Imagem de fundo do header
Roteador DIR-600, da D-Link, usa tecnologia wireless de 150 Mbps
Home  >  Review
REVIEW

Roteador DIR-600, da D-Link, usa tecnologia wireless de 150 Mbps

Dispositivo mostrou sinal estável e boa taxa de transferência, e é uma boa opção para casas ou pequenas empresas.

René Ribeiro, da PC WORLD

Foto:

O roteador Wi-Fi DIR-600, da D-Link chama a atenção por prometer velocidades de transferência de até 150 Mbps (megabits por segundo), o que fica no meio do caminho entre os dois principais padrões de rede sem fio no mercado: o 802.11g (54 Mbps) e o 802.11n (300 Mbps).

O "truque" consiste em usar uma interface padrão 802.11n, mas economizar na quantidade de antenas (um roteador padrão n pode ter até três antenas) e também nos componentes que fazem a transmissão do sinal. Assim chega-se a um produto mais barato que o padrão n e mais veloz do que o padrão g.

dir-600_acess_350.jpg

DIR-600, com fonte, cabo de rede, CD e base de apoio

No Brasil não existem conexões de banda larga com velocidade acima de 100 Mbps, portanto um roteador como o DIR-600 não fará diferença ao navegar na web ou durante os downloads. No entanto a comunicação entre computadores em uma rede interna pode atingir velocidades maiores, sendo que o limite dependerá do circuito de rede Wi-Fi dos computadores da rede. Nessas horas, quando mais rápido o roteador (e as interfaces Wi-Fi nos computadores), menor o tempo para transferir arquivos entre as máquinas.

Vale lembrar que as taxas de transferência mencionadas são nominais. Significa que há perdas devido a sinais de controle, rotinas de verificação de erros de transmissão e outras variáveis como o ambiente em que o roteador foi instalado (se há muitos obstáculos entre o computador e o roteador, por exemplo) e, principalmente, a distância que entre os computadores e o roteador.

dir-600_350.jpg

Recursos
O DIR-600 mede 11,3 centímetros de largura por 14,7 cm de comprimento e 3,1 cm de espessura. Utiliza uma antena tipo dipolo com ganho de 2 decibéis (padrão). Detalhe que a antena é removível e pode ser facilmente substituída por uma de ganho maior, caso não seja suficiente para o usuário.

O aparelho traz um recurso de segurança chamado Graphic Authentication, para ter acesso à interface de configuração do roteador. É exatamente o recurso usado em sites onde temos que digitar letras e números para acessar o que desejamos. Isso garante que softwares maliciosos, como "bots" que geram senhas repetidamente, não consigam invadir o roteador.

dir-600_tras_350.jpg

O roteador inclui também a funcionalidade WiFi Protected Setup. Ao pressionar o botão WPS localizado na parte posterior do dispositivo, é estabelecida automaticamente uma ligação segura a todos os dispositivos WiFi compatíveis com WPS. Nesse caso não é necessário fornecer uma chave de segurança. O nível de segurança máxima proporcionado pela encriptação WPA2/WPA é inserido na rede doméstica.

Também há suporte ao protocolo IPv6, novo método de endereçamento de dispositivos de uma rede. Além da comunicação sem fio, o DIR-600 tem quatro portas para rede cabeada padrão Fast-Ethernet (100 Gbps).

Teste
Transferimos arquivos entre dois notebooks dentro da rede do DIR-600. Na distância de 10 metros, a taxa de transferência chegou a 44 Mbps. Ao dobramos essa distância, a velocidade diminuiu pouco, chegando a 40 Mbps. Ao aumentar a distância para 25 metros (extremos de nossa redação) a essa velocidade caiu para 21 Mbps. 

O roteador estava instalado como recomenda o fabricante: em local onde a antena não seja obstruída e com a antena na posição vertical. A média de um roteador padrão 802.11g para essa distância em nosso laboratório foi de 16 Mbps.

dir-600_empe_350.jpg

Quanto ao acesso a internet, não houve problema com a velocidade de acesso, apesar de haver perda na força do sinal. A largura de banda da conexão à internet no local do teste é de 8 Mbps.

A instalação é simples e o software é do tipo "wizard", que faz a instalação passo-a-passo, desde a configuração do nome da rede e senha até mesmo a conexão do cabo de modem e do desktop, caso o usuário tenha um desktop ligado a rede.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site