Home > Dicas

Seis dicas para resolver problemas e obter uma conexão web mais rápida

Um guia para ajudar você a descobrir se está pagando por um serviço de banda larga e recebendo outro, de qualidade inferior.

Por Becky Waring, da PC World/EUA

18/03/2008 às 18h11

conexaorapida_150.jpg
Foto:

conexaorapida_150Se a Internet é coisa séria para você, é possível que você gaste algo em torno de 80 reais mensais por uma conexão banda de 1 megabits por segundo (Mbps) - os preços variam de acordo com a região, provedor e velocidade disponível. Mas será que a velocidade obtida é realmente aquela contratada por seu provedor?

E quanto à qualidade dessa conexão? Ela é confiável? Apresenta falhas freqüentes que exigem reinicialização do modem?

Com nosso guia rápido, você pode sugar até o último kilobit por segundo (kbps) do seu modem de banda larga e manter sua conexão funcionando plenamente.

Leia também:

> Descubra se você precisa do Vista SP1
> Teclado é tudo igual? Veja 28 modelos curiosos
> 10 computadores tunados que você precisa conhecer
> Confira as novidades do Internet Explorer 8
> Você sabe como será o computador do futuro? Veja aqui
> Estressado no trânsito? Conheça 11 gadgets para se distrair

1. Teste sua velocidade de conexão

Antes de começar a fazer os ajustes, faça uma leitura das velocidades de conexão de download e upload no Speedtest.net.

Se possível, faça medições em diferentes períodos do dia,
principalmente durante os horários em que você utiliza a conexão com
mais freqüência e pelo menos uma vez à meia-noite ou 1h00 da manhã
(quando é mais provável que a concorrência por banda esteja a menor
possível).

conexaorapida_01
O Speedtest.net fornece uma visualização rápida da velocidade
da sua conexão para ajudar no diagnóstico de problemas

++++

conexaorapida_1502. Atualize seu firmware ou troque seu modem por um novo
Se seu modem a cabo ou DSL tem mais de dois anos de vida, solicite um novo a seu provedor de Internet. A mudança provavelmente será gratuita; e se houver cobrança, é possível que você consiga driblá-la aceitando um ano adicional de contrato.

Os modems a cabo mais recentes recebem o padrão DOCSIS 2.0 (Data Over Cable Service Interface Specification). Se você tem um modem 1.1 e um plano de alta velocidade, é bem provável que você obtenha um grande ganho de rapidez apenas por trocar de modem.

Mesmo com um modem novinho em folha, certifique-se se que você tem o firmware mais recente instalado.

Veja também:
> Não deixe os e-mails controlarem você
> Controle seus e-mails com o Thunderbird 2
> Descubra como se dá a epopéia de um e-mail

Numa atualização de um modem Efficient Networks 5100b DSL de dois anos de idade da versão firmware 1.0.0.39 para a 1.0.0.53, a velocidade do fluxo de dados aumentou de 5,3 Mbps para 5,9 Mbps, pouco abaixo dos 6 mbps contratados.

Para atualizar seu modem DSL, você vai ter que se conectar à sua interface Web, o que significa que vai precisar saber o endereço IP do modem na sua rede local. Essa informação deve estar no seu manual de usuário; alternativamente, você pode localizar configurações padrão para a maioria dos modems na Internet.

O endereço provavelmente vai se parecer com algo do tipo 192.168.100.1 ou 192.168.0.1. Digite esta seqüência de caracteres no seu navegador e a interface Web deve aparecer.

Talvez você tenha que entrar usando um código de segurança impresso na parte de baixo do modem ou um nome de usuário e senha padrões (a não ser que você os tenha alterado). Anote as informações de log-in para usos futuros.

++++

Uma vez logado, verifique o número firmware na página de status e veja se uma versão mais nova dele está disponível no site do fabricante.

Se estiver, faça o download e execute o procedimento de update do firmware a partir do utilitário de navegador do modem.

conexaorapida_02

Esta página de status de modem DSL mostra muitas informações úteis,
incluindo o número firmware, a idade do modem e velocidade real de conexão.

Reinicie, rode novamente o Speedtest e veja se seus dados estão viajando mais rapidamente. Além de melhorar a velocidade de transferência, usar um novo modem ou firware atualizado, tal procedimento pode resolver um monte de problemas irritantes de conexão, como falhas intermitentes de sinal.

++++

3. Confira os parâmetros de seu modem
Enquanto você atualiza o firmware, dê uma olhada em alguns parâmetros-chave. Em primeiro lugar, a velocidade máxima permitida (nos dois sentidos de fluxo) deve coincidir com o plano de serviço contratado.

Se não for o caso, seu provedor não configurou o serviço adequadamente. Entre em contato por telefone e peça para que façam o reparo remotamente.

conexaorapida_03

Mexendo na tela de status de seu modem, você pode achar as informações de
signal-to-noise e atenuação de linha, dois determinates da qualidade da linha

Em segundo lugar, procure saber a proporção signal-to-noise (ou margem SN) e a atenuação de linha, ambos medidos em decibéis (dB).

Quanto mais baixa a proporção signal-to-noise, maior a interferência que você terá, e maior o número de pacotes de dados que precisarão ser reenviados devido a falhas na primeira tentativa.

Por isso, uma linha com muito ruído pode cortar drasticamente o fluxo. A atenuação de linha mede a queda em voltagem em função de compartilhamento de sinal (principalmente para modems a cabo) e com muito uso de cabo ou fios velhos. Perdas excessivas de sinal causam uma queda no fluxo de dados.

Para modems xDSL, qualquer coisa acima de cerca de 50 dB de atenuação de linha é ruim, e entre 20 e 30 dB é excelente. Para proporção de signal-to-noise, de 7 a 10 dB não é grande coisa, e entre 20 e 28 dB é excelente.

++++

conexaorapida_150Repare que os níveis aceitáveis podem variar dependendo do seu serviço e tipo de modem (conexões mais rápidas precisam ser mais limpas). Assim, confirme com seu fornecedor DSL para ver quais números você deve atingir.

4. Resolvendo problemas de qualidade da linha
Se seus números mais baixos no Speedtest não correspondem às especificações de seu plano e se você obteve maus resultados em signal-to-noise ou atenuação de linha, é hora de consertar sua conexão. Ruídos excessivos podem causar quedas intermitentes.

Sua primeira tarefa é descobrir se o sinal já está degradado quando chega à sua casa ou se é sua fiação que está ruim.

Para saber, desloque seu modem a cabo para um ponto da fiação anterior a qualquer split (divisor). Se possível, leve um laptop conectado ao modem e conecte fora da junção que se liga à sua casa.

Leia também:
> Teclado é tudo igual? Veja 28 modelos curiosos
> 10 computadores tunados que você precisa conhecer
> Confira as novidades do Internet Explorer 8
> Você sabe como será o computador do futuro? Veja aqui
> Estressado no trânsito? Conheça 11 gadgets para se distrair

Faça o teste de novo e veja se as coisas melhoram. Se é sua fiação que parece estar com problema, reduza o número de splits existentes no caminho do cabo até seu modem, e/ou substitua os fios que podem estar ruins.

A última solução para modems a cabo é criar um split diretamente da caixa de junção e, a partir daí, esticar um cabo novo e limpo diretamente para seu modem, usando os outros splits para seus televisores (que são menos afetados por ruído).

Para modems DSL, ruídos dentro da fiação tendem a ser causados por outros equipamentos de telefonia na sua linha. Esta interferência deveria ser controlada pelos filtros posicionados entre o conector na parede e os aparelhos. Certifique-se de que estão todos no lugar.

Se ainda houver muito ruído, a melhor alternativa é instalar um spliter DSL/POTS imediatamente após a caixa de telefone, onde a fiação entra na casa e, então, usar cabo dedicado, ligado diretamente no modem. Este mecanismo vai isolar completamente seu modem da fiação de telefonia normal – e o novo fio também deve ajudar.

Se não quiser fazer essas tarefas, pode solicitar que a empresa de telefonia e/ou de cabo as façam, provavelmente cobrando uma taxa.

++++

Por último: aterramento inapropriado pode ser a origem de ruído, principalmente em cabos. Tenha certeza de que todas as suas TVs estão conectadas em tomadas aterradas, com plugs polarizados orientados na direção correta e sem adaptadores de três pinos para dois pinos.

Se você tiver um medidor elétrico de tomadas, use-o para checar excesso de voltagem em seus cabos. Um eletricista consegue localizar e resolver qualquer problema de aterramento, o que, além de tudo, é uma questão de segurança.

5. Ajuste as configurações de software
Agora que sua linha de cabo ou DSL está a mais limpa possível, você já pode ajustar seus sistema e seus aplicativos para um melhor desempenho.

Veja também:
> Não deixe os e-mails controlarem você
> Controle seus e-mails com o Thunderbird 2
> Descubra como se dá a epopéia de um e-mail

Para aperfeiçoar os parâmetros de desempenho de rede no Windows XP ou Vista, nós gostamos do Tweak-XP Pro Premium e do TweakVI Premium da TotalIdea Software. Ambos os programas simplificam a otimização sem exigir que você entenda de edição de Registro ou configurações ocultas do Windows.

Os dois oferecem diversos ajustes além das adequações de rede e navegadores. A versão Pro do Network Magic, um excelente utilitário de monitoramento de rede, inclui otimização das habilidades também.

conexaorapida_04

O utilitário grátis Firetune otimiza configurações básicas do Firefox para acelerar a navegação

A otimização é menos importante no Vista do que no XP, uma vez que o Vista regula pilha de TCPs dinamicamente. Na verdade, os usuários do Vista provavelmente podem se resolver apenas ajustando aplicativos específicos, principalmente o navegador.

Para acelerar a exibição de páginas no Firefox, experimente o Firetune ou o Fasterfox. Ambos são gratuitos e simples.

O Fasterfox adiciona mais algumas opções de customização para usuários avançados. Os dois melhoram configurações básicas do Firefox como capacidade de memória cache, máximo de conexões simultâneas e o ‘pipelining’ (realizar diversas solicitações de dados ao mesmo tempo).

6. Acelere seus downloads
Assíduos fazedores de downloads podem economizar muito tempo usando um gerenciador de downloads como o nosso favorito, o FlashGet. O FlashGet cria múltiplos links simultâneos de download e, então, posteriormente junta os arquivos.

Tudo que você precisa fazer é arrastar links de download para a janela do FlashGet; o software faz o resto. Ele se integra com o Internet Explorer e o Firefox usando um utilitário companheiro chamado FlashGot.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail