Imagem de fundo do header
Positivo coloca à prova seu computador mais poderoso
Home  >  Review
REVIEW

Positivo coloca à prova seu computador mais poderoso

O grande astro do equipamento é o processador Core i7, topo de linha da Intel para desktops. Acompanhe o teste e veja do que ele é capaz.

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

Positivo7040IPlus_Corei7_ilustra150.jpg
Foto:

A Positivo apresentou seu novo desktop munido com o processador topo de linha da Intel. O 7040i plus, como é chamado, vem com a CPU Core i7 920, de 2,66 GHz, memória de 4GB DDR3 / 1066, disco rígido Samsung sata II de 500 GB, unidade óptica Blu-ray, da LG (grava nesse padrão em 6x, DVD em 16x e CD a 40x). A placa de vídeo é uma GeForce 9500 GT, da NVidia, com 512 MB ,e o chip de áudio tem capacidade para sete canais além do sub-woofer mais a saída digital.

A placa de rede Ethernet é padrão Gigabit, ou seja, conecta-se nas velocidades de 10, 100 e 1000 Mbps. Já a motherboard tem dois slots PCI Express x16. Assim épossível conectar duas placas de vídeo em paralelo para aumentar o processamento gráfico. Quanto aos conectores da parte traseira, são oito USB, uma FireWire e duas e-Sata para conexão de discos rígidos externos.

Também estão aí os conectores para as saídas de áudio 7.1 e digital, o conector de rede e as saídas de vídeo DVI, VGA e HDMI. Os botões de liga/desliga e reset ficam no lado direito, próximo à parte frontal. Logo abaixo deles, estão duas USBs. O fato dos botões não ficarem na frente deu um visual mais clean ao produto. Na parte frontal só estão a unidade óptica e os leitores de cartões tipo SD, MS, MS PRO, MMC e Compact Flash.

A motherboard, que leva o nome de DX58SO, é fabricada pela Intel. Por fim, o sistema operacional instalado é o Windows Vista Home Premium de 64 bits. Como se pode ver, é uma configuração e tanto. Mas o que é possível fazer com uma máquina dessas? Pelos testes apenas com o processador, podemos dizer que qualquer aplicação que exija cálculos complexos ou mesmo muitos cálculos, terá ‘motor’ de sobra para as operações.

positivo7040iplus_corei7_350.jpg

Para termos uma ideia, rodamos um teste simples. Compactamos um diretório com uma quantidade de arquivos que somavam 1 GB. Realizamos primeiro essa operação em um desktop de boa performance, comum de se encontrar no mercado, com processador Intel Core 2 Duo de 2 GHz, memória de 2 GB DDR2 / 800, disco de 250 GB Sata II e Windows Vista Home Basic.

Rodamos o aplicativo 7zip e esta máquina levou 122 segundos para compactar o diretório. Ao executar o mesmo teste no 7040i, o tempo caiu para 68 segundos. Outro teste foi rodar o software Cinebench 10. Ele renderiza uma imagem utilizando apenas o processador. No PC com Core 2 Duo, a operação levou 262 segundos e no 7040i o tempo foi de apenas 55 segundos. Em um teste prático no 7040i, excutamos um arquivo de vídeo em alta resolução (1080i), enquanto compactávamos a mesma massa de dados e carregávamos o Photoshop CS3. Note que tudo era executado pelo disco e o vídeo não sofreu interrupções em nenhum momento.

Leia também:
> MegaPro é o primeiro desktop no Brasil com chip Core i7
> Core i7 é o nome para os novos processadores Nehalem, da Intel

Quanto aos jogos, não se pode dizer o mesmo. Games são aplicativos que utilizam muito mais o processador gráfico do que a CPU. A placa GeForce 9500 GT tem uma ótima relação entre custo e benefício, o que significa que roda os últimos lançamentos, mas não em sua configuração máxima de gráficos. Nos testes com o jogo FarCry2, com resolução de 1280 por 1024 pontos, e configuração do jogo no máximo, a taxa de vídeo ficou em 19 quadros por segundo.

Para jogar confortavelmente sem irritantes “paradinhas”, são necessários 30 quadros por segundo. Para atingir essa taxa baixamos a qualidade dos gráficos e sem efeitos de luz e sombras, perdendo assim boa parte do realismo do jogo. Mas se você não é um entusiasta por games e quer apenas terminar o desafio que o game oferece, essa placa vai servi-lo bem. Já para aplicativos como Photoshop CS4 e alguns softwares de conversão de vídeo, ela se sai muito bem, devido a uma arquitetura desenvolvida pela NVidia.

positivo7040iplus_corei7_350b.jpg

Vista interna do gabinete do 7040i plus

O gabinete oferece bastante espaço para quem quiser fazer upgrade para uma placa de vídeo de maior potência. E sua fonte de alimentação suporta a carga. Ela fornece 650 watts de potência combinada, com uma corrente de 33 àmperes, o que é mais do que suficiente para uma placa topo de linha.

A foto de perfil mostra ótimo espaço interno, inclusive para instalar mais discos. A refrigeração também é garantida com dois coolers de 12 polegadas instalados na parte traseira e na frente do gabinete. Acompanham o produto mouse e teclado multimídia sem fios. O 7040i segue os padrões de pacote de softwares da Positivo, com antivírus Kaspersky e acesso ao dicionário Aurélio online, ambos gratuitos por um ano.

O 7040i mostrou que tem desempenho de sobra para aplicações em multitarefa e hardware estruturado para upgrades de placas e discos, inclusive em arquitetura RAID, que aumenta o desempenho de acesso a discos rígidos. O som emitido pelos coolers é um pouco alto, mas incômodo mesmo é o preço: 7.599 reais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site