Imagem de fundo do header
Photodream para iPhone produz fotos divertidas, mas precisa de ajustes
Home  >  Review
REVIEW

Photodream para iPhone produz fotos divertidas, mas precisa de ajustes

App brasileiro aplica efeitos e itens engraçados em imagens armazenadas no aparelho ou capturadas pela câmera

Cauê Fabiano, Macworld Brasil

photodreamlogo.jpg
Foto:

Photodream, desenvolvido pela empresa brasileira Hint,  é um aplicativo de edição de imagens, mas não serve para o usuário corrigir ou fazer ajustes em fotografias. Apesar da aparência séria, o app, disponível para iPhone e iPod touch, é voltado para a diversão, e serve para incrementar as fotos da biblioteca ou tiradas com a câmera com efeitos e acessórios divertidos. Apesar de nacional, sua interface é toda em inglês.

Edição de brincadeira
Ao clicar em Start, surgem as opções para editar uma foto tirada com a câmera (no caso do iPhone ou do iPod Touch de quarta geração) ou utilizar uma imagem que esteja armazenada no aparelho. Independentemente da escolha, o usuário é levado para a tela de edição, que possui cinco botões na base (Undo, Edit, Share, Add e Redo), além da função Options, localizada no canto superior direito. 

No submenu gerado a partir da opção Edit, surgem cinco ferramentas: para rodar, zoom, corte, cor e efeito sépia. Com o primeiro recurso, o usuário pode rotacionar a foto, utilizando um controle deslizante e, em seguida, pode ampliar ou reduzir a fotografia com a ferramenta de zoom - ambos os comandos podem ser realizados também com o movimento de pinça do iPhone. Ao selecionar o corte, uma área colorida surge em primeiro plano,  com quatro pontos de âncora, que são usados para delimitar o que será mantido na imagem; clique em OK e o aplicativo executa o corte.

A seleção de camadas (falaremos disso mais à frente) não é das mais
simples, principalmente na tela do iPhone – há momentos em que, ao
tentar aumentar a área de corte, a imagem acabou sendo ampliada ou
rotacionada, o que muitas vezes deixou a foto torta ou desproporcional.
Esse acidente também aconteceu em outros momentos, pois o movimento de
pinça para rodar ou ampliar não era preciso o suficiente. Entretanto, o
processo de corte ocorre sem demora. 

Com a ferramenta cor, o usuário  pode aplicar seis tons diferentes à
imagem, deixando a figura totalmente esverdeada, por exemplo. Além
dessas opções, há um ícone para deixar a foto em P&B e uma paleta de
cores, na qual é possível escolher o tom ao deslizar pela barra.

photodream05.jpg

Tela inicial do aplicativo: acima estão as ferramentas para edição e, abaixo, a barra de funções 

 

Por fim, o último recurso da opção Edit é um botão que aplica um efeito sépia à imagem – não há qualquer customização aqui. Do lado esquerdo do botão Edit, há a ferramenta Undo, que desfaz alterações, e Redo, que fica ao final da barra de ferramentas, e serve para refazer uma modificação. Ambos comandos possuem boa memória, possibilitando  voltar ou reproduzir mais de cinco alterações nas imagens.

Escolha seu chapéu
O principal atrativo do Photodream é a ferramenta Add, na qual o usuário pode adicionar acessórios engraçados às fotos. Há uma variedade de  óculos, chapéus, penteados, correntes e até tatuagens que podem ser colocadas e customizadas na foto. Isso porque os recursos de edição podem ser utilizados nesses complementos como rodar,aplicar cores e ampliar e reduzir, para encaixar os complementos.

Para facilitar o gerenciamento desses acessórios, o app funciona a partir de camadas, que podem ser selecionadas a partir de dois comandos simples: ao tocar duas vezes em cima de um objeto, sua respectiva camada será editada; ao segurar o toque por dois segundos, é aberto um menu com comandos avançados, que permitem trazer a camada para o primeiro plano, enviá-la para trás ou apagar o objeto. 

Caso os itens para customizar as fotos não sejam suficientes, há um menu especial para fazer download gratuito de novos conjuntos de acessórios, que são organizados em categorias. Um ponto positivo é que, após escolher qual pacote deseja baixar, o usuário pode continuar a fazer a edição normalmente, enquanto uma barra de download mostra o progresso do arquivo; ao término do processo, surge uma caixa de diálogo, avisando que a transferência foi concluída.

No canto superior direito, há a caixa options, que contém os comandos Save (salva as alterações, mas cria uma nova imagem no álbum para isso), New Photo (o usuário pode escolher ou tirar uma nova foto para edição), Clear All (deixa a foto ao estado original, eliminando todas as alterações feitas ) e, finalmente, Apply Editions (aplica as mudanças  permanentemente a foto, sem salvar uma cópia). 

 

photodream02.jpg

Usuário pode utilizar os acessórios disponível para brincar com a fotogragfias

Compartilhamento
Depois de customizar as fotos, está na hora de compartilhar as fotos. Na opção Share, surge um menu pop-up que permite ao usuário postar a imagem em redes sociais ou enviá-la por e-mail. No caso da primeira opção (Social), há três serviços disponíveis: Twitpic, Facebook ou Picasa – basta clicar no serviço desejado e inserir uma conta. Entretanto, há um obstáculo irritante: para utilizar as mídias sociais, é preciso primeiro criar uma conta Photodream, logar e, depois disso, cadastrar as redes sociais.

Além disso, por alguma razão, a foto editada que foi enviada ao Twitpic acabou ficando com uma qualidade muito ruim. Outro problema encontrado no app foi na página inicial no ícone de informações (i): durante os testes realizados, não foi possível acessar a ajuda, os termos de uso, a política de privacidade ou mesmo os créditos do aplicativo. Todos eram direcionados para uma página não encontrada do site da empresa.

 

photodream03.jpg

Compartilhe: as fotos produzidas podem ser enviadas para três serviços diferentes

Conclusão
Apesar de alguns tropeços, a interface do Photodream é objetiva, com botões grandes e controles simples. A aparência do app talvez seja séria demais, visto que seu propósito na verdade está mais voltado para a diversão do que edição de imagens.

Infelizmente, o app só está disponível em inglês, mas, de acordo com os desenvolvedores, deve ganhar uma tradução até o começo do ano que vem. Lembrando que se trata de um aplicativo barato (2 dólares), o Photodream cumpre seu papel; o app conta com um recurso de seleção de camadas muito útil e a variedade de customizações é rica. 

Para quem deseja experimentar o aplicativo sem pagar nada, existe o Photodream Lite, versão demonstrativa com poucos acessórios e que não possui todas as ferramentas. Se você gosta de brincar com fotos e tem um pouco de paciência, o Photodream é um recurso divertido e barats para tirar um sarro com as fotos dos amigos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site