Home > Notícias

Saiba quais são os melhores antivírus do mercado em 2012

Testamos um total de 14 programas de segurança para eleger os 10 melhores. Confira a lista e as principais tendências do segmento para o ano

PC World / EUA

03/02/2012 às 11h57

Foto:

Os pacotes de segurança para computadores chegaram ao ponto em que todos funcionam?

De longe, é isso que parece: todos eles tentam te proteger de vírus, spywares, Cavalos de Troia, e outros malwares. E a maioria das suítes que testamos desempenhou um bom trabalho na detecção de ameaças. No entanto, outros fatores também são importantes: alguns pacotes são mais fáceis de usar do que outros, e alguns fazem um uso mais eficiente dos recursos do seu PC. Testamos um total de 14 programas para ver quais você deve considerar comprar, e no final das contas o G-Data Internet Security 2012 saiu como o grande vencedor.

Pacotes de 2012: Mais rápidos, finos e eficientes

Os pacotes desse ano possuem ênfase em leveza e velocidade, assim como em uma interface mais amigável. Bitdefender e Eset renovaram seus pacotes para tornar o uso mais fácil. Já a Webroot começou do zero em 2012 com seus produtos SecureAnywhere, criando um pacote que é amigável e ágil.

Os pacotes também estão começando a usar a computação na nuvem para ajudar a detectar novos malwares. E esses esforços podem estar valendo a pena: neste ano, os programas se saíram muito melhor em nossos testes de detecção no mundo real em comparação a temporada anterior. 

Mais uma vez, os testes foram feitos em parceria com a AV-Test, uma companhia alemã com renome no campo de testes de softwares de segurança. A AV coloca os softwares de segurança sob testes pesados para determinar não apenas qual deles é o melhor em detectar ameaças, mas também o que “limpa a bagunça” de forma mais eficiente. Além disso, a AV-Test realiza uma bateria de testes de desempenho para descobrir qual dos pacotes deixará o PC rastejando de tão lento – e quais não fazem isso.

Os testes desse ano foram talvez os mais concorridos da nossa história: todos os pacotes do nosso Top 10 realizaram um ótimo trabalho na detecção de malwares, e até mesmo os programas restantes (leia-se "que ficaram de fora do Top 10") saíram-se razoavelmente bem. Como resultado, demos mais importância do que antes para a facilidade de uso dos softwares, e se eles consomem ou não muitos recursos do sistema.

Confira abaixo a lista com todos os 14 softwares testados e depois os melhores pacotes de antivírus em cada categoria para esse ano. Publicaremos os reviews de todos os 14 programas no decorrer das próximas semanas, por isso fique ligado na PC World Brasil.

Os 14 pacotes que testamos, na classificação geral:

  1. G Data InternetSecurity 2012
  2. Norton Internet Security 2012
  3. Bitdefender Internet Security 2012
  4. Kaspersky Internet Security 2012
  5. Trend Micro Titanium Internet Security 2012
  6. Avast Internet Security 6*
  7. Eset Smart Security 5
  8. F-Secure Internet Security 2012
  9. AVG Internet Security 2012
  10. Check Point ZoneAlarm Extreme Security 2012
  11. Avira Internet Security Suite 2012
  12. Panda Internet Security 2012
  13. Webroot SecureAnywhere Essentials
  14. McAfee Internet Security 2012

gdata2012security.jpg

Pacote da G Data foi eleito o melhor do ano em nossos testes

Os melhores antivírus entre os pacotes testados

Melhor desempenho geral: G Data InternetSecurity 2012

A interface não é maravilhosa, mas o software da G Data é a nossa escolha como melhor opção do ano por causa da força da sua detecção de malware e capacidades de remoção, além do impacto mínimo sobre o desempenho do computador.

Melhor proteção: Bitdefender Internet Security 2012

Esse produto superou o software da G Data na detecção e remoção de problemas. Mas essa eficiência tem um preço: o pacote foi o mais lento entre todos que testamos.

Mais rápido: Webroot SecureAnywhere Essentials

Apesar de não ter ido tão bem para chegar ao nosso Top 10, o pacote renovado do Webroot desempenha as tarefas mais comuns com muito pouco atraso.

Melhor Interface: Bitdefender Internet Security 2012

A Bitdefender revisou toda a sua linha de produtos para esse ano. O pacote atualizado da companhia é amigável e acessível para usuários regulares enquanto mantém muito poder para os usuários mais avançados.

Segurança na nuvem

Há cinco ou seis anos, um pacote de segurança poderia “se safar” ao depender simplesmente de arquivos de definição de vírus (também conhecidos como assinaturas). As definições de vírus, que as empresas de segurança enviam periodicamente para seus softwares via atualizaçõs online, dizem para o mecanismo de detecção de malware o que ele deve buscar. E, por um tempo, esse sistema funcionou.

Mas nos últimos anos, à medida que o cibercrime tornou-se mais sofisticado e a quantidade de malware cresceu, essa estratégia não é mais o bastante. Ao longo do caminho as companhias de antivírus desenvolveram novas tecnologias, como análises heurísticas (em que os antivírus aprende o que é bom e o que é ruim com o tempo) e análises comportamentais (em que o software identifica o malware com base em como o invasor age no seu computador).

A última tendência na luta contra os malwares é o uso da computação na nuvem: o pacote de segurança no seu computador requisita o poder dos enormes sistemas online da fabricante de software para ajudar na detecção de ameaças.

Esse método possui duas vantagens. Primeiro, ele permite que as empresas de segurança respondam aos novos malwares de maneira mais rápida ao efetivamente atualizar tudo de uma vez. E o segundo é que, quando bem feito, esse ato de se delegar a parte pesada da detecção de malwares para um sistema online pode reduzir o impacto que o pacote terá no desempenho do seu computador.

Alguns pacotes antivírus usam computação na nuvem para complementar outras tecnologias de detecção. Mas novas suites contra malware, incluindo o Secure Anywhere da Webroot e a linha Titanium da Trend Micro, dependem quase que exclusivamente desse recurso.

Apesar de não termos um teste específico para proteção baseada na nuvem, nosso teste de malwares do mundo real dá uma boa ideia se essas ferramentas de antivírus mais novas podem manter seu PC mais seguro. Esses testes colocam os pacotes de segurança contra sites maliciosos para descobrir como os programas se saem ao bloquear variações de malwares nunca antes vistas. De forma geral, os pacotes de 2012 bloquearam totalmente 95% desses ataques, um crescimento notável em relação a média de 85% registrada no ano passado.

Toda tecnologia de detecção de malware possui seus prós e contras, e ainda estamos nos primeiros dias da proteção baseada na nuvem, mas se a força dos pacotes desse ano serve como indicativo, essas novas tecnologias avançadas estão fazendo seu papel de manter seu sistema ainda mais seguro.

* Nota: O Avast Internet Security foi atualizado da versão 6 para a 7 poucos dias após iniciarmos a publicação desta série. Por isso, não iremos publicar o review da versão 6.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail