Home > Notícias

Salesforce vai integrar plataforma Force.com ao Google App Engine

Companhia anunciou que está conectando sua plataforma de desenvolvimento à ferramenta de desenvolvimento do Google.

IDG News Service/EUA

08/12/2008 às 16h27

Foto:

A Salesforce.com anunciou nesta segunda-feira (08/12) que está conectando a plataforma de desenvolvimento Force.com ao Google App Engine, ambiente de desenvolvimento da empresa de buscas. A divulgação ocorre aos recentes anúncios de parcerias similares com os serviços da Amazon, Elastic Compute Cloud (EC2) e Simple Storage Service.

O Google App Engine, ainda em versão de testes, é voltado a desenvolvedores que queiram construir aplicações web de forma rápida e escalável. Ela se integra ao AWS, posicionada como plataforma de infra-estrutura flexível, que atende a todos os tipos de programas.

Enquanto isso, a Force.com provê banco de dados, linguagens de programação compatíveis com Java, integração e funcionalidade de workflow, além de ferramentas para desenvolvimento de interface para usuários para o desenvolvimento de aplicativos de negócios que rodem na infra-estrutura de nuvem da Salesforce.

Para o vice-presidente de marketing de desenvolvimento da Salesforce, Adam Gross, os resultados desta união são imprevisíveis. “Obviamente vai depender do que a imaginação dos desenvolvedores criar”, disse. Em comunicado oficial, o Google disse que a integração vai “acelerar a criação de novas aplicações para a internet e comprovar o poder da web como plataforma”.

Dennis Pombriant, gerente sênior da Beagle Research, disse esperar que grandes coisas aconteçam depois que plataformas em nuvem se unirem desta maneira. “Nós estamos falando sobre a invenção de aplicativos que não existem hoje e que serão criados pela união do CRM, de aplicativos de negócios e de front-end. Ou ainda aplicativos de front-office integrados a outros de redes sociais”, disse.

O anúncio desta segunda-feira é o último estágio da relação do Google com a Salesforce, que também resultou na integração entre a Salesforce e o Google Apps, e alimenta os rumores de que a gigante de buscas estaria preparando a compra da parceira.

De todo modo, Pombriant disse esperar que tal acordo não se concretize. “Eu acho importante que as duas companhias continuem separadas e construindo seu próprio caminho para a integração de plataformas. Não acredito que o cloud computing possa existir se todas as nuvens pertencerem à mesma empresa”, afirmou.

Também nesta segunda-feira, a Salesforce anunciou que 19 aplicativos – desenvolvidos por 12 parceiros – estão participando de um programa para desenvolvimento de soluções de e-commerce em conjunto com a Check Point. Todos os aplicativos foram desenvolvidos na Force.com, ao contrário de outros desenvolvidos com outras ferramentas e integrados à Salesforce.

Por enquanto, apenas usuários nos Estados Unidos podem adquirir as aplicações desenvolvidas em conjunto pela Force.com e pela Check Out.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail