Imagem de fundo do header
Opera Mobile e Mini trazem navegação com abas aos celulares
Home  >  Review
REVIEW

Opera Mobile e Mini trazem navegação com abas aos celulares

Maioria dos recursos está disponível para ambas as versões do browser, mas o Opera Mini funciona em qualquer celular que tenha Java.

William Marchiori, da PC World

Foto:

Atualizada às 10h23

Depois de lançar o Opera 10.50 para desktops, a desenvolvedora do navegador voltou sua atenção para o mercado móvel e lançou nesta quarta-feira (16/3) novas versões do Opera Mini e Opera Mobile, as quais PC World teve acesso antecipado para testes.

Os dois aplicativos possuem a mesma interface e que inclui o novo recurso de abas. A grande diferença é que o Opera Mobile instala o motor de navegação Opera Presto no próprio smartphone, enquanto o Opera Mini depende de um servidor que executa o motor remotamente.

O resultado: o Opera Mini é bem mais leve e qualquer celular que tenha suporte a Java pode ser utilizado para navegar na web, mas algumas páginas podem não ser exibidas corretamente. Já o Opera Mobile é mais "pesado" e fica limitado aos sistemas mais fortes, como o Android, Windows Mobile e Symbian.

om5-touch-tabs.jpg

A interface muda de acordo com o recurso de tela sensível ao toque do aparelho. Testamos a versão touch, que tem uma interface mais limpa e intuitiva. Se o smartphone não tiver o recurso, o controle é feito pelo teclado numérico, o que pode tornar a navegação um pouco mais complicada.

A página inicial, assim como a versão desktop, oferece o recurso Speed Dial – nove atalhos de sites escolhidos pelo usuário com uma imagem de preview para cada.

A barra de endereços agora inclui um campo de busca para o Google e, na parte inferior, há um botão para tirar o zoom (que é aplicado com um duplo toque) ou voltar e outros para atualizar, visualizar abas e alterar configurações.

Nos testes, a maioria das páginas carregou corretamente. O Opera Mobile também tem um recurso que ajusta o texto à resolução da tela, para facilitar a leitura. Além disso, há suporte para o Flash Lite 3, portanto alguns elementos em Flash também são exibidos.

touch_mail_ru_tools_tray.png

No Nokia N97, por exemplo, a navegação com abas funcionou bem com até quatro páginas abertas ao mesmo tempo. A partir daí, o aplicativo começou a ficar lento, mas isso varia de acordo com o site que está aberto, em função do tipo de conteúdo acessado.

Outros recursos do Opera Mobile incluem visualização em tela cheia, acelerador de internet chamado Opera Turbo, administrador de downloads, seleção de textos nas páginas e copiar/colar.

Ambos os aplicativos já podem ser baixados no site oficial do Opera. No caso do Android, o aplicativo ainda está em fase de testes e a versão do iPhone ainda está sujeita à aprovação da App Store.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site