Imagem de fundo do header
PowerShot SD1100IS é uma câmera bem compacta, mas poderosa
Home  >  Review
REVIEW

PowerShot SD1100IS é uma câmera bem compacta, mas poderosa

Modelo digital da Canon tem resolução de 8 megapixels, reconhece até nove rostos e traz sistema de estabilização de imagens.

René Ribeiro, analista de testes da PC World

PowerShot-SD1100_150.jpg
Foto:

Equipamento destinado ao fotógrafo amador, a câmera PowerShot SD1100 IS tem o tamanho de uma caixa de baralho, display de 2,5 polegadas e pesa 125 gramas. Apesar de pequena, suas lentes – da própria Canon – permitiram gerar fotos com fidelidade nas cores e ótima nitidez, mesmo quando em baixa resolução.

As imagens não ficaram pigmentadas, como as geradas por algumas máquinas de mesmo porte. Sua resolução máxima é de oito megapixels, mas também pode ser ajustada para cinco, três ou dois megapixels. Ainda há dois outros formatos: VGA (640 por 480) e seis megapixels formato wide.

O zoom digital permite alcançar até 12 vezes. Ela também faz filmes e foi notada uma boa qualidade no padrão VGA. Isso se deve à velocidade de captação da imagem, que trabalha a 30 quadros por segundo. Consegue ainda fazer zoom durante a filmagem, algo pouco comum nessa modalidade de câmera.

O botão de disparo é plano, oferecendo mais estabilidade ao fotógrafo no momento de capturar a imagem. Ao redor dele fica o controle de zoom. E, ao lado direito do display, ficam os botões de controle.

A tecla central abre as funções para balanço de brancos, modos de resolução, flash, controle de exposição e foco, além do modo automático, que ajusta a máquina de acordo com a luminosidade do ambiente.

Em volta do botão central ainda é possível regular a abertura (ISO), que vai desde 200 até 1600, passando pelo ajuste automático. Ainda há mais três botões para ligar e desligar o flash, fazer fotos em macro e opção temporizador (que permite tirar até dez fotos, com intervalos de um a 30 segundos entre elas).

Em nossos testes, a função macro da câmera impressionou. A uma distância de apenas um centímetro, ela conseguiu captar detalhes com foco perfeito, como a textura uma folha de jornal, por exemplo.

PowerShot-SD1100_350.jpg

PowerShot SD1100 IS: fotos impressas sem
a ajuda do computador

No modo para visualizar as fotos, já é possível fazer edições, como recortar apenas uma parte da imagem e transformá-la em outra, redimensionar, ajustar cores e até correção para olhos vermelhos. A SD 1100 IS já tem função automática para evitar o efeito de olhos vermelhos, mas, caso falhe, ainda há essa opção para retirar antes mesmo de passar as fotos ao PC.

Ela também tem o recurso AiAF, que permite pegar mais de um ponto de foco, além do centro da imagem. Assim, mesmo com vários objetos em profundidades diferentes, a foto sai nítida. Outra função é o foco de faces. Nesse caso, a lente consegue enquadrar até nove rostos, priorizando as pessoas e não o ambiente. Na avaliação, isso foi cumprido.

O sistema para estabilização de imagens funcionou muito bem nos testes. Com esse recurso as fotos não saíram com sombras, geralmente causadas pela tremulação. Uma função interessante para aquelas viagens em que esquecemos o nome de locais visitados é o gravador de notas de voz, que permite associar áudio a uma imagem.

E dá para imprimir mesmo sem um computador, graças à função PictureBridge, que permite enviar as fotos diretamente à impressora. A câmera da Canon utiliza bateria de íon-lítio. Utilizada intensamente nos testes, ela durou dois dias (dentro da média). Apesar dos menus intuitivos e em português, o manual da máquina vem em inglês.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site