Imagem de fundo do header
Samsung Galaxy Gran Duos: um smartphone dual-chip sofisticado e imenso!
Home  >  Review
REVIEW

Samsung Galaxy Gran Duos: um smartphone dual-chip sofisticado e imenso!

Aparelho se parece muito com um Galaxy Note II, no design e no tamanho, e traz alguns dos mesmos recursos pela metade do preço.

Rafael Rigues

GranDuos_Mao-360px.jpg
Foto:

Pouco tempo atrás publicamos um review do Motorola RAZR D3, um dos primeiros representantes de uma categoria de smartphones dual-chip “premium”, que combinam preço acessível, a comodidade das duas linhas no mesmo aparelho e recursos normalmente encontrados em modelos muito mais caros.

granduos_mao-360px.jpg
Samsung Galaxy Gran Duos

O Samsung Galaxy Gran Duos é outro representante desta categoria, e me agradou bastante. Apesar de um pouco mais caro que o concorrente da Motorola ele é ainda mais sofisticado: não só se parece com um Galaxy Note II, no design e no tamanho, como também tem alguns dos mesmos recursos pela metade do preço.

Hardware e design

O Galaxy Gran Duos seque o mesmo design desenvolvido para o Galaxy S III e adotado em outros aparelhos como o Galaxy S III Mini, Galaxy Note II e Galaxy S 4. Na verdade, olhando de relance é quase impossível distinguí-lo de um Galaxy Note II, e a principal diferença para o Galaxy S 4 é que este é menor que o Gran Duos, algo que você só vai notar com ambos os aparelhos lado-a-lado.

A frente é dominada pela tela de 5 polegadas, mesmo tamanho que a do Galaxy S 4. Entretanto a resolução é menor, apenas 480 x 800 pixels, a mesma de aparelhos como o Galaxy S II Lite (que tem uma tela de 4 polegadas). Com menos pixels ocupando o mesmo espaço físico, a densidade deles é menor, o que resulta em uma menor “nitidez” na imagem, especialmente em texto.

granduos_s4_v2-360px.jpg
Sabe dizer qual deles é o Gran Duos? É o da direita, o da esquerda é um Galaxy S4

Mas isso não quer dizer que a tela seja ruim, pelo contrário: ela é perfeitamente adequada para o uso no dia-a-dia, com boas cores e ótimo ângulo de visão, embora a visibilidade sob a luz direta do sol seja fraca. Não é tão impressionante quanto a tela Super AMOLED de um smartphone top de linha, mas não faz feio.

A tampa traseira, feita de plástico e flexível como em outros aparelhos da Samsung, é removível, e debaixo dela você irá encontrar a bateria (com capacidade de 2.100 mAh), os slots para os SIM Cards (um no canto superior esquerdo, outro no inferior direito, ambos de tamanho normal) e o slot para um cartão microSD, que pode ter capacidade de até 64 GB.

De acordo com a ficha técnica do aparelho, a porta USB na parte de baixo tem suporte a MHL, o que significa que em teoria é possível conectar um adaptador (vendido separadamente) a ela e ganhar uma saída HDMI para conectar o aparelho a uma TV. Infelizmente não tehho um adaptador em mãos para testar este recurso.

granduos_traseira-360px.jpg
Visão traseira do Galaxy Gran Duos, destacando os slots para
os SIM Cards (em vermelho) e para o cartão microSD (em azul)

Por dentro o Galaxy Gran Duos tem um processador dual-core de 1.2 GHz, 1 GB de RAM e 8 GB de memória (4 GB disponíveis ao usuário). A câmera traseira tem 8 MP e flash, e há uma câmera frontal de 2 MP para videochamadas. Há suporte a redes Wi-Fi em todos os principais padrões em uso (802.11 a/b/g/n), redes 3G e HSDPA (“3G+” em algumas operadoras), Bluetooth 4.0 e GPS. Também há rádio FM.

Câmera

Fiquei agradavelmente surpreso com a câmera do Galaxy Gran Duos. Ela não tem alguns dos recursos das câmeras de aparelhos mais sofisticados, como captura em sequência (“Modo Burst”) ou HDR, mas no que mais importa, a qualidade de imagem, ela agradou bastante.

granduos_sample_gato-360px.jpg
Foto diurna feita com o Galaxy Gran Duos. Clique para ampliar

As fotos diurnas são muito boas, como é de se esperar das câmeras dos aparelhos da Samsung. Mas as noturnas foram o destaque, com nível de ruído abaixo do normal e boa sensibilidade à luz, como pode ser visto na paisagem noturna abaixo.

granduos_sample_noite-360px.jpg
Foto noturna feita com o Galaxy Gran Duos. Clique para ampliar

Na hora de filmar, é possível gravar vídeo em Full HD (1920 x 1080 pixels) e 30 quadros por segundo, recurso normalmente encontrado apenas em aparelhos mais caros.

Software

O sistema operacional do Galaxy Gran Duos é o Android 4.1 “Jelly Bean”, com as tradicionais modificações da Samsung, como a interface TouchWiz. Fiquei surpreso ao encontrar alguns recursos de smartphones muito mais caros, como o Galaxy Note II: entre eles o “Stay Awake”, que mantém a tela acesa enquanto você estiver olhando para ela, o modo MultiView, que permite executar dois aplicativos ao mesmo tempo (dividindo a tela ao meio) e o bloco de notas S-Note, que permite desenhos e anotações à mão livre e tem recursos como o reconhecimento de escrita. Desde que você não se importe em “pintar” e escrever com os dedos, pois o Gran Duos não tem uma caneta como o Galaxy Note II.

Suporte Dual-SIM

O suporte a Dual-SIM no Galaxy Gran Duos é bastante completo e flexível. Você pode definir, na tela de configurações, exatamente como o aparelho vai se comportar quando receber uma chamada ou estiver usando a conexão de dados.

Por padrão ele se comporta como um aparelho “Dual Standby”, ou seja, as duas linhas ficam de prontidão para receber chamadas, mas quando uma delas está em uso, seja durante uma chamada ou durante o uso da conexão 3G, quaisquer chamadas feitas para a outra linha serão encaminhadas para a caixa postal.

Ativando a opção “Receber chamadas enquanto usa dados” o comportamento muda: você pode ter a conexão de dados ativa em uma das linhas e ainda assim vai receber chamadas na outra. É a melhor opção para quem tem um chip para aproveitar um plano de dados mais em conta e outro que é a linha principal para telefonia.

granduos_simmanager-360px.jpg
É possível escolher como os dois SIM Cards irão se comportar

Fiz um teste com um download via 3G em um chip ao mesmo tempo que uma chamada para o outro. O download foi pausado durante a chamada, e retomado automaticamente assim que ela foi encerrada.

E também há a opção “2 chips sempre ativos”, que é a melhor para quem usa as duas linhas intensamente para telefonia. Com ela, você pode receber uma chamada em uma linha enquanto está atendendo a outra, e alternar entre as chamadas com um toque em um ícone na tela. E se uma das linhas estiver fora de área, as chamadas para ela serão automaticamente encaminhadas para a outra.

Assim como no Motorola RAZR D3, há um menu de configuração que permite atribuir nomes e ícones a cada uma das linhas (por exemplo “Pessoal” e “Trabalho”) para facilitar a identificação, bem como definir qual a linha padrão para a conexão de dados. Além disso, tanto o discador quanto o app de Mensagens tem dois botões “enviar”, um para cada linha.

Desempenho e autonomia de bateria

O Galaxy Gran Duos é equipado com um processador dual-core, o Broadcom BCM28155, rodando a 1.2 GHz. Em nossos testes de desempenho ele chegou à marca de 6.979 pontos, o que o deixa um pouco atrás de concorrentes na mesma categoria como o Motorola RAZR D3 (também equipado com um processador dual-core de 1.2 GHz, o MediaTek MT6577), que chegou a 7.629 pontos.

Mas os benchmarks contam apenas parte da história. No dia-a-dia, seja navegando na web, ouvindo músicas ou interagindo em redes sociais, o Gran Duos não deixou a desejar em nenhum momento. Também consegui reproduzir vídeo em HD (um arquivo .MP4 em resolução de 720 x 1280 pixels) sem problema algum. Aliás, vale notar que o Media Player do aparelho tem suporte a legendas no formato .SRT.

E o Gran Duos supera o RAZR D3 em um ponto importante: os gráficos 3D, algo que afeta diretamente o desempenho em jogos. O aparelho da Samsung não tem problemas em rodar jogos mais casuais, como Temple Run 2, mas também não se acanha diante de games mais pesados, como Need for Speed: Most Wanted. Os 4 GB de memória interna disponíveis ao usuário ajudam nesse ponto, já que alguns jogos “não cabem” nos 2,33 GB do aparelho da Motorola.

granduos_antutu-360px.jpg
Resultados do Galaxy Gran Duos no AnTuTu

A autonomia de bateria também agradou bastante. Em nosso teste de reprodução de vídeo, que é feito com o brilho da tela em 50% e o aparelho em modo avião, consegui uma autonomia de cerca de 9 horas, um número muito bom.

Já no uso típico não foi raro chegar ao fim de um dia de trabalho, cerca de 13 horas fora da tomada, com 25% de carga restantes mesmo com dois SIM Cards instalados no aparelho, o que novamente é muito bom. Esse teste inclui cerca de 2 horas de navegação na web via 3G, algumas fotos, algumas chamadas curtas e mensagens de texto e atualização constante de e-mails e redes sociais em segundo plano, com o aparelho conectado a uma rede Wi-Fi na maior parte do dia.

Veredito

O Galaxy Gran Duos é mais caro do que concorrentes na mesma categoria, como o RAZR D3 (R$ 799), mas temos que levar em conta que ele tem uma tela maior, mais memória interna e um suporte a dois chips mais versátil.

E temos considerar a ergonomia: assim como o Galaxy Note II ele pode ser “grande demais” para quem tem mãos pequenas, e se você tem dúvidas nesse ponto minha sugestão é que vá a uma loja e confira pessoalmente antes de comprar.

No geral, por R$ 1.149 (preço médio de mercado, sem subsídios das operadoras) o Galaxy Gran Duos oferece um bom custo benefício, com um processador poderoso, uma ótima câmera e excelente autonomia de bateria. Só gostaríamos que a tela tivesse resolução um pouco mais alta, embora ela não seja, de forma alguma, um motivo para desconsiderar a compra. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site