Home > Dicas

Saiba se o PC precisa de mais memória RAM e como avaliar a expansão

O computador não está mais dando conta do recado; veja como descobrir quanta memória ele tem e como expandir sua capacidade.

Fernando Petracioli, especial para a PC WORLD

13/06/2008 às 18h40

memoria_ram_exp_150.jpg
Foto:

Reportagem feita a partir de dúvida de leitor; saiba mais

ram_exp_150É provável que no momento da compra do seu atual PC (desktop ou notebook) a quantidade de memória RAM instalada fosse mais do que suficiente para suas necessidades. Se você instalou o Vista, usa as versões mais recentes de alguns aplicativos multimídia ou roda games 3D, as chances de que sua máquina não dê mais conta do recado são enormes.

Um PC com menos memória do que o necessário para a execução das tarefas acaba exigindo mais do HD, usado como memória virtual (uma espécie de extensão da RAM), o que prejudica o desempenho geral do sistema, já que este tipo de 'memória' é mais lenta do que a RAM propriamente dita.

Leia também:
> Por que o PC não reconhece toda a memória RAM instalada
> Como escolher uma placa gráfica para se PC
> Faça o Windows trabalhar por você

Para checar se a quantia de RAM instalada no seu PC ainda é o bastante, consulte o Gerenciador de Tarefas do Windows. Um forma de fazer isso é pressionando, simultaneamente, as teclas Ctrl+Alt+Del.

Lá, escolha a opção Desempenho. Caso o índice exibido em ‘Disponível’ ('Livre', no Vista), dentro do item ‘Memória física’, estiver muito próximo a zero, certamente você precisa instalar mais memória.

gerenciadordetarefas

Gerenciador de tarefas do Windows informa quanto
da memória não está sendo usada

Expansão da RAM
Uma das primeiras dúvidas que podem surgir é: quanto de memória devo instalar? A resposta é muito relativa. Por exemplo, para usuários do Windows XP que só realizam tarefas corriqueiras no computador – como navegação na web, edição de textos e planilhas, leitura de e-mail – não será necessário mais do que 1GB. As máquinas produzidas nos últimos três, quatro anos, têm, como padrão, 512MB.

++++

ram_exp_150Já para aqueles que trabalham com aplicativos mais pesados, abertos ao mesmo tempo – e principalmente programas que lidam com edição de vídeo digital e arquivos gráficos muito grandes – talvez sejam precisos 2GB. Usuários do Windows Vista também devem ter uma experiência melhor com esse sistema operacional usando essa quantidade de memória.

Limitações
Deve-se ressaltar que não se pode adiconar memória RAM à vontade no PC. Existem alguns fatores que podem limitar a memória reconhecida pelo seu sistema.

Um deles está relacionado ao sistema operacional. Via de regra, as versões do Windows (XP e Vista) de 32 bits, só reconhecem até 3GB, mesmo que haja mais RAM instalada.  Caso você precise usar mais memória, tenha em mente que deverá mudar para um versão 64 bits do Windows.

Outro problema é o que está relacionado à placa-mãe. Este componente apresenta limitações físicas quanto ao tipo de memória (DDR, DDR2, DDR3, DIMM), a velocidade do clock e o tamanho, em MB ou GB de cada pente.

Além disso, existem combinações de pentes de memória que são aceitas e outras não, dependendo da motherboard.

Mais destaques da PC World:
> Avaliamos o desempenho de desktops de baixo custo
> 12 itens fundamentais que o PC deve ter
> Como escolher certo um notebook barato

Porém, mais importante do que entender as propriedades e diferenças de cada um deles é ter certeza absoluta de quais são compatíveis com sua placa-mãe. Problemas de incompatibilidade podem pôr a perder um grande investimento desavisado em pentes de memória inadequados.

Uma forma fácil de descobrir que tipo de expansão de memória pode ser feita em seu sistema é identificando o modelo da placa-mãe, além dos tipos e capacidades das memórias instaladas no PC.

Visite o site do fabricante da placa para descobrir - caso você não tenha mais o manual de seu computador ou da própria motherboard - quais módulos são compatíveis e a capacidade suportada pelo chipset.

Mais uma alternativa são os sites de fabricantes de memória como OCZ, Crucial e Kingstom. Eles disponibilizam diversas ferramentas online para você checar a compatibilidade de pentes de RAM com sua placa-mãe e verificar quanto de memória realmente precisa.

Só então, com essas informações em mãos é que você deverá comprar as memórias desejadas. Ah! Não custa verificar se o vendedor não aceita as suas memórias antigas como parte do pagamento pelas novos módulos. Memórias de tipos mais antigos (como DDR, por exemplo) costumam ser mais difíceis de encontrar e podem ter algum valor na troca.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail