Imagem de fundo do header
Testamos o iMac mais rápido da história, com Core i7 e SSD
Home  >  Review
REVIEW

Testamos o iMac mais rápido da história, com Core i7 e SSD

Com 10 mil reais, montamos um desktop da Apple que atingiu a maior pontuação em nossas ferramentas de desempenho, entre todos os Macs que já avaliados

Macworld / EUA

imac27-100.jpg
Foto:

Senhoras e senhores, o Mac mais rápido que nós já vimos está atualmente "sentado" no Lab da Macworld. É um iMac de 27 polegadas, com processador quad-core Core i7 de 2,93GHz, equipado com um disco de estado sólido (SSD). Esse modelo personalizado pelo usuário (ou built-to-order, como é chamado nos Estados Unidos) alcançou a maior pontuação no Speedmark 6 entre todos os iMacs que testamos – até agora.

O iMac com Core i7 e disco SSD não é uma das quatro configurações padrão oferecidas pela Apple. Para conseguir o modelo com o processador Core i7 e um disco SSD, é preciso personalizar um iMac de 27 polegadas e processador-quad core Core i5 de 2,8 GHz (que tinha sido o mais rápido da linha com sua configuração padrão) ao se fazer o pedido na loja online da Apple.

O upgrade para o processador Core i7 de 2.93GHz adiciona mais 700 reais (200 dólares nos EUA) ao preço base de 7.799 reais (1.999 dólares nos EUA) do desktop. E substituir o disco rígido por um SSD de 256 GB aumenta em mais 2.100 reais (600 dólares nos EUA), o preço do dispositivo. Desta forma, o preço total do iMac que testamos (com 4 GB de RAM) fica em 10.599 reais (contra 2.799 dólares nos EUA).

Usamos nosso pacote de testes Speedmark 6 para medir o desempenho do iMac quad core Core i7 de 2,93 GHz e para ver como ele se sai em comparação a outros iMacs atuais. De forma geral, o “nosso” iMac customizado é impressionante, alcançando uma pontuação de 254 no Speedmark 6, atualmente a maior atingida por qualquer Mac (vale lembrar que ainda não testamos os novos modelos do Mac Pro, que possuem até 12 núcleos de processamento, custando assim mais do que um carro no Brasil, conforme já noticiamos).

Em comparação com a configuração padrão do iMac de 27 polegadas, com quad-core Core i5 de 2,8 GHz, o iMac com quad-core Core i7 de 2,93 GHz é 17% mais rápido de forma geral. Registramos as melhorias mais notáveis nos testes do Aperture, iMovie, iPhoto e Unzip archive, o que não foi uma grande surpresa, uma vez que o iMac com Core i7 e seu disco SSD possui uma maior velocidade.

 imac27.jpg

Preço salgado: foi preciso gastar 10 mil reais ter o iMac mais rápido no Brasil

O único teste em que o modelo padrão, com Core i5 de 2.8GHz, venceu foi no teste com o HandBrake. Nele o iMac Core i5 foi cerca de três vezes mais rápido do que o modelo com Core i7 de 2,93GHz. 

Entretanto, esse resultado também não foi uma grande surpresa. Como havíamos notado ao realizar testes de rip de DVD com os novos iMacs, alguns desses computadores (como o modelo com Core i7 que testamos) vêm com mecanismos Hitachi-LG SuperDrive que possuem uma riplock, que diminui a velocidade do SuperDrive durante a gravação de filmes para reproduzir o barulho do mecanismo do drive.

Outros iMacs novos que testamos vieram com o mecanismo Pioneer SuperDrive, que produziu resultados mais rápidos. A Apple não especifica qual mecanismo de SuperDrive está sendo instalado quando você compra seu iMac.

Também comparamos o iMac com Core i7 de 2,93 GHz com outro iMac customizado, o modelo com dual- core Core i5 de 3,6 GHz (9.599 reais no Brasil e 2.499 dólares nos EUA, com um SSD no lugar de um disco rígido).

Com os dois modelos usando discos de estado sólido, descobrimos que os 1.000 reais a mais (300 dólares nos EUA) pelo iMac com Core i7 de 2,93 GHz resulta em um ganho de 11% sobre o iMac com Core i5 de 3,6GHz. O modelo com Core i7 registrou os maiores ganhos nos nossos testes do Cinebench, MathematicaMark e Compressor, nos quais o software pode aproveitar os núcleos adicionais fornecidos pelo processador Core i7. Fazer o boot com SSD também fornece um benefício que não pode ser realmente medido manualmente. De forma geral, o iMac com SSD foi uma máquina mais rápida.

 

 

 

Os melhores resultados estão em vermelho.

Os resultados do Speedmark 6 são relativos aos de um MacBook Core 2 Duo 2.13GHz, para o qual foi designado uma pontuação de 100 (pontuações mais altas são melhores). Resultados do jogo Call of Duty estão em frames por segundo. O MathematicalMark mostra o resultado de desempenho (maior é melhor). Os novos iMac Core i3 foram testados com o Mac OS X 10.6.4. Os iMacs Core 2 Duo com 3.06Ghz foram testados com OS X 10.6.1, O iMac de 27 polegadas Core i5 2.66GHz foi testado com OS X 10.6.2. Nós duplicamos um arquivo de 1GB, criamos um arquivo Zip no Finder a partir dos dois arquivos de 1GB e então o descompactamos. Convertemos 90 minutos de arquivos de áudio AAC para MP3 utilizando a configuração High Quality do iTunes. No iMovie´09, foi importado um arquivo de filmadora e exportado para o iTunes com definição para dispositivos portáteis. Nós rodamos um Timedemo em 1024 por 768 com 4X no Call of Duty. Importamos 150 arquivos JPEGs para o iPhoto´09. O teste do Photoshop foi feito com um pacote de 14 funções em scripts, com um arquivo de 50 MB. A memória com o Photoshop foi ajustada para 70% e o Histórico ajustado para o Mínimo. Marcamos o tempo que levou para renderizar uma cena com multiprocessamento no Cinebench. Extraímos um capítulo de DVD para o disco rígido com o HandBrake. Nós registramos quanto tempo levou para renderizar uma cena com os multiprocessadores no Cinebench. Rodamos o teste Evaluate Notebook no MathematicaMark 7. Rodamos o teste multitarefa no WordBench 6 sendo executado no Parallels 5 VM rodando o Windows 7 Professional. Cronometramos o tempo para importar e visualizar o preveiw em thumbnail de 150 fotos no Aperture.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site