Imagem de fundo do header
Touchsmart da HP vai fazer você esquecer o velho mouse
Home  >  Review
REVIEW

Touchsmart da HP vai fazer você esquecer o velho mouse

Com tela LCD de 22 polegadas sensível ao toque, desktop da HP tem boa responsividade e uma ótima qualidade de som.

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

Touchsmart_HP_150.jpg
Foto:

Nada do conceito tradicional de desktop. O HP Touchsmart IQ-510 , lançamento recente da HP avaliado por PC WORLD, permite que o usuário comande o equipamento mesmo sem o mouse. Basta tocar na tela de 22 polegadas. Integrada a ela, estão todos os circuitos, no melhor estilo do iMac, da Apple. Para isso, ele conta com processador e chipset utilizados em notebooks.

A tela do Touchsmart funciona muito bem, respondendo imediatamente aos comandos, e mostra precisão mesmo com ícones pequenos. Ele traz um software que praticamente substitui a interface do Windows: são ícones bem grandes, que podem ser configurados pelo usuário. Ao passar o dedo sobre eles, a tela vai rolando, como se estivéssemos no comando de um “iPhone gigante”.

touchsmart_350

HP Touchsmart: componentes de notebook e CPU integrada ao monitor

O som é excepcional no Touchsmart, com muita nitidez e volume bem alto, dividido em seus quatro alto-falantes frontais. E com o controle remoto, vira uma verdadeira central multimídia. Sua configuração não deixa a desejar: Core 2 Duo T5850 de 2,16 GHz, 4 GB de RAM (DDR2 800) e chipset Intel GM 965. O chip de vídeo é o GeForce 9300M volume, leitor de cartões e interface FireWire 1394a.

No lado esquerdo temos duas USBs 2.0, conectores para microfone e fone de ouvido, além de um botão que controla luz ambiente. Na parte de trás há mais três USBs 2.0, conector para rede Gigabit Ethernet, saída de áudio digital (para home theater) e saída de áudio em linha (para caixas externas). Traz, ainda, entrada de TV (cabo ou antena), S-Video e entrada de áudio. E inclui circuito para rede Wi-Fi padrão 802.11 b/g/n e Bluetooth.

Quanto ao armazenamento, oferece 500 GB de disco rígido, além de unidade óptica em estilo slot, no qual o disco e sugado para dentro do leitor, como nos CD players de carros. É uma configuração de respeito, que roda softwares exigentes por hardware e também suporta multitarefa sem problemas de lentidão, o que foi comprovado nos testes.

O software PCMark05, que mede desempenho, atingiu 4.738 pontos; dentro da média para essa configuração. Apesar disso, o chip de vídeo (mesmo sendo atual), sofreu para rodar jogos pesados como Crysis mesmo quando não está em sua máxima configuração. No software 3Dmark06 a pontuação chegou a 1.918 pontos, o que mostra que ela suporta jogos atuais, mas com configuração modesta.

Apesar disso, a placa tem recursos para compactar e converter vídeos de modo mais rápido, quando utilizada com softwares que já aproveitam esse recurso, como o Premiere, versão CS4 da suíte da Adobe. É um PC para quem quer sofisticação, pronto para filmes e música, com potência e memória para softwares pesados e um design para deixar na sala de estar, já que possui rede Wi-Fi . Mas tudo isso tem um preço alto: 6.999 reais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site