Imagem de fundo do header
Som verde
Home  >  Review
REVIEW

Som verde

Feitos em madeira, fones de ouvido “Earbud Woodphone” da Zagg combinam isolamento de ruído eficiente e boa qualidade de som.

Rafael Rigues

Foto:

Com a popularidade dos MP3 Players e smartphones, fones de ouvido se tornaram um acessório essencial no dia-a-dia de muitas pessoas, seja para ouvir música a caminho do trabalho, relaxar durante uma viagem de avião ou ditar o ritmo das atividades na academia. E também são um exemplo dos extremos da tecnologia: você pode comprar em um camelô por R$ 10 um par que soa como latinhas de massa de tomate presas a um barbante, ou por mais de R$ 1.000 um modelo com cancelamento ativo de ruído capaz de fazer o Maracanã em dia de final do Campeonato Carioca parecer tão silencioso quanto um convento Carmelita.

Mas não é preciso ir à falência para ter som de qualidade: por volta dos R$ 100 é possível encontrar uma enorme variedade de opções bastante satisfatórias. É o caso do “Earbud Woodphone” (ES220M) da Zagg, um modelo que une boa qualidade de som, isolamento de ruído eficaz e design interessante a um preço bastante acessível (cerca de R$ 80).

O design é o que atrai à primeira vista. Como diz o nome o “Woodphone” é feito de madeira (no caso Ébano), em vez do plástico comum em outros modelos. Segundo o fabricante, além de ser um recurso renovável o material foi escolhido por suas reconhecidas características acústicas, já que também é usado em instrumentos musicais.

woodphone_fones-360px.jpg

Earbud Woodphone ES220M: fones em madeira, conector banhado a ouro

O conector é banhado a ouro, algo comum em equipamentos de áudio já que evita oxidação. O cabo tem 1,2 metros de comprimento e é revestido em malha, o que aumenta a durabilidade: quem nunca perdeu um fone porque o revestimento plástico do fio ressecou e se rompeu?. No fio do fone esquerdo fica um pequeno controle “clicável” com microfone integrado, usado para atender chamadas em um celular ou smartphone: basta apertá-lo. Testamos o recurso em um smartphone Android e em um iPhone 4, e em ambos os casos ele funcionou sem problemas.

O “Woodphone” é um fone de ouvido intra-auricular - ou seja, fica “dentro” do canal auditivo - e vem com três pares de adaptadores de borracha em tamanhos diferentes, para que você possa experimentar e encontrar o que melhor se adapta à sua orelha. Em nosso caso, foi o tamanho intermediário. A embalagem também inclui um estojo para guardar os fones quando não estão em uso, o que ajuda a evitar o destestável problema dos cabos enrolados.

Isolamento de ruído e qualidade de som

Existem duas tecnologias predominantes para eliminar o ruído externo quando se usa fones de ouvido. O método ativo é o mais caro: um sistema eletrônico capta o ruído externo, calcula uma onda sonora em fase inversa e a reproduz nos alto-falantes. As duas ondas se cancelam, daí o nome: cancelamento de ruído (em inglês “Noise Cancel”).

O método passivo, usado pelo Woodphone e também conhecido como isolamento de ruído, é mais em conta e funciona simplesmente impedindo que os sons externos cheguem ao ouvido. É a mesma idéia por trás de tampar os ouvidos com as mãos para evitar um barulho desagradável. No Woodphone a peça-chave são os adaptadores de borracha, que “selam” o canal auditivo.

Por isso a importância dos três tamanhos: se o adaptador for pequeno demais o ruído passa e os fones irão sair do ouvido, se for grande demais eles nem entram. O resultado é muito bom: enquanto ouvia música (com um volume normal) fiquei praticamente “surdo” ao mundo externo, sem ouvir sequer dois colegas conversando na mesa ao lado, a menos de 1 metro de distância. 

A qualidade de som também foi muito boa: a faixa de frequências é de 20 Hz a 20 KHz e os graves, que mais sofrem em fones intra-auriculares, estão presentes. O volume é ótimo, sem distorção perceptível. Também não há o indesejado efeito de “achatamento” do som comum em fones mais baratos, que deixa tudo com jeitão de radinho de pilha. É difícil saber qual a influência do Ébano na qualidade, mas gostamos bastante do resultado final.

woodphone_estojo-360px.jpg

Estojo ajuda a conservar os fones e evita nós no cabo

Só temos uma reclamação, comum a outros produtos na mesma categoria: quando o cabo de malha roça contra blusas de lã e calças jeans o som é conduzido até os fones, e percebido como um “rufar”. É mais fácil notar o problema em momentos de silêncio, mas pode ser um incômodo para quem gosta de correr ouvindo música.

Resumindo, quem procura fones de ouvido com boa qualidade de som, isolamento de ruído e não quer gastar muito não irá se desapontar com o Earbud Woodphone da Zagg.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site