Imagem de fundo do header
Winbook da CCE é potente e tem bom HD, mas bateria decepcionou
Home  >  Review
REVIEW

Winbook da CCE é potente e tem bom HD, mas bateria decepcionou

Netbook tem tela de 10,2”, pesas 1,3 kg, vem com chip Atom N279, 1GB de RAM e chip gráfico integrado e Windows XP Home instalado.

René Ribeiro, analista de testes da PC WORLD

Winbook-CCE_150.jpg
Foto:

Os netbooks, equipamentos compactos, leves e com preço mais acessível, estão em alta. Estima-se que esse mercado foi responsável por um terço do crescimento do setor de PCs em 2008. Esse desempenho positivo tem atraído novos fabricantes, caso da CCE, que acaba de lançar o Winbook.

O portátil pesa 1,3 quilo e mede 25,8 centímetros de largura por 18,9 cm de profundidade e 2,9 cm de altura. Traz uma boa tela tem 10,2 polegadas, com resolução de 1024 por 600 pontos. E ao contrário de alguns modelos da mesma categoria, espaço em disco não é problema, pois seu HD tem 120 GB de capacidade.

Para saber mais: 
> Tudo o que você deve saber para comprar um netbook

A configuração inclui processador Atom N270, de 1,6 GHz, 1 GB de memória DDR2 800 (um pouco mais rápida que a normalmente utilizada em minilaptops, que costumam usar DDR2 667), chipset Intel i945GU, que tem integrado o chip de vídeo Intel GMA 950, e webcam de 1,3 megapixel.

Tem ainda três portas USB 2.0, leitor de cartões MMC, SD e MS, modem 56 kbps, rede Ethernet 10 Mbps e Wi-Fi padrão 802.11 b/g. Também inclui saída VGA e conectores frontais para fone de ouvido e microfone. O Winbook é entregue com Windows XP Home.

Mas não há outros softwares adicionais, nem disco de recuperação. Caso alguma pane aconteça, a inicialização tem opção para restaurar o sistema. Basta pressionar F7 e uma tela é apresentada. Fizemos o teste e o Windows foi reinstalado com os respectivos drivers, com todo o hardware funcionando sem problemas.

Poder de fogo
Mas do que o Winbook é capaz? Como outros modelos de configuração semelhante, ele roda aplicações de escritório, editores de imagens mais leves, como o Gimp, e permite rodar filmes. Como os demais modelos da categoria, ele não é direcionado para tarefas pesadas como, por exemplo, converter vídeos.

Winbook-CCE_350.jpg

Para avaliar a capacidade multitarefa do Winbook, fizemos um teste simples: abrimos um documento com 50 páginas no processador de textos, carregamos 12 planilhas de cálculos, cinco apresentações em PowerPoint (as maiores tinhas 40 MB e 18 MB) e seis abas de navegação. O MSN Live Messenger também estava ligado. Nestas condições, o uso do processador no gerenciador de tarefas do Windows indicou 23% de carga.

Ao acrescentar um arquivo de vídeo em alta definição (1366 por 720 pontos) com som, o uso do processador saltou para 93% e alternar entre as aplicações se tornou algo quase impossível.

Rodar esses aplicativos de escritório em conjunto significa ter uma máquina que pode ser usada facilmente fora do escritório, em clientes ou mesmo em uma reunião da empresa, executando apresentações em PowerPoint, deixando documentos auxiliares abertos e ainda acessar internet para eventuais consultas durante a apresentação. Ou seja, o netbook não deve te deixar na mão.

E se deixá-lo na mão será por conta da bateria, cuja autonomia decepcionou. Por ser um equipamento que promove mobilidade, a bateria durou parcos 125 minutos, menos da metade do tempo de equipamentos como Mobo 1050 e o Asus HD 1000.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A PCWorld usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site