Home > Notícias

Segundo Microsoft, vendas do Windows 7 estão em alta

Nos nove meses em que está no mercado, o sistema tem vendido cerca de sete cópias por segundo e impulsionou vendas de PCs

PC World/EUA

25/06/2010 às 14h56

Foto:

A Microsoft informa ter vendido mais de 150 milhões de cópias do sistema operacional Windows 7 nos nove meses em que está no mercado - o que o torna o sistema com mais rápido pique de vendas da história. O Windows 7 tem sido mais que a redenção da Microsoft depois do fiasco que foi o Windows Vista, e a onda está apenas começando.

Recentemente, a Apple impressionou o mundo ao revelar que vendeu um iPad a cada dois segundos desde seu lançamento - o que significa que ela vendeu 3 milhões de iPads em menos de três meses. Este número parece muito menos impressionante comparado com a venda, pela Microsoft, de sete cópias do Windows 7 a cada segundo - e num período de tempo três vezes maior.

Outras tecnologias também têm tido bom desempenho em vendas, graças a uma ajuda do Windows 7. O ritmo mais rápido das vendas do Windows 7 tem levado a um pico na demanda de PCs, e a adoção do Windows 7 também é responsável por boa parte do sucesso do Internet Explorer 8 - o navegador número um da web, com a mais alta taxa de crescimento.

O que é ainda mais impressionante sobre o sucesso do Windows 7 é que muitas empresas ainda estão para adotá-lo. Brandon LeBlanc, um blogueiro da Microsoft, destacou em um post na quarta-feira que "entre as empresas que estão ativamente instalando e avaliando o novo Windows, 75% deverão adotá-lo em suas instalações".

À espera do SP1
Muitas companhias seguem uma prática - consciente ou inconscientemente - de não adotar um novo sistema operacional até que saia um SP1. A filosofia baseia-se na crença de que todos os bugs e falhas presentes no sistema seriam descobertas e corrigidas a tempo de serem incluídas no pacote Service Pack 1.

++++

A Microsoft anunciou recentemente que o beta do Windows 7 SP1 será disponibilizado logo, o que dá às empresas mais céticas uma razão adicional para começar a considerar uma migração para o Windows 7.

Uma rápida análise dos nove últimos meses de vulnerabilidades e atualizações lançadas pela Microsoft também serve de incentivo para decidir pela adoção do Windows 7. O Windows XP é substancialmente menos seguro do que o Windows 7, e muitas empresas que ainda usam o XP estão atreladas ao Internet Explorer 6 - que é essencialmente um convite para hackers.

Mesmo em situações em que Windows XP e Windows 7 são vulneráveis à mesma falha, sua exploração tem consequências bem menos severas quando se usa o sistemas mais novo e seguro.

Com tantas empresas ainda no estágio de planejamento e avaliação, e prontas para adotar o Windows 7, parece que as vendas do sistema permanecerão em alta por algum tempo. O sucesso continuado do Windows 7 também deverá resultar no sucesso continuado das vendas de PCs, e no aumento da fatia de mercado do Internet Explorer 8. Veremos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail