Imagem de fundo do header
Thinkpad W700ds tem duas telas LCD e preço de um carro popular
Home  >  Review
REVIEW

Thinkpad W700ds tem duas telas LCD e preço de um carro popular

A workstation da Lenovo vem com processador quad core, 6 GB de RAM e chip gráfico poderoso. Mas será que vale tanto?

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

LenovoW700ds_ilustra150.jpg
Foto:

Você sabe o que é e para que serve uma workstation? As estações de trabalho, como também são chamadas, são um tipo especial de PC que oferece alta capacidade de processamento, mais memória de vídeo (512 MB a 1 GB) e memória do RAM (4GB no mínimo), telas maiores e com melhor resolução.

E mais: esses equipamentos costumam trazer o certificado ISV (Independent Software Vendor), uma espécie de garantia dada pelos desenvolvedores de software da área gráfica aprovando esses equipamentos para suas aplicações (em geral, grandes devoradoras de recursos).

Nessa categoria, PC WORLD pôde testar a W700ds, que inclui um recurso que a destaca de outros modelos de workstation. Além da tela de 17 polegadas (1920 por 1200 pontos), o equipamento da Lenovo traz embutido, na lateral direita da tela principal, uma segunda tela LCD de 10,6 polegadas e que funciona com uma extensão da área de trabalho para o usuário.

Configuração peso-pesado
A W700ds vêm com Windows Vista
Business 64 bits e tem componentes que realmente impressionam:
processador Intel Core 2 Quad Q9300, de 2,54 GHz, 6 GB de memória RAM
DDR3 1066, um HD tipo SSD de 128 GB, um HD comum de 160 GB e chip
gráfico NVidia Quadro FX 3700M com 1GB de memória DDR3.

Leia também: 
>> Regras: coloque o Outlook para trabalhar por você
>> Windows 7: já escolheu a versão do sistema que irá usar?
>> Transforme suas melhores fotos em murais
>> Silhuetas dão um toque dramático à suas fotos; veja como fazer
>> Banda larga 3G: confira o que as operadoras oferecem
>> Quer um mouse estiloso? Escolha aqui
>> Sabe o que acontece com um e-mail quando você aperta o send?

E não faltam a ela também conexões de todo tipo. À direita estão
três USBs, o gravador de DVD e o conector para modem 56 kbps. No lado
oposto, mais duas USBs, uma porta firewire, dois slot Express (Card 34
e Card 54) para expansões.

LenovoW700ds_580.jpg

Na frente encontramos um leitor de cartões tipos MMC, MS, MS Pro, SD, SDHC, xD e xD H. Na parte de trás do equipamentos foram instalados uma saída VGA e outra DVI, o conector para rede Ethernet padrão Gigabit e ainda um conector display port. A estação da Lenovo oferece conexão por Bluetooth e Wi-Fi padrão 802.11n.

Destaque para o recurso de segurança TPM (Trusted Platform Modules - um chip que, mediante uso de senha, não permite que o HD seja lido nem em outro hardware); para o tablet digitalizador de 5,9 polegadas (posicionado logo abaixo do teclado para ser usado com a caneta que acompanha o produto); e para o botão Thinkvantage, que dá acesso a configurações corriqueiras, como encontrar e conectar em uma rede sem fio, fazer backup e balancear o consumo de energia para economizar bateria.

Desempenho
Com toda essa configuração era de se esperar uma performance acima da média e a W700ds não decepcionou, conforme os resultados obtidos com os principais softwares de benchmark: 7.569 pontos no PCMark Vantage, e 9.898 pontos no PCMark05. Na análise do desempenho gráfico, equipamento alcançou 5.002 pontos no 3DMark Vantage, e 11.321 pontos no 3DMark06 atingiu 11.321 pontos, valores muito altos (veja o desempenho de outros equipamentos semelhantes no site www.futuremark.com).

Não por outro motivo, a instalação do pacote Master Collection CS4, da Adobe, foi tarefa rápida. A execução de filtros complexos era executado em tempo real, ou seja, ao fazer alteração dos parâmetros arrastando o mouse nas barras de valores, o filtro já era automaticamente aplicado, sem espera de processamento.

Contribuem para tal desempenho dois fatores. O primeiro é o disco SSD, que oferece uma taxa de transferência de dados em torno de 95 MB/s (um HD comum trabalho em torno de 50 MB/s) e o tempo de acesso aos dados, cerca de 12 vezes mais rápido que um HD comum.

O segundo é a placa de vídeo FX 3700M. Aplicativos como os que compõem o CS4 executam o processamento todo nesse componente. Além de livrar o processador para outras tarefas, o chip de vídeo desmembra as tarefas gráficas com mais eficiência.

Para avaliar o desempenho do tablet, pedimos o auxílio de nosso webdesigner, Flavio Remontti. Segundo ele, o tempo de resposta do dispositivo é bom e os traços executados de forma suave. Ele destacou uma vantagem a mais da segunda tela: os palettes e filtros podem ser mantidos nela, visíveis, tornando desnecessário mover a mão da posição de trabalho.

Autonomia
Quanto à bateria, fizemos dois testes. Sem contar com o recurso de gerenciamento de energia e usando o brilho da tela pela metade, a bateria sobreviveu por uma hora e 41 minutos de acesso à internet por rede sem fio e uso intensivo do Photoshop. Ao acionar o recurso chamado Battery Stretch, que desliga circuitos que não estão em uso durante o trabalho e regula automaticamente o brilho da tela, o tempo de vida da bateria subiu para duas horas e 12 minutos.

Mas é preciso ter em conta que portabilidade não é a finalidade deste equipamento. Sim, ele é grande (41 centímetros de largura por 31 cm de profundidade e 4,1 cm de altura), mas não tão pesado (3,8 quilos). Existem modelos ainda mais pesados e voltados para games.

Caso tenha se interessado pela W700ds, saiba que tudo isso tem um preço. O equipamento avaliado não sai por menos de 21.389 reais, mais caro que um carro popular zero quilômetro.

pcw_logo_twitter_73.jpg
> Siga PC WORLD no Twitter em http://twitter.com/pcworldbrasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site