Imagem de fundo do header
Vaio VGN-TZ15AN, da Sony: ultraportátil com preço para poucos
Home  >  Review
REVIEW

Vaio VGN-TZ15AN, da Sony: ultraportátil com preço para poucos

Ele é menor que um caderno universitário, oferece bom desempenho, mas tem preço alto

Por René Ribeiro, Analista de testes da PC World

Foto:

ultraportatil_preco_150A linha de notebooks Vaio, fabricada pela Sony, é conhecida por sua qualidade e alto preço. O ultraportátil VGN-TZ15AN, último lançamento da empresa no Brasil, mantém a escrita. De cara, ele impressiona pelo tamanho, com dimensões pouco menores que as de um caderno universitário, tela widescreen de 11,1 polegadas e resolução de 1366 por 768. Peso? 1,2 quilo.

Sua configuração inclui processador Core 2 Duo U7500 de 1,06 GHz, 1 GB de memória DDR2 de 533MHz, HD de 100 GB, gravador de DVD e CD, conexão wireless 802.11g, Bluetooth, duas porta USB, uma FireWire e saída VGA para um monitor externo. Também lê cartões Memory Stick Pro e ExpressCard.

O teclado é diferente do que se costuma ver na maioria do notebooks, com botões que lembram os do Mac Book Pro. As teclas são menores que as normais, mas há um espaço entre elas que permite uma digitação confortável. Apesar de a tela ter espessura de apenas 7 milímetros, ele acomoda uma webcam com resolução de 1,3 megapixels.

Traz chipset Intel 945GM, com circuito de vídeo GMA950, que processa gráficos não tão elaborados como os de jogos, mas tem bom desempenho para aplicações profissionais. O sistema operacional é o Windows Vista Business.

Com pequenos botões metálicos na parte dianteira, é possível assistir a um DVD e escutar um CD sem inicializar o Windows, funcionando assim como um aparelho de som ou player de filmes. Para a segurança dos dados, traz leitor de impressão
digital, que restringe o acesso a pessoas cadastradas.

Tem sensor de choque para o HD, protegendo melhor o disco. E com um chip de segurança, que pode ser ativado pelo BIOS, os dados do disco rígido só podem ser lidos neste notebook. Testamos o desempenho com o software PC Mark05 e foram obtidos 2185 pontos na média geral. Também utilizamos o PC Wizard 2007, sendo alcançados 1.408 pontos. Estes números mostram que o desempenho está na média para configurações semelhantes de hardware.

Ao encarar o PhotoShop CS3, que é uma aplicação considerada pesada, o disco rígido não deu sinais das famosas paradas durante a instalação, o que mostrou boa integração do hardware do disco com o da placa-mãe. Carregar várias imagens de alta resolução, com mais de 4 MB de tamanho e aplicar fi ltros, não foi problema.

O trabalho foi executado sem esperar vários segundos na frente da tela. Com relação à autonomia, o manual informa que ele pode suportar até sete horas e meia, dependendo das configurações de energia. Nos testes, retiramos proteção de tela e desligamento automático da tela e disco.

Usamos processador de texto e planilha abertos simultaneamente e acessamos redes wireless. Fizemos gravações dos trabalhos em pendrive e acessamos um DVD para ler dados. Nesse perfil de utilização, a bateria durou 4h56min. O sistema reserva uma área do HD para restaurar a configuração de fábrica. Isso é ótimo para o caso de pane, pois pela tecla F10 durante o boot é possível reinstalar o sistema.

Toda esta tecnologia e mobilidade têm um preço alto: o VGN- TZ15AN sai por 10.999 reais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site