Home > Notícias

Rival para o iPad? PlayBook já chega “morto” ao mercado…

Lançado nos EUA nesta semana, aparelho da RIM tem recebido críticas ruins e baixa procura em lojas; principal defeito seria falta de app nativo de e-mail

Daniel Ionescu, PC World / EUA

19/04/2011 às 18h29

Foto:

O tablet BlackBerry PlayBook, da RIM, começou a ser vendido esta semana nos EUA, com o que parece ser um pacote nada animador: pouco interesse dos consumidores, reviews medíocres na imprensa e poucas chances de repetir o sucesso do iPad, da Apple, atual líder do mercado de tablets.

O aparelho possui os mesmos preços do iPad 2 na terra do tio Sam: 499 dólares para o modelo 16GB com Wi-Fi, 599 dólares para o de 32GB Wi-Fi e 699 dólares para o de 64GB Wi-Fi. O tablet possui um processador dual-core de 1 GHz, tela de sete polegadas e duas câmeras (com resolução de 5MP na traseira e 3MP na frontal).

Mas o que está “matando” o PlayBook é o seu sistema. De longe, a maior ausência é a falta de um cliente nativo de e-mail. Sim, você leu corretamente: um aparelho com o nome BlackBerry, famoso por várias capacidades de correio eletrônico, não chegará ao mercado com um aplicativo embutido para isso. Em vez disso, os usuários terão de usar o aplicativo Bridge, que faz tethering do PIM (gerenciador de informações pessoais) de seu telefone celular, limitando assim o aparelho  PlayBook a quem já possui um smartphone BlackBerry.

Com sua chegada ao mercado apressada ao mercado para enfrentar o iPad 2 e diversos rivais parecidos com sistema Android, o PlayBook já mostrou sinais de fatiga desde que caiu nas mãos de revisadores nesta semana. Eles notaram uma forte ausência de aplicativos de terceiros, software com bugs e desempenho instável do Flash no navegador. Mesmo com uma câmera frontal de 3MP, o aparelho não possui nem um aplicativo nativo para videochamadas.

“Fritado” nos reviews e meio requentado (pela falta de aplicativos, por exemplo), não é nenhuma surpresa que as primeiras informações do lançamento do aparelho, em 19/4, também não sejam positivas. No Canadá, terra natal de sua fabricante RIM, o jornal Financial Post afirma que o PlayBook não será um sucesso, mas terá de se assentar para conseguir alguma coisa. Já o CityNews Toronto noticia a falta de filas fora das lojas, e a pouca animação por parte dos fãs para o lançamento.

Talvez seja hora de determinar a morte deste BlackBerry na chegada e esperar que a RIM lance um “matador de iPad” melhor no futuro.

playbook300

Morto ao chegar? Tablet da RIM tem recebido críticas por falta de apps considerados essenciais

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail