Imagem de fundo do header
PowerPoint 2011 para Mac compartilha apresentações online
Home  >  Review
REVIEW

PowerPoint 2011 para Mac compartilha apresentações online

Testamos a nova edição do programa, que chega em 3/11 com muitas melhorias; ponto negativo são as transições, que continuam inferiores às do Keynote

Macworld / EUA

powerpoint2011logo.jpg
Foto:

Apesar de não ser um dos programas principais do pacote Office da Microsoft, o PowerPoint para Mac têm tido um sucesso considerável no sistema rival do Windows. A versão 2008, último grande upgrade do software, perdeu a oportunidade de superar o Keynote, programa de slideshow da própria Apple. Já o PowerPoint 2011 para Mac soluciona muitas das nossas reclamações ao combinar novos recursos atraentes com uma interface renovada, que torna mais fácil o desenvolvimento rápido de apresentações.

Uma interface melhor
O Ribbon, da Microsoft, é um elemento central de interface de usuário em todos os programas do pacote Office. Ele fica no topo da janela de documentos e fornece acesso rápido às ferramentas mais frequentemente usadas. Dessa maneira, seu grupo de ferramentas muda dependendo do que você está trabalhando no documento.

Um hábil novo controle permite que você ajuste o tamanho dos slides nas visualizações Normal e Slide Sorter. Isso é algo muito mais conveniente do que o menu de ampliação da barra de ferramentas, que ainda continua aqui. Para os usuários que preferem não ficar usando o mouse, há novos atalhos de teclado que te permitem dar zoom in ou out. Com essas mudanças, as opções de visualização do PowerPoint estão consideravelmente mais flexíveis do que as do Keynote.

Outro avanço na interface torna mais fácil a tarefa de trabalhar com slides cheios com vários objetos sobrepostos. Além dos comandos convencionais que te permitem mover elementos individuais para frente e para trás, o PowerPoint 2011 traz um novo modo "inteligente" de visualização que exibe todo objeto do slide em uma série de superfícies translúcidas que parecem flutuar na tela. À medida que você passa o mouse por cima de cada uma, ela acende e aparece um número indicando sua posição no canto. Você arrasta o painel para avançar ou retroceder o objeto.

Além de te ajudar a localizar os objetos em cada slide, o PowerPoint 2011 dá uma mão na hora de organizar apresentações complexas ao substituir slides relacionados em seções do painel de navegação. Apesar de você conseguir arranjar os slides de forma similar no Keynote, somente o PowerPoint te permite nomear cada grupo de slides.

ppoint01.png

Nova interface gráfica facilita a organização dos itens em um slide

Mídia melhorada
Um novo Media Browser (navegador de mídia) consolida de forma conveniente o acesso a fotos, sons, clip art, símbolos e formatos em um só lugar, e o PowerPoint oferece um agrupamento confuso de maneiras para manipular o tamanho e o visual dos gráficos que você importa ou gera no programa. Como o Instant Alpha, do Keynote, que te permite tornar transparente o fundo de uma imagem, a ferramenta Remove Background, do PowerPoint 2011, permite  selecionar quais partes da imagem manter e quais clarear.

As novas opções te permitem realizar correção de cor, rotaçãoe adicionar outros efeitos aos filmes, que agora são importados para dentro das apresentações por padrão, em vez de você precisar colocá-los. O usuário pode até mesmo escolher um arquivo de imagem, como o quadro do pôster do filme, e pausar e navegar pelos clipes durante um slideshow, um recurso ausente no PowerPoint 2008. No entanto, de forma irritante, você ainda não consegue equipar os vídeos ao ajustar seus pontos de início e término, nem adicionar sons que toquem por um grupo específico de slides.

Animações e transições
Como acontece no PowerPoint 2008, nessa nova versão você define o timing, a duração e a ordem de animações ao usar a aba Custom Animation na Toolbox. O programa preenche um grande buraco do repertório de animação da sua edição anterior ao adicionar caminhos de movimento (motion paths), que te permitem mover objetos pelas faixas que estão pré-definidas ou que você puxa desde o início. As ferramentas de caminhos de movimento do PowerPoint superam as do Keynote em alguns aspectos (os caminhos do PowerPoint são muito mais fáceis de se definir e editar) e deixa essa nova versão mais próxima da edição 2010 do programa para Windows.

Um item que desaponta: ao contrário do PowerPoint 2010, a nova versão para Mac não inclui uma timeline avançada, que mostre todas as animações em um slide num formato de linha do tempo gráfica. Essa é uma omissão infeliz; é muito mais fácil coreografar várias animações graficamente do que arrastá-las para cima e para baixo em uma lista.

Também decepciona ver que a biblioteca de transições do PowerPoint, os efeitos especiais que transformam um slide no próximo durante uma apresentação, ainda não está no mesmo nível do Keynote. A transição de dissolução do PowerPoint é inferior à desse programa, que ainda possui muito mais efeitos impressionantes do que o software da Microsoft, como por exemplo o Magic Move, uma transição do software da Apple que move os objetos à medida que um slide substitui o outro.

ppoint02.jpg

Animações: para fazer um objeto se mover, você desenha o caminho desejado diretamente no slide

Apresentações a longa distância
Colaborar em uma apresentação com uma pessoa é algo relativamente fácil, mas pode ser complicado se você estiver trabalhando com uma equipe espalhada por diferentes cidades. Mostrar sua apresentação remotamente também pode ser um problema se o seu “público” não usa o PowerPoint.

Uma nova ferramenta do PowerPoint 2011 te permite transmitir slideshows pela Internet usando o gratuito PowerPoint Broadcast Service, da Microsoft. Quando você se conecta ao serviço com a sua Windows Live ID, o PowerPoint faz upload da apresentação e exibe um link que pode ser enviado por e-mail. Qualquer pessoa com esse link poderá ver a apresentação em um navegador nos sistemas Mac OS X ou Windows, não importando se ela tem uma conta com a Microsoft ou não.

Como esperado, esse método de distribuição impõe algumas restrições à sua apresentação. Todas as transições de slide são substituídas por fades, o áudio não é transmitido e os vídeos não são reproduzidos nos computadores do público. Além disso, leva algum tempo para subir fazer o upload da apresentação, por isso você precisará de banda larga o bastante se tiver um arquivo grande.

O PowerPoint 2011 também inclui ferramentas que deixam várias pessoas ver e revisar as apresentações na nuvem ao salvá-las no SkyDrive, outro serviço da Microsoft que fornece 25 GB de armazenamento online gratuito. Qualquer pessoa com permissão pode visualizar e revisar slideshows com um aplicativo para web, que traz ferramentas básicas de edição, ou usando o próprio app do PowerPoint.

Conselho de compra da Macworld
O PowerPoint 2011 para Mac traz mais do que um punhado de melhorias vantajosas, incluindo suporte melhorado para vídeos QuickTime, animações de caminho, recursos para compartilhamento e colaboração, e uma interface aperfeiçoada. Apesar de alguns poucos erros, é o mais forte upgrade da Microsoft para o programa desde 2004. Se você está usando uma versão mais antiga do software, fazer o update para o PowerPoint 2011 deveria ser uma decisão fácil.

Se você está comprando seu primeiro software de apresentação, escolher entre o Keynote e o PowerPoint é uma decisão mais difícil. Os dois programas estão mais próximos do que nunca, cada um derrotando o outro em determinado aspecto. Apesar de seus efeitos de transição inferiores, o PowerPoint é uma escolha melhor se você precisa compartilhar apresentações com outros usuários do software. E mesmo que você seja um grande fã do Keynote, vale a pena olhar com atenção o novo software da Microsoft.

A nova versão do pacote de produtividade da Microsoft tem lançamento mundial marcado para o dia 26/10. Mas o suite só será lançado no próximo dia 3/11 no Brasil, conforme informado hoje pela assessoria local da fabricante.

Por aqui, o pacote estará disponível nas versões "Home &
Student", por 199 reais, e "Home & Business", por 599 reais. E os
consumidores que adquirirem o Office 2008 entre 1/8 e 30/11 têm direito
à atualização gratuita.

De acordo com a Microsoft Brasil, o produto será em inglês com corretor
ortográfico em português (com a nova e antiga ortografia).

 

 

Os resultados estão em segundos. Número mais baixos são melhores e estão em negrito.

 

Como testamos. Abrimos um arquivo de apresentação de 3,7MB, importamos um arquivo de 7,7MB, fizemos rolagem por uma apresentação de 24 páginas e salvamos o arquivo na função Salvar Como.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site