Home > Notícias

Satélite que será usado pelo Google Earth e Maps entra em órbita

Satélite de alta resolução, que custou US$ 502 milhões, fornecerá imagens em alta resolução da Terra a serviços do Google.

IDG News Service/Japão

08/09/2008 às 8h42

Foto:

Satélite comercial que produzirá imagens da Terra na mais alta resolução disponível até o momento, o GeoEye-1 foi lançado no fim de semana no foguete Delta II, que levava o logotipo do Google ao lado da marca GeoEye.

O satélite foi construído como parte do programa NextView da Agência Geoespacial Nacional dos Estados Unidos, que prevê a divisão dos custos de engenharia, construção e lançamento da nova geração de satélites comerciais para apoiar a indústria de imagens por satélite.

Para o GeoEye-1, a agência financiou cerca de 237 milhões de dólares do total de 502 milhões de dólares de preço. A agência também se comprometeu a comprar imagens do satélite pelo menos durante o primeiro ano e meio de operações.

O Google também comprará imagens do satélite para complementar as que já utiliza nos serviços Google Earth e Google Maps.

Lançado às 11h51 da manhã do último sábado (06/09), o GeoEye-1 é capaz de disparar, simultaneamente, imagens em preto e branco de 41 centímetros e imagens coloridas de 1,65 metro. As medições referem-se ao tamanho da menor coisa que se pode ver a sua órbita 681 km acima da superfície da Terra.

A GeoEye irá testar o satélite em órbita antes que as primeiras imagens sejam vendidas.

O satélite foi lançado na véspera do aniversário do Google, que completou 10 anos no último domingo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail