Imagem de fundo do header
Outlook 2011 para Mac traz mudança radical no cliente de e-mail do Office
Home  >  Review
REVIEW

Outlook 2011 para Mac traz mudança radical no cliente de e-mail do Office

Software da Microsoft representa uma alteração drástica em relação ao Entourage; testamos a nova versão, que será lançada só em 3/11 no Brasil

Macworld / EUA

outlook2011logo.jpg
Foto:

O Outlook 2011 para Mac é um novo cliente de e-mail e gerenciador de informações pessoais da Microsoft, e não somente um upgrade do antecessor Entourage 2008. O novo software possui alguns recursos que o Entourage tinha, mas não espere apenas uma nova versão do serviço de correio eletrônico. 

Versão 1.0
Os gerenciadores de Lista de Mailing, Compromissos e Regras praticamente não mudaram em relação ao Entourage; fora isso, o Outlook 2011 é totalmente novo. Usuários acostumados com versões modernas do gerenciador de e-mails para PC ou detentores de Mac que precisam "brigar" com o Exchange vão achar a nova versão do cliente muito melhor do que o Entourage era – se o usuário estiver utilizando Exchange Server 2007 ou superior. O Outlook 2011 não suporta o antigo método de conexão HTTP-DAV que o Entourage usava. 

O Outlook 2011 é um aplicativo que utiliza Cocoa (API desenvolvida com ferramentas fornecidas pela Apple e dirigida para o sistema operacional Mac OS X); não possui um legado de mais de 20 anos no Mac e não tem a mesma base de código que o outros programas do Office. Diferentemente do resto dos outros programas do pacote Office, o Outlook 2011 suporta o Mac OS Services (como fazia o Entourage), uma das vantagens que o Cocoa possui. 

Para avaliar o produto, fizemos um teste com a mesma configuração que era usada diariamente com o Entourage: seis contas IMAP, com três usando SSL, tanto para enviar quanto para receber, duas contas no Gmail e uma conta EWS (Exchange Web Services, do Exchange 2007). Servidores back-end (serviços que usam aplicativos de terceiros para acessar um banco de dados) executaram a gama pelo MobileMe, Kerio e Communigate Pro, para o Exchange 2007. Mais de 70 regras para IMAP e muitas outras para SMTP, Exchange, além de algumas para o gerenciador de Lista de Mailing foram utilizadas. Por fim, utilizamos um calendário do Exchange , com inúmeras pastas públicas (para quem precisa organizar bem as tarefas) e três contas separadas de Directory Service. 

Banco de dados
A base de dados do Entourage costumava ser um arquivo muito grande que mudava constantemente, o que fazia dos backups uma dor de cabeça. As boas novas no Outlook 2011 é que há uma nova maneira de gerenciar os itens no aplicativo, e cada um deles é armazenado como um arquivo individual – contudo, continua sendo um banco de dados.  Mas o que acontece se ela for apagada? Depois de encerrar o programa, "deletamos" as informações e, ao reiniciar o Outlook, o programa exibiu uma mensagem dizendo que, já que havia uma restauração no Time Machine (que organiza os arquivos individualmente, e não como base de dados), o Outlook iria reconstruir a banco de informações, o que fez com precisão. Além disso, as informações também estão mais compactas: o volume do Entourage, antes com 5,5 GB, fica agora com 500 MB. 

 

outlook2011-01.jpg

O Outlook continua usando base de dados, mas ela não é mais essencial para guardar as informações

Importar dados do Entourage foi muito tranquilo. Contas, regras, assinaturas, e-mail, eventos, contatos, categorias, etc, tudo trazido sem problema na primeira tentativa; esse mesmo processo feito a partir de outros programas também foi tranquilo. Ao arrastar aproximadamente mil e-mails que só existiam com extensão .eml para uma pasta no Outlook 2011, o processo demorou um pouco, mas ocorreu corretamente. O único obstáculo em relação à importação é que, se o Database Daemon do Entouragenão estiver sendo executado, a transferência pode falhar. 

E-mail
Felizmente as contas IMAP/SMTP funcionaram corretamente durante os testes. O Outlook 2011 manejou com facilidade contas SSL e não-SSl, e tanto o texto simples quanto o HTML funcionaram bem. A configuração é bem parecida com a maneira que funciona no Entourage, a não ser pelo fato de que as configurações de conta são mescladas em caixas de diálogo contendo as novas preferências.

O único bug encontrado foi que, ao executar o comando para o Outlook usar SSL com a conta SMTP do usuário, ele insere 25 como porta, em vez de mudar para 465 - é um erro pequeno, mas irritante. Se o usuário  tiver uma conta com um provedor de e-mail que o Outlook 2011 reconhece (como o MobileMe), o software configura automaticamente os detalhes da conta.

Um recurso que ainda está faltando é o suporte para o Kerberos, enquanto mecanismo de autenticação para as contas IMAP/SMTP. Está disponível para o Exchange, mas a falta dessa ferramenta significa que o usuário não pode usar o Single Signon para IMAP da mesma maneira que usa o Mail no Outlook 2011. 

outlook2011-02.jpg

As configurações da conta são dispostas em uma nova janela

Outra dor de cabeça é que as configurações padrão para novas mensagens não podem ser ajustadas por conta, logo não é possível ter uma conta que tenha HTML para texto padrão e outra para texto simples. É uma ferramenta muito importante e os desenvolvedores do Outlook disseram que não foi possível implementar esse recurso na versão de lançamento. Além disso, não é mais possível adicionar cabeçalhos customizados às mensagens, e a opção para visualizar o cabeçalho também foi desativada. 

Assim como seu antecessor, o Outlook continuou com suporte limitado ao HTML. É possível ajustar opções básicas como fonte, tamanho da letra, alinhamento, mas nada de texto destacado ou tabelas. Se estava esperando um editor de texto com vários recursos em HTML, isso não acontece no Entourage. Entretanto, o programa gerencia melhor os e-mails recebidos do que o Entourage, que tinha tendência a fazer coisas ruins quando uma mensagem em HTML era encaminhada. O Outlook 2011 finalmente permite ao usuário inserir hyperlinks em um texto HTML, algo que o antecessor não conseguia fazer, a não ser se usasse o Word como editor. 

Em relação aos arquivos anexados, o software usa a função de Pré-Visualização do Mac OS X para visualizar facilmente conteúdos anexados. Apesar do Outlook ter um filtro para lixo eletrônico atualizado, continua sendo o mesmo do Entourage; os resultados em relação às mensagens indesejáveis foram inconsistentes, já que o conceito de “se alguém está na lista de contatos, os e-mails não são lixo eletrônico” não ficou claro. 

 

outlook2011-03.png

É possível utilizar o recurso de pré-visualização para exibir anexos de e-mail

A habilidade de responder uma mensagem como um compromisso é útil, contudo, a não ser que o usuário esteja utilizando Exchange, ele perde o recurso de utilizar o assistente de compromissos para checar disponibilidade; nos teste realizados com o Exchange, a ferramenta foi excelente. 

Calendário
No Outlook 2011, essa função ganhou melhorias notáveis desde o Entourage, assim como melhor exibição da tela de eventos, a possibilidade de criar múltiplos calendários (as categorias continuam disponíveis), entre outras. 

Para os usuários que tiverem mais de um calendário, o programa exibe como padrão uma visão mesclada de todos os calendários, locais e do Exchange. É possível exibir cada um deles com um comando simples; as categorias são comuns a todos os calendários, ou seja, não é possível separar categorias para diferentes calendários.

Uma das coisas que o iCal poderia pegar emprestado do novo software é que, se o usuário seleciona um calendário específico, os eventos de todos os outros desaparecem. É um recurso pequeno, mas que é útil na hora de acompanhar uma rotina. Todos os calendários têm a mesma cor, mas o usuário pode escolher cores para os eventos, que são divididos entre compromissos e encontros.

 

outlook2011-04.jpg

O calendário exibe os tanto os eventos gravados no Outlook quanto aqueles inseridos no Exchange 

Como parte da mudança de interface de usuário com o Ribbon, há alguns controles úteis adicionados ao Outlook 2011, como redimensionamento dinâmico do calendário, que é feito de acordo com o modo de visualização, em dias, dias úteis ou semanas; para o modo de exibição de mês, o calendário só é redimensionado juntamente com a janela. 

Não há serviços de sincronização para os eventos, logo o Outlook e o iCal não conversam entre si. Os desenvolvedores disseram que esse resultado foi devido a complicações para sincronizar os eventos de maneira transparente. Para evitar os mesmos problemas em relação à implementação do Sync Services do Entourage, a Microsoft preferiu esperar até alcançar melhores e resultados, e implementar esse recurso em um update futuro. 

Contatos
O gerenciamento de contatos continua praticamente o mesmo, com poucas mudanças na interface de usuário, mais focadas em benefício da compatibilidade Outlook/Exchange. Se o usuário tiver o Outlook 2011 com serviços de diretório LDAP, não é possível navegar por esses locais, mas a busca funciona bem. Uma reclamação aqui é que o novo programa presume que todos os diretórios são AD (Active Directory), ou seja, se o usuário estiver com o Open Directory da Apple, algumas coisas não são mostradas corretamente.

No Exchange, os resultados variaram. As buscas por contatos não funcionaram no Exchange 2007 no modo de visualização Contatos, mas operaram corretamente para e-mail e encontros desde que o e-mail tenha sido enviado de uma conta do Exchange; caso e envio tenha sido feito de outro serviço, o Outlook 2011 não é capaz de fazer as buscas corretamente na Exchange Global Address List (GAL). 

 

outlook2011-05.png

Durante os testes, a busca de contatos não funcionou com o Exchange 2007

Buscas por LDAP foram extremamente rápidas, mais do que no Entourage inclusive. Procurar por contatos é mais fácil, apesar de as opções serem limitas a nome ou buscar o conteúdo em todos os outros campos. Da mesma maneira que o programa anterior, o Outlook não exibe nenhuma foto de contato de um diretório LDAP, mesmo se houver; os mapas são fornecidos pelo Bing da Microsoft. 

Como não há suporte para o CalDAV, não é possível usar o Outlook com a lista de endereços da Apple ou outro servidor CalDAV. Como há muitos sistemas corporativos com esse formato, seria um upgrade desejável para o futuro.

AppleScript
O suporte ao AppleScript foi totalmente renovado, o que deixa os resultados muito diversos. Todas áreas importantes possuem seu próprio conjunto de comandos, incluindo Tasks and Notes; até Schedules ganhou seu próprio conjunto. Isso é bom, mas há muitas mudanças que são ocasionadas por isso. Por exemplo, para selecionar a mensagem, não é possível utilizar “selection”, é preciso usar ‘current messages” ou “selected objects”. E, finalmente, o Outlook não adiciona códigos "sujos" no fim das mensagens HTML ao abrir o conteúdo de uma mensagem. Há muitas coisas que são somente leitura e que não deveriam ser, como as pastas de mensagens, contatos e tarefas. 

Há um novo comando de Debug para o Outlook 2011 que permite ao usuário executar pequenos testes. Infelizmente, por causa da maneira como o Debug é configurado, só é possível exibí-lo no software Script Debugger ou no Smile, da Late Night Software, e não no editor padrão Apple Script. 

 

outlook2011-06.png

A implementação do AppleScript no Outlook 2011 é um bom avanço, mas há ainda alguns reparos a serem feitos

Suporte ao Exchange

No geral, o suporte ao Exchange no Outlook 2011 é mais completo que no Entourage 2008. Tarefas que precisavam de muitos comandos funcionaram bem no Outlook 2011. O novo software finalmente corrige  uma grande falha: usar o Entourage com Exchange. Se a conexão fosse interrompida, a única maneira segura de retomar ao trabalho era reiniciando o Entourage.

Uma observação importante é que o Outlook 2011 não é uma cópia perfeita dos recursos do Outlook para Windows. Talvez nem chegue a ser, e há poucas coisas que valeriam o esforço de implementar fora do Windows; mas, mesmo assim, é um ótimo avanço. Ao comparar o Outlook 2011 com o Mail, iCal e com o Adress Book (enquanto cliente Exchange), o Outlook ganha disparado, o que pode surpreender muitos. A integração com o Exchange é o coração do novo software; ele não foi desenvolvido para ser um cliente completo que cobre todos os recursos do Exchange, mas dá acesso às  funcionalidades básicas do  serviço sem custo adicional. 

Ribbon
Todos os atalhos de teclado usados no Entourage funcionaram como esperado no Outlook, e ele fez com que as mudanças de interface do usuário fossem mais fáceis de serem assimiladas. E, diferentemente do que é visto no Office para Windows, a barra de menus do Mac e a estrutura da mesma continuam as mesmas. Caso o usuário queira abandonar o Ribbon, pode usar os menus e os comandos por teclado.

A maior reclamação é que, ao contrário da versão Windows, na qual o acesso à barra de ferramentas do Quick Access era altamente customizável, a barra do Outlook é praticamente inexistente. Os únicos comandos disponíveis são Enviar/Receber, Ajuda, My Day, Imprimir, Desfazer, Refazer e Pesquisar. 

Conclusão
O Outlook não é uma nova versão do Entourage; é um programa 1.0, uma mudança drástica em relação ao Entourage. O novo programa é diferente o suficiente a ponto  dos usuários terem que fazer grandes ajustes; aqueles que usam as versões mais recentes do Outlook para Windows são os que terão menos problemas. Por ser um produto “novo”, há algumas lacunas e bugs que precisam ser consertados (e rapidamente), mas que não trazem grandes problemas. Ele não é barato (como parte do pacote Office 2011), e não há como comprar o Outlook 2011 separadamente; contudo, se o usuário quer algo além do que é oferecido no Mail, iCal e se precisa de um cliente Exchange para Mac, essa é a escolha certa.

A nova versão do pacote de produtividade da Microsoft tem lançamento mundial marcado para o dia 26/10. Mas o suite só será lançado no próximo dia 3/11 no Brasil, conforme informado hoje pela assessoria local da fabricante.

Por aqui, o pacote estará disponível nas versões "Home &
Student", por 199 reais, e "Home & Business", por 599 reais. E os
consumidores que adquirirem o Office 2008 entre 1/8 e 30/11 têm direito
à atualização gratuita.

De acordo com a Microsoft Brasil, o produto será em inglês com corretor
ortográfico em português (com a nova e antiga ortografia).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site