Imagem de fundo do header
LG Optimus Black tem design estiloso e tela super brilhante
Home  >  Review
REVIEW

LG Optimus Black tem design estiloso e tela super brilhante

Com processador de 1Ghz, esse aparelho chega ao mercado para competir com smartphones como o Galaxy S e o iPhone 4.

William Marchiori, para a PC World

Foto:

O LG Optimus Black é um smartphone topo de linha que chega ao mercado para competir com aparelhos como o Galaxy S, da Samsung, e o iPhone 4, da Apple. Equipado com um processador de 1GHz, 512MB de RAM e o sistema operacional Android 2.2, ele tem como um de seus destaques uma tela sensível ao toque de 4 polegadas e alto brilho, com resolução de 480x800 pixels.

img_3946.jpg
LG Optimus Black: fino, poderoso e cheio de estilo

Outros recursos incluem o que já vemos em aparelhos Android: 3G, Wi-Fi, Bluetooth, GPS, sensores de proximidade e movimento, armazenamento interno com entrada para cartão micros de até 32GB, câmera traseira de 5 megapixels com flash LED que também capta vídeos em alta definição (720p) e uma câmera frontal de 2 megapixels para videochamadas.

Design e tela

O Optimus Black mede 122 x 53 x 9.2 mm, o que o torna ainda mais fino do que o Galaxy S ou o iPhone 4, e tem um design discreto. Abaixo da tela ficam os quatro botões típicos de todos os aparelhos Android (Menu, Home, Back, Search). Eles são sensíveis ao toque, e mudam de cor (do branco para o azul) quando ativados. Na lateral, além dos botões de volume, há o botão “G”, que oferece novas formas de interação ou navegação com o sistema. Falaremos mais sobre este recurso mais adiante.

A tela, chamada pela LG de "NOVA Display", é o principal destaque do Optimus Black: ela tem um brilho de 700 nits (unidade de medida de luminância, quanto mais, melhor), muito mais intenso do que o da tela Super AMOLED da Samsung ou o Retina Display do iPhone 4. Isto faz a diferença na hora de usar o aparelho em locais iluminados, como sob a luz do sol.

img_3973.jpg
Botões mudam de cor e ficam azuis quando tocados

Assim como o seu irmão mais novo, o Optimus Me, o Optimus Black vem acompanhado de três tampas coloridas para que o usuário possa modificar o visual do aparelho. Além da tradicional tampa preta, ele também acompanha uma branca e outra rosa.

img_3962.jpg
Personalização: aparelho vem acompanhado por capas em três cores diferentes

Sistema e interface

O Optimus Black traz a interface Optimus Ui 2.0. Ela é similar à interface padrão do Android: há várias telas de ínicio que podem ser personalizadas com widgets ou atalhos e uma “dock” que oferece acessoao telefone, mensagens, pesquisa e ao menu de aplicativos.

O botão “G”, localizado na lateral do aparelho, traz uma série de funções interessantes. Ao visualizar uma foto, ele pode er pressionado para ampliar ou reduzir a imagem. Se você manter o botão pressionado e inclinar o aparelho, é possível navegar em menus ou rolar páginas da web.

img_3960.jpg
Botão "G": nova forma de interagir com o aparelho

O mais interessante é que, se você pressionar o botão e sacudir o aparelho enquanto ele estiver travado, ele será destravado e abrirá a câmera automaticamente, similar a uma função do Windows Phone 7.

A LG afirmou que este aparelho será atualizado para a versão 2.3 do Android, mas não informou quando a atualizaçãoo será lançada. Até lá, ele continua sendo vendido com a versão 2.2 (Froyo), que já oferece suporte a conteúdo Flash e permite que o aparelho seja utilizado como roteador Wi-Fi.

Multimídia
A câmera traseira do Optimus Black tira fotos com resolução de até 5 megapixels. Há uma série de ajustes que podem ser feitos, como balanço de branco, efeitos de cor, ajustes de exposição e até mesmo foco manual. No geral, as fotos ficam boas quando captadas em ambientes bem iluminados, especialmente sob luz natural. Clique aqui para ver exemplos.

optimusblack_camera-360px.jpg

Exemplo de foto diurna feita com o LG Optimus Black

Os vídeos são gravados em alta definição (720p) e a qualidade não difere muito do Galaxy S ou do iPhone 4. Assim como no Galaxy S, o formato dos vídeos é .3gp, e também há opções de efeitos de cor ou ajuste de exposição para gravação de vídeos, algo que o iPhone 4 não tem.

A câmera frontal, com resolução de 2 megapixels, é voltada a videochamadas, mas também pode ser utilizada para tirar fotos ou gravar vídeos de baixa resolução.

Desempenho

Comparamos o Optimus Black ao Galaxy S e ao iPhone 4, e ele ficou na mesma média em tarefas do dia-a-dia, como navegação web, aplicativos e games. No benchmark Quadrant, que mede o desempenho geral do sistema, o Optimus Black marcou 1287 pontos, enquanto o Galaxy S com Android 2.3 marcou 979 pontos. Quanto maior o número, mais potente é o aparelho.

Já no Nenamark 1, que mede o desempenho gráfico do aparelho,  o Optimus Black registrou 26.5 quadros por segundo, enquanto o Galaxy S marcou 49.2 quadros por segundo. Mais uma vez, quanto maior o número, melhor o desempenho.

No dia-a-dia esses números se traduziram em ótimo desempenho, seja para navegar na web, assistir vídeos em alta-definição ou rodar jogos sofisticados como Asphalt 5, da Gameloft. Vídeos em flash (em definição padrão) são assistíveis, e até mesmo jogos em flash como Canabalt ficaram jogáveis (embora ainda fora do ideal), algo raro. 

Bateria

O Optimus Black tem uma bateria de Lítion-Íon de 1500 mAh. Como outros smartphones topo de linha, ela não aguenta mais do que um dia de uso intenso, mas se saiu bem em nossos testes. Tiramos o aparelho da tomada às 6h30. Ao longo do dia, utilizamos 2 horas de internet 3G (navegação web, redes sociais e download de apps), 1 hora de vídeo em alta definição (convertido para MP4), 30 minutos de ligações, 30 minutos de games (Asphalt 5 e Angry Birds) e 40 minutos como roteador Wi-Fi.

No resto do tempo, ele ficou em espera (stand-by). Às 23h, ou seja, depois de 16 horas e 30 minutos fora da tomada, ele marcava uma carga inferior aos 15%, o que nos permite estimar uma autonomia de cerca de 19 horas, um número muito bom.

Conclusão

Este aparelho é uma ótima escolha para quem procura um smartphone Android sofisticado, com bom desempenho e preço acessível. Seu ponto forte está no design elegante e ultrafino, na tela que é a mais brilhante do mercado e no botão “G”, que traz funções interessantes. Esses três aspectos, e o preço sugerido pelo fabricante de R$ 1.499, lhe dão uma vantagem em relação ao seu principal concorrente, o Galaxy S. Mas por outro lado o aparelho da Samsung tem o atrativo da TV Digital, recurso importante para alguns.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site