Imagem de fundo do header
Primeiras impressões: testamos o novo iPhoto’11
Home  >  Review
REVIEW

Primeiras impressões: testamos o novo iPhoto’11

Com recursos visuais aprimorados e novas ferramentas, software para edição de imagem aposta em tela cheia e compartilhamento online

Macworld / EUA

iphoto11logo.jpg
Foto:

A versão mais recente do iPhoto’11 (software presente no pacote iLife, disponível no Brasil por 119 reais), software para gerenciamento e edição de imagens da Apple, não apresenta novos recursos extraordinários, da mesma maneira que o iPhoto ’09 fez com o Faces e o Places. Mas o destaque fica para alguns novos recursos com design excelente e com boa integração. 

Antes de usar o iPhoto’11, é preciso fazer o upgrade da biblioteca já existente – isso acontece na primeira vez em que a aplicação é lançada. Quando tudo estiver compatível, o acesso não será mais possível a partir de versões anteriores do iPhoto. Caso o usuário tenha uma quantidade considerável de material, é bom ter um pouco de paciêcia – o aplicativo diz que o processo pode demorar até uma hora, dependendo do número de imagens. 

Tela cheia
A Apple introduziu um modo tela cheia no novo iPhoto. Ao clicar no botão para ativar o full screen no canto inferior esquerdo, o dock, a barra de menu e todo o desktop desaparecem, dando espaço ao aplicativo. O que deixa a tela cheia notável é que há mais do que o visual amplo da interface padrão do app.

Os controles e a desorganização são simplificados em uma barra de menu do iPhoto, que se estende pela base da tela. No centro, há os botões para visualizar Events, Faces, Places, Albums e Projects. Do lado direito da barra há um conjunto secundário de opções que mudam de acordo com a visualização ativada. No lado oposto há ferramentas para zoom e busca para todos os modos, menos no Projects.

É possível usar todos os recursos básicos do software em tela cheia,
incluindo as ferramentas para edição, design e compartilhamento. Seja em
um iMac de 27” ou no novo MacBook Air de 11”, os usuários do aplicativo
poderão aproveitar de cada polegada do monitor sem interferências. 

Compartilhar ficou mais fácil
A Apple sabe que o que as
pessoas realmente querem fazer com suas fotos é exibi-las. Por isso, o
iPhoto’11 tem algumas novas ferramentas de compartilhamento integradas
diretamente ao app, cortando caminho e evitando navegadores e aplicações
para e-mail.

 iphoto11-01.jpg

Places em um Mac de 27 polegadas: espaço de sobra com pouquíssimas intervenções

 

Ao clicar no botão Share, no canto inferior direito da tela, surgem as opções Order Prints (essa opção para pedir as impressões só está disponível nos EUA; a Apple é quem executa esse trabalho, fazendo impressões de cartões em alto relevo, por exemplo), para fazer upload nas galerias do MobileMe, Facebook ou Flickr, ou simplesmente enviar fotos por e-mail; nessa última opção, o usuário compõe a mensagem e a envia sem deixar o programa. O iPhoto dá ao usuário oito opções para escolher o design – é preciso selecionar uma delas já que “simples” não é uma das alternativas. 

iphoto11-02.jpg

Todas as opções de compartilhamento são feitas dentro do próprio aplicativo, sem a necessidade de alternar entre janelas

Uma vez conectado a uma conta online, é possível fazer o upload das fotos diretamente do iPhoto. A conta também aparece como um item na seção Web no menu de navegação do software.  A parte boa dessa sincronização é que o usuário pode clicar na conta para visualizar todas as imagens no álbum pelo próprio iPhoto. Infelizmente, exibir as imagens é a única coisa que se pode fazer – fotos baixadas de galerias online não podem ser editadas, inseridas em álbuns, apresentações de slides ou usadas para criar projetos. Entretanto, compartilhar novamente por e-mail é permitido. 

Ao utilizar a conta Facebook a partir do iPhoto para fazer upload das fotos, o usuário pode perceber os recursos úteis da rede social que estão integradas à interface do software. Uma foto pode ser utilizada como imagem de perfil, para começar um álbum ou mesmo ser postada no mural do usuário.

Há a opção para escolher o nível de privacidade para as imagens (isso não se aplica a grupos que possam ter sido criados – só é possível escolher entre somente Amigos, Amigos de Amigos ou Todos os usuários). Aperte o botão info (i) em uma imagem que tenha sido enviada para trazer à tona mais recursos do Facebook, como marcação de rostos e acesso stream de comentários para determinada foto (no entanto, não é possível responder aos comentários pelo próprio programa). 

iphoto11-03jpg.jpg

Ao publicar uma imagem, é possível acompanhar os comentários, mas não respondê-los 

Crie produtos com qualidade final
O iPhoto’11 melhorou a ferramenta para slideshow com novos temas e aprimorou as animações e feitos. Os dois temas Moble suspendem as fotos em fios e as balança, e o Places transforma a viagem de férias em uma jornada mapeada e animada.

Se o usuário preferir transformar as fotografias em produtos retrô, o iPhoto tem alguns novos truques para projetos nessa área. É possível criar o próprio álbum de fotos ou cartão, mas os calendários ainda não estão disponíveis (apesar da Apple ter planos para trazer essa opção de volta futuramente).

O preview de capas tem um navegador no estilo cover flow, com 18 temas que podem ser visualizados, uma linha à direita com as cores disponíveis e o tamanho do livro no lado oposto. O tema pode ser alterado mais tarde. É possível observar que o iPhoto deu um passo importante no design, oferecendo melhores imagens, aproximando nas faces detectadas e agrupando as fotos de acordo com a data em que foram tiradas. 

 iphoto11-04.jpg

A exibição dos modelos é ao estilo cover flow e as opções de customização ficam todas à mão

Cada livro do iPhoto é totalmente customizável: o usuário pode mudar o número de imagens em uma página (entre uma e quatro), inserir página de texto, em branco ou página dupla e alterar o fundo da mesma.  Para cada imagem individual, o usuário pode inserir uma borda, adicionar um filtro (P&B, Sépia ou Antique) ou abri-la no editor completo do iPhoto. 

Desenhar um cartão com foto no software é similar ao procedimento para livros: o layout para escolher o tema desejado é o mesmo. No topo da página há três opções para cartões - baixo-relevo, dobrado ou liso – e setas para mudar entre as categorias de tema, como aniversário ou casamento. Cartões em baixo-relevo são uma novidade muito atraente no iPhoto, mas, infelizmente, só estão disponíveis nos EUA.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site