Home > Notícias

Samsung muda Galaxy Tab e Justiça deve liberar tablet para a venda

Em decisão preliminar, a Corte da Alemanha determinou que as alterações feitas são o suficiente para que ele não viole o design do iPad

IDG News Service

23/12/2011 às 9h55

Foto:

Com as mudanças que a Samsung Electronics fez no seu tablet Galaxy Tab 10.1, a Corte de Dusseldorf, na Alemanha, determinou ontem (22/12) que o produto da empresa não viola mais a patente de design do iPad, da Apple.

A Justiça proibiu as vendas do modelo original do dispositivo da Samsung na Alemanha em setembro, depois que a Apple acusou a concorrente ter copiado o iPad. Para resolver essa questão, a Samsung fez modificações no design do tablet para criar o Galaxy Tab 10.1N.

Mas a Apple ainda considerou que o Galaxy Tab copiava o iPad e tentou proibir as vendas do novo dispositivo com uma nova ação judicial.

Dessa vez, parece que a Samsung vai vencer o processo, já que o juiz, em uma decisão preliminar, afirmou que o produto da empresa sul-coreana não viola mais a patente europeia de design da fabricante do iPad. Por isso, é possível que não haja punição desta vez.O veredicto final será anunciado em 9 de fevereiro.

O novo Galaxy Tab 10.1N tem pontas mais agudas e alto-falantes na frente do dispositivo. A Samsung está confiante de que vai conseguir mostrar à Corte as diferenças do aparelho em relação ao iPad, segundo um porta-voz  companhia.

Recentemente, a Saumsung conseguiu a permissão parar voltar a vender o Galaxy Tab 10.1 na Austrália, onde a Apple também havia conseguido proibir as vendas do tablet.

As empresas não responderam às solicitações  para comentar a decisão da Justiça.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail