Imagem de fundo do header
Para um notebook, desempenho do Amazon Gamer surpreende
Home  >  Review
REVIEW

Para um notebook, desempenho do Amazon Gamer surpreende

Mas o portátil para games da Amazon fica devendo no quesito autonomia da bateria e também é um equipamento muito pesado.

René Ribeiro, analista de testes da PC World

Amazon_gamer_150.jpg
Foto:

Para quem quer levar sua estação de jogos para a casa dos amigos, também há opções de portáteis.

O Amazon Gamer traz uma configuração rara e respeitável para um portátil: processador Intel Core 2 Duo T9300 de 2,5GHz com FSB de 800 MHz, 4 GB de RAM a 667 MHz, 200 GB de disco rígido e chip gráfico da NVidia GeForce 8700M GT, com 512 MB de memória dedicada e chipset GM965, já usado por vários fabricantes.

O equipamento é entregue com Windows Vista Ultimate já instalado, mas com a versão de 64 bits (detalhe questionável, pois apenas aplicações feitas em 64 bits vão ter melhor performance).

amazon_gamer

Amazon Gamer: portátil com tela de 17" e que pesa quase quatro quilos

Quanto aos drivers para dispositivos, também a maioria dos fabricantes desenvolve apenas para a versão 32 bits. Os jogos são visualizados em uma grande tela de 17 polegadas, com resolução de 1680 por 1050 pixels.

Leia também: 
> Notebooks de baixo custo podem frustrar usuários
> Confira teste com 5 notebooks com chips dual core
> Quer um portátil single core? Testamos 4 modelos
> Como escolher um notebook para uso profissional

Logicamente, com esse monitor todo, as dimensões do notebook são bem grandes: 39,7 centímetros de largura, 4,4 cm de altura e 28,4 cm de profundidade. Isso sem falar no peso. Nada menos que 3,95 quilos!

Em contrapartida, tal configuração se refletiu no desempenho do portátil da Amazon. Nos testes com o PCMark05, o equipamnto atingiu a marca de 6.274 pontos. Já com o benchmark 3DMark06, o notebook da Amazon atingiu 3.228 pontos.

Com o Crysis foi necessário configurar as opções gráficas em médio e baixar a resolução para 1280 por 1024 para jogar sem paradas na imagem, a 19 fps (quadros por segundo). Já o Gears of War rodou sem problemas na resolução nativa e a 44 fps.

Mesmo sem jogar e trabalhando com aplicativos como Word e Excel e acessando internet sem fio, a bateria não durou muito: uma hora e 52 minutos foi o máximo que conseguimos. Muito ruim para um equipamento portátil.

Outros destaques da PC World: 
> Quer um GPS? Testamos 8 modelos; confira
> Fracassos tecnológicos: 15 coisas que não deram certo
> Como escolher um desktop novo

Mas, sendo pesado e grande, é provável que não seja muito usado em locais que não tenham uma tomada por perto. O Amazon Gamer acompanha o jogo Need For Speed Pro Street, joystick e mochila.

Considerando apenas o desempenho e configuração (e deixando a portabilidade de lado), o notebook é até um pouco mais barato que os notebooks high-end: 7.999 reais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site