Imagem de fundo do header
Testes mostram que o Google Wave deve melhorar, mas tem coisas bacanas
Home  >  Review
REVIEW

Testes mostram que o Google Wave deve melhorar, mas tem coisas bacanas

Se você não recebeu um convite para testá-la, veja o que a ferramenta do Google irá proporcionar em termos de integração.

Mike Keller, da PC World/EUA

google_wave_logo_150.jpg
Foto:

Browser_ilustra150.jpgNo começo do ano o Google anunciou uma nova ferramenta online para comunicação e colaboração em tempo real. O Google Wave mistura painel de mensagens, com e-mail, rede social, wikis e mensagens instantâneas – com a possibilidade de compartilhar documentos apenas arrastando-os para a janela. Além disso, também realiza transmissões ao vivo – ou seja, cada caractere que você digitar será visto pelo participante com o qual conversa.

> Galeria: o que é e como funciona o Google Wave

O Google liberou o teste com o Google Wave para apenas alguns usuários, e a PC World (EUA) pode testar a ferramenta. Observamos que a interface do programa é rápida e traz algumas animações, que talvez possamos ver em outros produtos do Google, como o Gmail.

Porém, nitidamente ainda é um produto em desenvolvimento. Por exemplo, ainda não é possível remover um contato do Wave uma vez que ele tenha sido adicionado.

Mas uma das mais bacanas funções do Wave (e que funcionou corretamente) é o Playback. Com esta ferramenta você pode navegar cronologicamente por uma complexa mensagem. Desta maneira, adições e edições irão aparecer conforme foram submetidas. Trata-se de um recurso muito útil para quem chegar atrasado a uma conversa ou precisa revisar um longo artigo que já sofreu várias alterações.

O Google Wave tem múltiplas plataformas (incluindo telefonia móvel), é de código aberto e muitas opções de criação de aplicativos no Google Wave API. Já existem alguns bons add-ons, incluindo funções para teleconferência com vídeo, integração com o Twitter, e jogos colaborativos, como o Sudoku.

google_wave_tela.jpg

Com relação à integração do Wave com os celulares, fizemos um teste com a versão móvel do Safari, no iPhone. O browser não ter suporte na ferramenta, o que demonstra que a interface para telefones móveis ainda não está completa.

Embora a interface móvel não seja tão boa quanto a interface para desktop, pudemos ler e postar informações, o que foi suficiente para conferir toda a graça do programa.

Em setembro o Google liberou 100 mil convites públicos para testar o Wave. Se você tem interesse em participar na próxima rodada, basta se candidatar. Ainda não há uma data para o fim dos testes e para o lançamento final do Wave; para quem não conseguir ser um dos convidados a testar, resta aguardar, pois a ferramenta ainda promete muito.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site