Home > Notícias

Serasa usa própria certificação digital para acessar rede privada

Funcionários da empresa assinam digitalmente documentos acessados por meio de VPN (Virtual Private Network).

Rodrigo Afonso, do Computerworld

18/06/2009 às 0h08

Foto:

A certificação digital, uma das apostas dos serviços públicos e setor financeiro para segurança em novo_selo_ciab09transações, pode se estender também para manter a própria empresa segura.

É o caso da Serasa, que fornece seu próprio produto de certificação digital (Serasa Experian) para os funcionários e firmou parceria com a Cisco para que esses certificados pudessem ser utilizados para acessar a rede da empresa, inclusive remotamente, na rede VPN (Virtual Private Network, ou Rede Privada Virtual).

Mais CIAB:
Por que os bancos brasileiros não quebraram?
Veja os destaques da agenda do CIAB 2009
Pesquisa aponta crescimento do uso de mainframe em bancos
Investimentos caem em filiais nacionais de bancos estrangeiros
Ex-CIO do Banco Real/ABN Amro investe em start ups de tecnologia

Bancos investiram mais de R$ 16 bi em TI em 2009

Integrado ao certificado digital da ICP-Brasil, a solução foi aplicada por meio da plataforma ASA 5500, da Cisco. O certificado é o mesmo que os funcionários utilizam para assinar documentos internos e retificações do imposto de renda, ação exigida pelo governo recentemente para um grupo de contribuintes. A ferramenta pode também comprovar a identidade do usuário no sistema bancário, substituindo os tokens e cartões com número de identificação.

O principal benefício, apontado por Garssan Dreibi, gerente de desenvolvimento de negócios de segurança para a América Latina da Cisco, é permitir que as empresas instituam sistemas de trabalho remoto de forma confiável. “Com essa possibilidade, as empresas usuárias podem sofrer impacto significativo no custo de locação de espaço para empregados”, defende.

O mesmo argumento é citado pelo Serasa para a adoção da solução. Cerca de 750 funcionários remotos da empresa utilizam a ferramenta, entre executivos em viagens, forças de vendas em deslocamentos, funcionários em home Office, pontos de atendimento, entre outros.

“Com isso, há também crescimento de produtividade e diminuição de retrabalho, já que as tarefas são realizadas com confiabilidade”, afirma Hélder Moreira, gerente de certificação digital da Serasa, que não informa o valor investido na solução.

>> Acompanhe aqui a cobertura completa do evento

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail