Imagem de fundo do header
Novo Magic Trackpad traz o Multi-Touch ao desktop
Home  >  Review
REVIEW

Novo Magic Trackpad traz o Multi-Touch ao desktop

Trackpad é quase perfeito, exceto se seu monitor for grande demais

Macworld / EUA

magic2-100.jpg
Foto:

O Magic Trackpad da Apple (69 dólares) é um trackpad sem fios que usa a mesma superfície de vidro que os notebooks Macbook Pro da Apple. Para usuários que já estão acostumados a fazer gestos em um trackpad multi-toque, o Magic Trackpad vai ser muito útil. Mas aqueles que possuem um monitor grande podem achar difícil cobrir toda a área somente com o trackpad.  

Design familiar

Desenvolvido para complementar o Apple Wireless Keyboard, o Magic Trackpad usa o mesmo design da carcaça de alumínio – e tem quase que exatamente a mesma altura, profundidade e inclinação – do teclado wireless, sendo ligeiramente mais profundo da parte de trás. Assim como o teclado wireless, a extremidade traseira é elevada por volta de 1.2 cm para acomodar a o compartimento de bateria  que abriga duas pilhas AA. O botão de força também está do lado direito e a tampa em parafuso que dá acesso às baterias continua do lado esquerdo; os apoios são de borracha para evitar que o trackpad deslize sobre a mesa.

 

magic2.jpg

 

O Magic Trackpad também combina com os teclados com fio da Apple: a espessura e a inclinação são quase idênticas, então ao alinhar os dispositivos, as superfícies ficam niveladas quase que perfeitamente, apesar do compartimento de bateria do trackpad ir um pouco além do teclado com fio. 

Um lugar onde o uso do Magic Trackpad não fica confortável é no colo junto com o teclado. Ao usar o teclado wireless da Apple com, por exemplo, um Mac mini como home theater, a primeira coisa que se pode notar é que as duas peças deveriam estar conectadas. Pode não demorar muito até uma empresa terceirizada anunciar um acessório que mantenha o teclado e o Magic Trackpad juntos. 

magic1.png

 

A Apple afirma que o Magic Trackpad é aproximadamente 80% maior do que o maior modelo de trackpad do Macbook Pro, fazendo do Magic Trackpad o maior já feito pela companhia. A superfície do Magic Trackpad tem 13.2 cm de largura por 11 cm de profundidade; todo o dispositivo, incluindo o compartimento de bateria tem 13.2 cm de profundidade. 

Um dos destaques fica para os apoios (os “pés”) do Magic Trackpad. Inicialmente, o dispositivo parece não suportar o clique, mas na verdade suporta. Os dois apoios de borracha na base, na borda da frente, possuem um botão interno integrado. Ao pressionar a superfície do trackpad, os pés registram o clique, dando a mesma sensação tátil proporcionada pelos trackpads do MacBook. Um conceito inteligente, principalmente para aqueles usuários que não gostam do clique por toque. 

magic3.jpg

O aparelho inclui no kit duas pilhas alcalinas tamanho AA, entretanto a Apple também vende o próprio carregador de baterias, completo com seis pilhas recarregáveis (suficientes para o teclado wireless, o Magic Trackpad e o Magic Mouse). A Apple ainda não divulgou a autonomia de bateria oficial do Magic Trackpad – disse somente que o dispositivo entra em um modo de economia de energia quando não está sendo utilizado para economizar energia – mas, após dois dias de uso intenso, o indicador de bateria nas preferências do sistema ainda marcava 100% . 

Apesar do tamanho grande, o Magic Trackpad não funciona como mesa de desenho (tablet). Contudo a Ten One Design garante que seu aplicativo Inklet (25 dólares) vai adicionar essa função ao Magic Trackpad em breve. Se o usuário procura um dispositivo que haja tanto como um trackpad multi-tque quanto como uma mesa de desenho, uma opção é o Bamboo Pen & Touch da Wacom. Há ainda um modelo do Bamboo Touch que não possui as funções de tablet, o que faz dele uma alternativa interessante ao Magic Trackpad para aqueles que preferem botões visíveis – o Bamboo tem quatro deles, bem grandes. 

Gestos no desktop

O Magic Trackpad – que funciona tanto com Macs desktops quanto em notebooks – requer a atualização Magic Trackpad and Multi-touch Update, disponível via Software Update ou download direto, para funcionar completamente. O download tem 80MB e requer que o Mac seja reinicializado. Nos testes a atualização não apareceu no Software Update em nossos desktops a não ser que o Magic Trackpad já estivesse conectado ao Mac. 

Após conectar o Magic Trackpad ao computador – o processo é rápido e fácil – e instalar a atualização de software requerida, a configuração dos gestos é feita usando o painel Trackpad nas preferências de sistema, assim como é feito com o trackpad do Macbook. Esse painel mostra também o nível de bateria do dispositivo e tem uma útil demonstração em video dos gestos possíveis. Para  maioria dos comandos as escolhas são simples com o gesto habilitado ou não, apesar de alguns terem mais algumas opções. Por exemplo, é possível escolher usar ou não os cantos inferiores do trackpad como clique direito, e claro, qual canto.  

Os gestos disponíveis – e habilmente bem mostrados no verso da caixa do dispositivo – são idênticos àqueles usados no MacBook; além de mover o cursor, é possível clicar, usar clique direito, clique duplo, clicar e arrastar, rolar a página com os dois dedos, pinçar a tela para ativar o zoom e fazer gestos com três e quarto dedos para rolar páginas.

Para os usuários que utilizaram MacBooks ou MacBooks Pro mais novos, o Magic Trackckpad é instantaneamente familiar – as funções do trackpad são essencialmente idênticas às do trackpad no portátil, o que é bom e ruim: bom porque a transição do notebook para essa nova tecnologia multi-touch da Apple é quase que instantânea , ou seja, não é preciso esforço mental para alternar entre o notebook e o desktop. Ruim porque o trackpad geralmente não é tão preciso quanto o mouse, ou mesmo um bom tablet ou trackball, então ele não é muito confortável para trabalhar. 

Outro ponto negativo é que caso a tela do Mac seja excepcionalmente grande, ou se há outros monitores conetados, o Magic Trackpad requer um pouco mais de esforço que um mouse, e especialmente  mais que um trackball, ao mover o cursor em movimentos tão longos. Com o mouse ou trackball, o cursor pode ser “arremessado” através da tela ou mesmo através de outros monitores, para acessar itens que não estão tão próximos do cursor. Mas o trackpad move o cursor somente até aonde o dedo pode deslizar na superfície, então o Magic Trackpad requer movimentos contínuos para ir de um lado da tela para outro. 

O novo software do trackpad também adiciona algumas novas opções para os gestos, tanto para o Magic Trackpad quanto para os laptops mais recentes da Apple.  Primeiramente, é possível optar por rolar o cursor por inércia – ao levantar os dedos do trackpad durante o movimento, ao invés do movimento ser interrompido imediatamente, ele vai gradualmente diminuindo até parar completamente. Esse é recurso que muitos usuários estavam esperando, e pode ajudar um pouco o problema da falta de espaço. 

Uma outra opção nova é que os gestos com três dedos, que anteriormente eram usados somente para navegação (para virar páginas, mudar fotos ou trocar abas do Safari, por exemplo) agora pode ser usadas como substituto do clique-arraste, opção não disponível  no Macbook Air e nos modelos anteriores do MackBook Pro de 2008. Usar esse novo gesto pode requerer um pouco de prática, mas é um pouco mais conveniente do que o comando de clique-arraste. Entretanto, o movimento clique-arraste com três dedos não é muito útil se é preciso mover um item através uma tela muito grande – assim que os dedos são levantados para serem reposicionados, os itens são “largados” na tela. Seria interessante a possibilidade de usar tanto o clique-arraste e o movimento de três dedos ao mesmo tempo. 

Se os gestos da Apple não são suficientes, não é preciso se preocupar. A versão alpha mais recente do utilitário BetterTouchTool suporta o Magic Trackpad, dando mais possibilidades de gestos, e dando ao usuário a opção de customizar os próprios gestos. MagicPrefs e Jitouch, utilitários semelhantes, ainda não eram compatíveis até o momento em que esta matéria foi publicada, mas é bem possível que surja uma atualização em breve.

Conselho de compra da Macworld

Para os fãs da tecnologia multitoque dos notebooks mais recentes da Apple, o desejo de que a empresa fizesse um trackpad para os Macs desktop foi realizado. Ele apresenta a mesma superfície de vidro clicável com os gestos multitoque, com o bônus de ter quase o dobro de área para navegação. O único problema é que, caso o monitor seja muito grande ou haja mais de um display, o usuário pode achar que o Magic Trackpad requer mais esforço para atravessar a tela do que um trackball ou mouse. Por outro lado, se for o tipo de usuário de MacBook que prefere o mouse ou trackball do que o trackpad embutido, o Magic Trackpad provavelmente não vai convencer – é o mesmo trackpad, mas maior.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site