pouco mais brilhante e com cores mais frias
(leia-se azuladas) do que a do novo iPod touch.

E, embora não seja uma mudança, vale mencionar que o iPod classic é
o único iPod atual que ainda pode utilizar conexões FireWire. Se você
tem acessórios FireWire, tenha isso em mente.

Conclusão

A Apple fez pouco para melhorar o iPod classic nesta versão – o que
não é exatamente uma coisa ruim. Continua a ser o iPod que você quer
ter para carregar toda sua biblioteca com você. O recurso Genius é uma
boa novidade, assim como a navegação por álbuns em artistas baseadas na
faixa em reprodução, mas elas não são suficientes para convencer aos
donos de modelos mais antigos – e até com mais capacidade – do iPod
classic pelo modelo do ano.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site