Home > Notícias

RIM quer incorporar plataforma de anúncios a seus smartphones

Google e Apple já compraram empresas do gênero; RIM sabe que o bolo do mercado de publicidade para dispositivos móveis só tem a crescer.

PC World/US

19/08/2010 às 17h38

Foto:

A Research in Motion (RIM) está de olho no mercado, à procura de um
serviço de anúncios que possa incorporar a seus smartphones, noticia o Wall Street Journal.
Essa movimentação ocorre depois que a Apple e a Google incorporaram
suas soluções para publicidade em dispositivos móveis, a Quattro
Wireless e a AdMob, respectivamente.

Embora a participação da RIM no mercado americano de smartphones
esteja diminuindo, frente a rivalidade do Android e do iPhone, sua linha
BlackBerry continua tendo a maior base de clientes dos Estados Unidos.
Com milhões de usuários acessando a Internet a partir de seus celulares,
há muito dinheiro circulando no mercado de anúncios para dispositivos
móveis, e, claro, a RIM quer uma parte do bolo.

Segundo o reportagem do Wall Street Journal, a fabricante do
BlackBerry, a fim de iniciar seu própria rede de publicidade, tentou
adquirir a Millennial Media, que pediu muito alto. A RIM avaliou que não
estava preparada para pagar 500 milhões de dólares pelo negócio. As
duas empresas, no entanto, não confirmaram as informações.

Os mesmos passos

A Google pagou 750 milhões de dólares pela AdMob em novembro de 2009. A Apple, que tentara adquirir a mesma empresa, se contentou com a Quattro, pagando 275 milhões de dólares por ela. Logo depois, alterou o nome da plataforma de anúncios para iAd, tornando-a exclusiva para iPhones.

Atualmente, a RIM se encontra sob pressão para responder à altura de
suas concorrentes. No entanto, diz a reportagem do WSJ, acredita que
ambas as empresas inflacionaram o mercado ao aprovarem transações com
valores tão altos.

Enquanto isso, há mais coisas com que se preocupar. A Research in
Motion tem enfrentado sanções de alguns países (Índia, Arábia Saudita,
Emirados Árabes, Indonésia, Líbano) quanto a seu serviço de e-mail criptografado. Além disso,seu novo aparelho, o Torch 9800, não está indo bem nas vendas, tendo
seu preço cortado pela metade com menos de uma semana de mercado.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail