Imagem de fundo do header
Review – iTunes ganha interface “clean” e rede social
Home  >  Review
REVIEW

Review – iTunes ganha interface “clean” e rede social

Lançado esta semana, software da Apple em sua versão 10 traz mudanças no visual e a rede Ping, ainda não disponível para contas brasileiras

Macworld / EUA

itunes1003-150.jpg
Foto:

Já virou tradição nos últimos anos: para coincidir com o evento musical da Apple (que  teve cobertura ao vivo da Macworld Brasil) realizado em setembro, quando são apresentados novos iPods e produtos, o iTunes atualiza sua versão. Neste ano, o software da companhia ganhou um recurso de rede social, algumas mudanças na interface e outras pequenas adaptações. Avaliamos o novo programa.

Ping
O recurso carro-chefe do novo iTunes é o Ping, a nova
“rede social orientada para música” da Apple, que te permite seguir
amigos e artistas, e compartilhar seus gostos musicais. Naturalmente,
isso está ligado à iTunes Store, por isso qualquer música que você
gostar aparecerá com links, para que seus amigos possam comprá-la
imediatamente. Usuários do Facebook ou outras redes sociais vão aprender
a usá-la rapidamente, e, apesar de não haver muitos artistas agora no
lançamento, está claro que muitas bandas e cantores irão usar essa rede
para testar e como uma forma de aumentar as vendas.

itunes1005.jpg

iTunes 10 possui um visual mais leve e monocromátivo do que sua versão anterior


Infelizmente, a rede social não está disponível para o Brasil. Ou melhor, para quem possui contas brasileiras na iTunes Store. Mas se você possui uma conta norte-americana e está interessado em conhecer a novidade, veja as instruções para acessá-la: clique no link Ping na barra lateral do iTunes, embaixo da iTunes Store, ou clique no botão Ping na barra de ferramentas quando estiver na iTunes Store. A maior parte do que você precisa fazer é intiutivo.

Leia também:

- Rede social da Apple precisa de ajustes (http://tinyurl.com/3yspleq)

- Opinião: 5 razões para não usar a rede social da Apple (http://tinyurl.com/27ksvhd)

 

itunes1002.png

Aqui não: rede social Ping não está disponível para contas brasileiras na iTunes Store

Mudanças na interface
O iTunes 10 traz algumas mudanças na interface, e muitas delas parecem desenvolvidas para economizar espaço. Como é difícil exibir toda a informação sobre música e outras mídias no software, alguns pixels aqui e ali dão mais espaço aos usuários nas diferentes visualizações disponíveis.

Para começar, não existe mais uma barra de títulos dizendo “iTunes”, e os botões vermelho, amarelo e verde no topo da tela ficaram menores e estão arranjados verticalmente. Isso economiza cerca de 20 pixels no topo da janela, apesar de ir contra as diretrizes de interface humana da Apple. Para ser justo, o mini player do iTunes sempre teve esses mesmos botões arranjados de forma vertical.

Na barra lateral azul-cinza sóbrio (que era azul antes), os ícones multicoloridos tornaram-se um infeliz cinza uniforme (apesar dos novos ícones de playlist serem uma melhoria), existe um pouco menos de margem à esquerda dos itens, e não há mais triângulos de revelação próximos às diferentes seções como Compartilhado, Genius, e por aí vai.

Você agora passa o cursor sobre eles para ver um pequeno texto Exibir/Esconder (Show/Hide) no qual você pode clicar. E pode até esconder os ícones fonte (nas preferências Geral) e ter apenas texto na barra lateral. E se você criar pastas de playlist, os conteúdos delas também não recuam, apesar de as subpastas fazerem isso.

itunes1003.png

Dependendo da quantidade de músicas, o iTunes 10 oferece três opções de visualização da arte dos discos: pequena, média e grande

Existe uma nova visualização, chamada Lista de Álbum (Album List), disponível em todas as bibliotecas, e que é similar à visualização anterior Lista (a nova não exibe as capas dos álbums). A ideia principal por trás dessa visualização é mostrar a arte dos discos apenas quando você possuir três ou mais músicas do mesmo álbum, e usar o que estava anteriormente na coluna Artwork (capa dos discos) para exibir as capas e os nomes dos álbuns.

Você pode escolher entre três tamanhos de arte: pequena, que exibe a capa quando há pelo menos três músicas; média, com cinco faixas ou mais; ou grande, que exige sete canções (na biblioteca de Livros, a arte é exibida em um único tamanho, não importando quantos itens compõem um livro).

Você não pode escolher mudar o tamanho da artwork ao alterar o tamanho da sua coluna, como era possível antes. Mas  pode se livrar da coluna Álbum, nessa visualização, economizando espaço, uma vez que o nome do disco aparece à direita da sua capa. Isso funciona bem.

Exibir o nome do álbum próximo de sua arte e não ter uma coluna adicional com apenas o nome do disco deixa a tela muito mais leve, uma vez que existe muito espaço em branco.Adicione a isso um pouco de espaço entre as linhas, e a impressão geral do programa é de mais espaço: no iTunes 9, 24 faixas ocupavam 410 pixels verticalmente; o mesmo número de sons usa 458 pixels verticalmente no iTunes 10.

É possível passar por cima das configurações de arte ao escolher Visualização, Sempre mostrar arte (View,Always Show Artwork), mas você terá de fazer isso para cada playlist e biblioteca.

Um ponto negativo aqui: aparentemente por causa dessa nova visualização, o iTunes alterou a exibição de praticamente todas as playlists em nosso teste, mudando não apenas as colunas mostradas, mas também sua ordem, por isso foi preciso ir e consertar manualmente essas mudanças forçadas.

O iTunes 9 possuía caixas de marcação (checkbox) como parte da coluna Nome, para cada música. Essas caixas controlam o que você reproduz, ou o que é sincronizado, se você escolher sincronizar apenas itens marcados. Agora, você pode esconder essas caixas de marcação de lista, que estão mais sutis do que antes, das preferências Geral. Se você nunca as usa, vai economizar mais alguns pixels.

E o restante
E há o novo recurso AirPlay, que, por enquanto, significa apenas que existe um ícone na parte infeiror direita da janela do iTunes, onde havia, anteriormente, um menu de alto-falantes.

Os botões na parte mais baixa da janela são revestidos na barra de status cinza, em vez de ficarem como botões cinzas. Os botões usados na visualização Grid são botões redondos encaixados, em vez de botões de aba mais quadrados.

O item Criar Ringtone no menu Store é estranho, pois não parece haver qualquer maneira de criar ringtone. O Visualizador de Ajuda (Help Viewer) é diferente para o iTunes do que para outros progrmas. Também vale lembrar que o iTunes ainda não é um aplicativo 64-bit.

Há um recurso novo que não foi possível testar: no menu Avançado, logo abaixo de Compartilhamento Familiar, existe um item de menu Escolher fotos para compartilhar, que te permite escolher compartilhar imagens com uma Apple TV "de segunda geração". Falaremos mais sobre isso quando o aparelho for lançado nos EUA, o que deve acontecer até o final deste mês (a nova Apple TV não tem previsão de lançamento no Brasil).

É promissor, mas...
A novidade principal, o Ping, é promissor para aqueles interessados no conceito. Algumas das mudanças de interface para economizar espaço são úteis, mas a “influência” do Windows em algumas partes da interface , ícones monocromáticos e o branco adicional em algumas das visualizações faz o programa parecer muito mais monótono do que sua versão anterior.

O iTunes 10 possui uma espécie de visual utilitário que o torna menos interessante para usar. Por ser um programa muito usado pelas pessoas, provavelmente farão falta as explosões de cores na barra lateral, e especialmente a habilidade de exibir as capas dos discos no tamanho de escolha do usuário.

itunes1001.png

Nova "cara" do iTunes: o CD saiu, mas a nota musical continua

Ah, e o programa agora tem um novo logo (acima). Durante o evento musical desta semana, em que foi apresentada a nova versão do software, o CEO da Apple, Steve Jobs, disse que eles removeram o CD da imagem porque o iTunes não é mais sobre CDs. Mas o iTunes é sobre muitas outras coisas, talvez seja hora de removerem as notas musicais?

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site