Home > Notícias

Samsung inicia produção em massa de telas para TVs 3D

Empresa espera baratear custos de produção de aparelhos com nova tecnologia, mas analistas não acreditam em popularização a curto prazo.

IDG News Service

27/01/2010 às 14h27

Foto:

A Samsung anunciou nesta quarta-feira (27/1) que começará em breve a produção em massa de telas para TVs LED 3D e TVs LCD 3D, um grande avanço para uma tecnologia que muitos analistas dizem ser muito cara para a maior parte das pessoas e que deve levar tempo para se popularizar.

A Samsung é a maior produtora de telas flat e está colocando novas tecnologias em produção em massa para abaixar preços. Quando mais a empresa produz, menos ela paga por unidade.

“Recentemente, telas 3D atraíram a atenção da indústria. A Samsung mira a liderança do mercado global sendo pioneira em produção em massa”, disse a empresa em um comunicado. A empresa começará a produzir telas LED e LCD de 40 polegadas, 46 polegadas e 55 polegadas para TVs 3D ainda esse mês.

Muitas empresas anunciaram TVs 3D durante a Consumer Eletronics Show, realizada no começo de janeiro El Las Vegas, tornando-as um dos produtos mais comentados durante o evento. A popularidade do filme 3D Avatar, de James Cameron, que recentemente passou Titanic como a maior bilheteria da história do cinema, impulsionou muito do barulho e fez algumas empresas preverem milhões de TVs 3D sendo vendidas até o fim do ano.

Em um estudo feito para acabar com a ideia de que a TV 3D vai se popularizar esse ano, o analista da Forrester Research, James MqQuivey, apontou o alto preço da tecnologia tanto para os consumidores quanto para a indústria.

"Todo mundo acabou de comprar uma TV nova. Entre 2007 e 2009, mais de 40 milhões de HDTVs foram vendidas nos Estados Unidos, a maior parte delas custando cerca de mil dólares”, disse, questionando o motivo dos consumidores pensarem em gastar mais milhares de dólares para uma nova TV. Ele também disse que a indústria vai ter que providenciar mais conteúdo 3D, incluindo programação e filmes para convencer as pessoas a trocarem de aparelho.

A iniciativa da Samsung de produzir TVs 3D em massa é o começo de uma busca por preços menores, e a disponibilidade de aparelhos agora dá ao público a possibilidade de trocar o televisor ou esperar por mais conteúdo 3D.

MqQuivey está otimista sobre TVs 3D ao longo do tempo, mas acredita que precisaremos de pelo menos mais dez anos para a popularização da tecnologia. O atual barulho feito pelos aparelhos com 3D são apenas o começo da jornada.

Óculos são necessários para acompanhar efeitos 3D pela TV. Eles são produzidos também pela Samsung e são apontados como uma das dificuldades da popularização da tecnologia. Muitas pessoas não querem usar óculos para assistir TV em casa, e assim não estariam dispostas a pagar 70 a 100 dólares para convidar amigos para ver a Copa do Mundo ou o Super Bowl em 3D.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail