Home > Dicas

Sete dicas para você navegar com segurança

Cuidados como não ter uma senha-mestre e não usar redes Wi-Fi abertas dão conta de 90% das ameaças.

PC World/EUA

31/01/2011 às 18h31

Foto:

Em poucas semanas, várias contas de gente famosa nas redes
sociais foram invadidas. É o caso do presidente da França, Sarkozy, da pop-star
Selena Gomez e do menino prodígio da internet Mark Zuckerberg. E, como parece
que as redes sociais vieram para ficar, o lance agora é preservar seus dados
enquanto usa a internet.

O porta-voz da McAfee, agora pertencente à Intel, enviou uma relação com as melhores práticas para ficar protegido na web. A seguir, sete pontos-chave nas dicas do profissional:

1. Atualize o navegador

As versões mais modernas dos browsers têm configurações de
segurança mais avançadas e seguras que os de seus pais e avôs. Entre as
vantagens está a identificação de ataques via phishing.

2. Use redes seguras

É ótimo usar as redes WiFi abertas em praças de alimentação,
mas elas são – no mínimo – inseguras, para não dizer perigosas. Sem a proteção
de criptografia instalada, qualquer pessoa ao seu redor pode ler e interpretar
informações que você envia enquanto usa a rede social e faz compras.

Se for navegar nessas redes, mantenha sua rota de sites
elementar e , sempre que puder, dê preferência às conexões SSL (HTTPS), disponíveis
para sites como Gmail, Facebook e Hotmail.

3. Sobre senhas

Varie. Evite ao máximo o uso de senha-mestre. O mesmo vale
para o nome de usuário. Assim, se alguém roubar suas credenciais no Twitter,
por exemplo,  não terá acesso garantido
ao seu email usando a mesma senha.

4. Verifique a URL

Antes de inserir senhas e outras informações pessoais em
sites, verifique se o endereço na barra da URL é o de costume. Tem muito site especializado
em imitar a interface com pequenas alterações no endereço. Assim, Facebook.com
pode vir disfarçado de Facebook.hacker.org – se você não notar essa diferença
seus dados irão “rodar”.

5. "Baixe aki as imagens"

Assim começa uma variedade de emails que recebemos todos os
dias. Não é preciso ser nenhum gênio para ver que são ,mensagens do tipo spam e
que podem ser danosas aos seus dados e à saúde do PC. Então, a segura mas
eficaz dica do “não clique” vale para esse tipo de email.

6. Limpar histórico e fazer logoff

Se tiver de usar uma máquina pública, seja em um hotel ou em
bibliotecas, tenha certeza de efetuar essas duas operações ao sair de sites que
exigiram login ou em que inseriu informações pessoais. Uma alternativa
inteligente é usar a navegação anônima – normalmente disponível nos browsers. Ao
terminar a sessão, vale apagar os arquivos temporários (o cachê) deixando a
trilha limpa.

7. Antivírus, entendeu?

Essa lista não estaria completa se não
incluísse a recomendação de cuidar de seu PC de maneira apropriada. Ter uma
conjunto básico de ferramentas para proteger o sistema, tais como firewall, antivírus
e anti-spyware faz parte da vida de usuário responsável da internet. Se você
vacilar nesse quesito, muitas pessoas de sua rede de contatos podem pagar por
isso. Além disso, esse software deve estar sempre atualizado, pois novas
ameaças são descobertas todas as horas do dia e a proteção contra essas
potenciais epidemias demoram algumas horas para sair.

Sem precisar de PhD em tecnologia, é perfeitamente dar conta
da segurança essencial com base nessas dicas. Acredite: 90% das ameaças são
controláveis com esses cuidados simples.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail