Imagem de fundo do header
Vado foi pensada para gravar e publicar seus vídeos no YouTube
Home  >  Review
REVIEW

Vado foi pensada para gravar e publicar seus vídeos no YouTube

Filmadora da Creative é compacta, fácil de usar e ideal para divulgar seus vídeos na internet, apesar da pouca resolução.

Mônica Campi, especial para PC World, e Tim Moyniham, da PC WORLD / EUA

vado_150.jpg
Foto:

Quem costuma gravar vídeos para publicar no YouTube vai gostar da portabilidade da Creative Vado Pocket Video Cam. Ela é uma filmadora do tamanho de um iPod (pesa pouco mais de 80 gramas) fabricada para caber em seu bolso ou mochila, gravar vídeos curtos e, facilmente, descarregá-los e publicá-los em seu site de vídeos favorito, como o YouTube, por exemplo.

O aparelho (que custa 100 dólares nos Estados Unidos e tem preço sugerido de 549 reais no Brasil) é fácil de carregar, mas não oferece uma boa qualidade de vídeo (o que não chega a ser um problema para quem quer divulgar as imagens na internet).

Para transferir os vídeos, ela traz um conector USB acoplado ao aparelho. É só espetá-la na porta do micro e transferir os clipes para serviços de compartilhamento de vídeos na web com apenas um clique.

Leia também: 
> Conheça as melhores câmera digitais compactas
> Descubra o que o Photoshop CS4 tem de novo
> PC com placa de captura de vídeo ou usar a TV como monitor?
> Armazene e ouça suas músicas na web sem gastar nada
> Como ressuscitar um HD que não quer mais dar boot
> Monitor Crystal parece da Apple, mas é um Dell
> Freedom é um mininotebook com cara de gente grande

Essa interface também serve para recarregar o dispositivo. Vale lembrar que o software gerenciador do dispositivo não funciona em equipamentos Mac, só em computadores Windows.

Embora a “flexibilidade” dessa interface possa agradar a alguns (descartando cabos ou placas específicas), plugar o curto conector na porta USB de seu desktop fará a Vado balançar estranhamente no ar.

O conector foi obviamente idealizado com um notebook em mente, pois encaixa perfeitamente nesse sentido. A visualização fica por conta de uma tela de 2 polegadas, nítida o suficiente para poder ser vista sob intensa luz solar.

Mas este impressionante LCD pode ser bom e ruim ao mesmo tempo, já que os vídeos têm uma aparência muito melhor no dispositivo do que depois quando você o visualiza no YouTube. Após descarregar o vídeo, fica claro que as imagens são mais “pixeladas” e escuras do que o visualizado anteriormente no aparelho.

vado_300.jpg

Vado: leve e fácil de operar, permite fazer upload de vídeos com um clique,
e vem com conexão USB retrátil

Operar o Vado é simples. Um controle direcional com quatro sentidos permite que você dê zoom e navegue entre os clipes. Um grande botão inicia e para a gravação. Um botão lateral faz a troca de função entre gravar e playback e outro, abaixo, apaga os clipes. Segurando esses dois botões juntos a tela do menu aparece.

A resolução de vídeo do equipamento, de 640 por 480 pixels, não chega a ser ruim, mas está longe da qualidade oferecida por filmadoras tradicionais, como as MiniDVs. Embora seja ideal para curtos e amadores vídeos, tenha certeza de estar com as luzes acesas sempre que for gravar. Sem ter um balanço de branco e luz adicional, ela não funciona bem em ambientes escuros. Para completar, o zoom digital de 2x é ruim.

Você pode gravar em modo qualidade padrão (SP) e em alta qualidade (HQ); no primeiro, a Vado armazena até duas horas de vídeo, enquanto que em alta qualidade o dispositivo suporta até sessenta minutos de gravação.

Apesar disso, não observamos grande diferença na qualidade dos vídeos gravados em cada modo. Seu corpo e botões de plástico sugerem que o dispositivo não deve agüentar muitos anos de uso.

Apesar de suas limitações, a Vado é um dispositivo prático, compacto, fácil de transportar, ideal para capturar vídeos curtos e caseiros. Mas se a qualidade da imagem é um item importante para você, é melhor procurar outro tipo de aparelho.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site